Futebol Europeu - 2017/18

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qua Set 13, 2017 5:43 pm

Decepcionante o Porto, ainda bem que não me deixei enganar pelos resultados da fraca liga lusa. Time não teve controle do meio de campo, time no 4-4-2 foi envolvido pelo 4-3-2-1 dos turcos, eles dominaram o meio de campo durante todo o primeiro tempo, Sérgio Conceição demorou demais pra modificar o time e quando colocou o 4-3-3 já foi no desespero e não teve mais como reagir.
Benfica e Napoli também decepcionaram, o Liverpool poderia ter feito mais, mas não chegou a achar uma decepção.


Última edição por ricardo83 em Qua Set 13, 2017 6:41 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qua Set 13, 2017 5:46 pm


_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qua Set 13, 2017 6:27 pm









_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 14, 2017 8:51 am

Iker Casillas passa a ser o jogador com mais jogos nas competições europeias.
https://twitter.com/playmaker_PT/status/908040512728387584

Com a titularidade na partida desta quarta-feira frente ao Besitkas, que culminou com a derrota do FC Porto por 1-3, no Estádio do Dragão, o guarda-redes espanhol Iker Casillas igualou o recorde de 19 temporadas consecutivas a jogar na Liga dos Campeões.
A estreia aconteceu em setembro de 1999, frente ao Olympiacos, e desde então o experiente guardião atuou na liga milionária em todas as temporadas. Casillas é também o recordista de jogos (176) na competição.
http://abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/691943

Depois de se ter tornado no primeiro jogador a marcar 100 golos nas competições de clubes da UEFA, na época passada, Ronaldo lidera agora com 107 contra 96; no total das provas europeias, o saldo é igualmente favorável ao atacante de Portugal, com 110-99, isto após ambos terem bisado no arranque da campanha de 2017/18.
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2244079.html

O UEFA.com destaca alguns dados curiosos de Messi e Ronaldo na UEFA Champions League.

Messi só perdeu três dos jogos em que marcou
Ronaldo marcou dois ou mais golos em 29 ocasiões
Estão empatados 7-7 em "hat-tricks"
Ronaldo teve de esperar 30 jogos para se estrear a marcar na prova
Ronaldo marcou em ambas as mãos dos oitavos-de-final até à época 2016/17
Ambos contam com dois golos em duas finais distintas
Ambos têm nove golos marcado a um clube: Ronaldo contra o Bayern, Messi contra o Arsenal
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2244079.html

Em 22 presenças na Champions, esta é a 4.ª vez que o FC Porto perde na estreia na prova, a 1.ª em casa.
https://twitter.com/playmaker_PT/status/908069928477093888

O Feyenoord sofreu a sua maior derrota em casa nas competições europeias diante do Manchester City (0x4). Ao mesmo tempo, esta foi a maior vitória do Manchester City fora na Champions.
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205276

O Karabakh estreou-se na Champions sofrendo uma goleada frente ao Chelsea (6x0). É o pior resultado de um estreante na competição, a par do SC Braga, que em 2010 perdeu pelo mesmo resultado, também em Londres, mas frente ao Arsenal.
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205276

Cristiano Ronaldo marcou o seu 12.º golo de grande penalidade, passando a ser o jogador com mais golos de penálti na competição, à frente de Messi (11), Figo e van Nistelrooy (10).
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205276

Entre os jogadores que jogaram pela 1.ª vez na Champions, 10 marcaram: Gabriel Jesus, Firmino, Bohar, Samedov, Bruno Fernandes, Zappacosta, Batshuayi, Zhamaledtinov, Lukaku e Rashford.
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205276

Se os primeiros jogos servirem de barómetro de qualidade, então 2017/18 vai ser uma temporada para desfrutar, já que os 16 jogos resultaram em 54 golos, um recorde.
Marcaram-se 28 na terça-feira, total em parte inflacionado pelos 5-0 do Paris ao Celtic e os 6-0 do Chelsea frente ao Qarabağ. Na quarta-feira não se registaram goleadas desse calibre, mas o tento tardio de Damjan Bohar, que deu o empate ao Maribor na recepção ao Spartak Moscovo, elevou o total da ronda para 53, igualando o recorde na primeira jornada, fixado em 2013/14
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2501162.html

Portugal ascendeu à terceira posição do ranking da FIFA, cuja atualização foi divulgada esta quinta-feira pelo organismo que tutela o futebol mundial.
A equipa das quinas, com 1386 pontos, relegou a Argentina para o quarto lugar, numa classificação agora comandada pela Alemanha, que destronou o Brasil da liderança.
Segundo a Federação Portuguesa de Futebol, a Seleção Nacional ocupa o terceiro lugar do ranking FIFA pela quinta vez no seu historial, depois das atualizações de abril e maio de 2010, outubro de 2012 e abril de 2014.
Esta é a melhor classificação de Portugal desde abril de 2014.
Classificação dos 10 primeiros:
1. Alemanha, 1606 pontos
2. Brasil, 1590
3. Portugal, 1386
4. Argentina, 1325
5. Bélgica, 1265
6. Polónia, 1250
7. Suíça, 1210
8. França, 1208
9. Chile, 1195
10. Colômbia, 1191
http://www.abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/692006

Fifa divulgou nesta quinta-feira o critério para escolher os cabeças de chave da Copa do Mundo de 2018. Assim como nos últimos dois Mundiais, o ranking da Fifa de outubro (a ser divulgado no dia 16/10) será definitivo para o sorteio. Os sete primeiros colocados, mais a Rússia (país-sede), terão o privilégio na cerimônia marcada para o dia 1º de dezembro, em Moscou.
A ideia é evitar que os pontos conquistados na repescagem (disputada em novembro) tivesse influência na escolha dos cabeças de chave.
https://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/ranking-da-fifa-de-outubro-vai-definir-cabecas-de-chave-da-copa-2018.ghtml

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 14, 2017 6:54 pm

Resultados finais LE:

København 0x0 Lokomotiv Moskva
Zlín 0x0 Sheriff
Apollon 1x1 Lyon
Atalanta 3x0 Everton
Rijeka 1x2 AEK
Austria Wien 1x5 Milan
İstanbul Başakşehir 0x0 Ludogorets
Hoffenheim 1x2 Braga
Young Boys 1x1 Partizan
Dynamo Kyiv 3x1 Skënderbeu
Slavia Praha 1x0 M. Tel-Aviv
Villarreal 3x1 Astana
Real Sociedad 4x0 Rosenborg
Vardar 0x5 Zenit
Vitesse 2x3 Lazio
Zulte Waregem 1x5 Nice
Hertha 0x0 Athletic
Zorya 0x2 Östersund
Vitória 1x1 Salzburg
Marseille 1x0 Konyaspor
Crvena zvezda 1x1 BATE
FCSB 3x0 Plzeň
H. Beer-Sheva 2x1 Lugano
Arsenal 3x1 Köln

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 14, 2017 6:57 pm

Esta certo que a Atalanta tem um time bem montado e organizado, mas o Everton perder feio foi surpresa. Não esperava uma vitória do Braga, pelo que acompanhei dos times do grupo eu jurava que o time terminaria a fase de grupos com 6 derrotas. No mais acho que foi tudo normal.

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 14, 2017 7:00 pm


_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 14, 2017 7:38 pm

Sexta (15/09)

15:30 Hannover x Hamburgo [ESPN+] (Campeonato Alemão)
15:45 Toulouse x Bordeaux [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
16:00 Bournemouth x Brighton [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)

Sábado (16/09)

08:00 Levante x Valencia [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
08:30 Crystal Palace x Southampton [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
10:00 Crotone x Internazionale [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:30 Bayern x Mainz [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Alemão)
11:00 Liverpool x Burnley [ESPN+] (Campeonato Inglês)
11:00 Watford x Man. City [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
11:15 Getafe x Barcelona [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
12:00 Monaco x Strasbourg [SporTV2 / SporTV2 HD] [ESPN Extra] [TV5] (Campeonato Francês)
13:00 Fiorentina x Bologna [ESPN+] [RAI] (Campeonato Italiano)
13:30 Tottenham x Swansea [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
13:30 Leipzig x Monchengladbach [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
14:15 Boavista x Benfica [ESPN / ESPNHD] [RTP] [SIC] (Campeonato Português)
15:00 Guingamp x Lille [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
15:45 Atlético x Malaga [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Espanhol)
15:45 Roma x Hellas Verona [ESPN+] [RAI] (Campeonato Italiano)
16:30 Sporting x Tondela [Bandsports / Bandsports HD] (Campeonato Português)

Domingo (17/09)

07:30 Sassuolo x Juventus [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
09:30 Chelsea x Arsenal [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
10:00 Milan x Udinese [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Italiano)
10:00 Napoli x Benevento [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:00 Amiens x Marseille [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
10:30 Leverkusen x Freiburg [ESPN+] (Campeonato Alemão)
11:15 Girona x Sevilla [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
11:45 PSV x Feyenoord [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Neerlandês)
12:00 Man. United x Everton [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
12:00 Rennes x Nice [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
13:00 Dortmund x Colonia [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (Campeonato Alemão)
13:00 Chievo x Atalanta [RAI] (Campeonato Italiano)
15:45 Real Sociedad x Real Madrid [ESPN+] (Campeonato Espanhol)
15:45 Genoa x Lazio [RAI] (Campeonato Italiano)
16:00 PSG x Lyon [SporTV / SporTV HD] [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Francês)
16:15 Braga x Vitória de Guimarães [Bandsports / Bandsports HD] (Campeonato Português)

Segunda (18/09)

16:00 Espanyol x Celta [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Espanhol)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/
http://beba.tv/football

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Sex Set 15, 2017 8:46 am

Equipa da Semana do Fantasy Football da Champions League
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2501218.html

Equipa da Semana da Europa League
http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=2501741.html

Jogador da Semana da Champions League
http://mvp.uefa.com/pt/uefachampionsleague/results

Jogador da Semana da Europa League
http://mvp.uefa.com/pt/uefaeuropaleague/results

O Barcelona anunciou, esta quinta-feira, que as receitas da temporada 2016/17, no valor de uns astronómicos 897 milhões de euros, são um novo recorde na história dos clubes.
A transferência de Neymar, no valor de 222 milhões de euros, acabou por ser o grande "trampolim" para estes números, uma vez que, na passada temporada, o Barcelona registara receitas de cerca de 710 milhões de euros, valor que já era a anterior melhor marca.
http://www.abola.pt/Internacional/Noticias/Ver/692117

O Real Madrid recebeu mais de R$ 2,5 bilhões de reais na última temporada, e pode ter R$ 663,35 milhões no caixa para gastar com contratações.
No próximo dia 1º de outubro, o clube realizará sua assembleia que, além de avaliar o desempenho do clube na esfera esportiva, irá avaliar o balanço financeiro da equipe. Segundo os números apresentados, o Real Madrid viu suas receitas crescerem 8,8% com relação ao último ano, recebendo 674,6 milhões de euros.
O lucro líquido, sem contar o lucro com a venda de jogadores, foi de 21,4 milhões de euros (R$ 79,72 milhões)
No período, o Real conquistou praticamente tudo que disputou: o bicampeonato da Champions League, o Campeonato Espanhol, o Mundial de Clubes e a Supercopa Européia. Com os títulos, mais dinheiro entrou e o montante disponível para gastar em reforços é um dos maiores da história do clube.
Segundo os números apresentados, o Real Madrid tem 178 milhões de euros (R$ 663,35 milhões) para gastar nas próximas janelas, a segunda maior marca positiva de todos os tempos.
O clube também fez uma previsão de qual será sua receita na atual temporada, e prevê novo crescimento, só que mais "modesto", de 2,33%. Para 2017-18, o Real acredita que terá uma receita de 690.3 milhões de euros (R$ 2,57 bilhões).
http://espn.uol.com.br/noticia/727172_real-madrid-abre-suas-contas-e-tem-mais-de-r-660-milhoes-para-gastar-com-reforcos

Levando em conta todo o passado da Liga Europa, desde os tempos “oficiais” de Copa da Uefa, 28 clubes ergueram a taça continental. Destes, apenas um está na fase de grupos em 2017/18, o Zenit.
http://trivela.uol.com.br/especial-25-motivos-para-acompanhar-de-perto-a-liga-europa-201718/

Espanha e Portugal gozam de um domínio inegável na Liga Europa. Dos últimos 15 títulos, dez ficaram entre os ibéricos, e cinco deles apenas com o Sevilla. Nesta década, apenas os ingleses foram capazes de quebrar a sequência da dupla. Resta saber se continuarão com a força de sempre, sem a mesma badalação nesta temporada.
http://trivela.uol.com.br/especial-25-motivos-para-acompanhar-de-perto-a-liga-europa-201718/

Parafraseando Juan Román Riquelme, a Liga Europa só começa nos mata-matas. A fase de grupos é importante principalmente para os times que caem em chaves mais difíceis, mas os favoritos só começam a se confirmar quando o bicho pega nos 16-avos de final. Até porque boa parte dos últimos campeões são justamente os clubes repescados da Champions, após ficarem com a terceira colocação de suas chaves. Desde 1999/00, quando essa regra começou, sete dos últimos 18 campeões pegaram este atalho. Nesta década, apenas o Chelsea de 2012 e o Sevilla de 2016 fizeram este caminho.
http://trivela.uol.com.br/especial-25-motivos-para-acompanhar-de-perto-a-liga-europa-201718/

Douglas; Victor García, Jubal, Pedrão e N’Clomande Konan; Alhassan Wakaso, Paolo Hurtado e Guillermo Celis; Raphinha, Rincon e David Teixeira. Este foi o time titular do Vitória de Guimarães no empate por 1 a 1 contra o Red Bull Salrzburg, nesta quinta-feira, pela primeira rodada da Liga Europa. E o que tem de extraordinário nesta lista é que não havia sequer um europeu entre os onze iniciais.
De acordo com este jornalista do Daily Mirror, este foi o primeiro jogo de Copa Europeia da história com um time titular sem nenhum jogador nascido no continente. E o Opta Joe, site especializado em estatísticas, confirmou que foi a primeira vez que isso acontece, pelo menos na Liga Europa.
http://trivela.uol.com.br/o-vitoria-de-guimaraes-entrou-em-campo-na-liga-europa-sem-nenhum-europeu-no-time-titular/

O Östersunds entrou na Liga Europa como um completo azarão, mesmo nas preliminares. Poucos esperavam algo de especial dos nanicos suecos, que há seis anos estavam na quarta divisão e sequer haviam disputado a elite do campeonato nacional. Na temporada passada, a equipe conquistou a Copa da Suécia e já poderia se dar por satisfeita pela presença no torneio continental. Mas não parariam por aí. Eliminaram Galatasaray, Fola Esch e Paok para fazer história, alcançando a fase de grupos logo no debute internacional. E estrearam na fase de grupos já com vitória. Viajaram à Ucrânia, para vencer o Zorya Luhansk por 2 a 0.
http://trivela.uol.com.br/a-epopeia-continua-ostersunds-apronta-mais-uma-vez-e-estreia-com-vitoria-em-noite-de-pinturas/

A partida entre Arsenal e Colônia, pela primeira rodada da fase de grupos da Liga Europa, estava marcada para as 16h05 (de Brasília) desta quinta-feira e precisou ser atrasada em uma hora. Isso porque houve um conflito entre torcedores do time alemão e a polícia, o que obrigou o fechamento do Emirates Stadium, em Londres.
Um cordão com oficiais de segurança foi feito para bloquear a entrada na casa dos Gunners, para que um grupo fosse separado.
Mais cedo, milhares fãs do Colônia, que volta a disputar uma competição europeia após 20 anos de ausência, fizeram um espetáculo nas ruas de Londres. Porém, tal cena deu lugar a uma cena lamentável horas mais tarde.
De acordo com o jornal alemão Bild, 10 mil torcedores da equipe germânica estão em Londres, mas, oficialmente, somente 2900 possuem ingressos para o jogo.
http://espn.uol.com.br/noticia/727025_confusao-de-torcida-do-colonia-e-policia-atrasa-jogo-contra-o-arsenal-em-uma-hora

A torcida do Colônia promoveu uma verdadeira invasão a Londres para acompanhar a volta da equipe a competições internacionais nesta última quinta-feira, quando os alemães perderam para o Arsenal por 3 a 1. Porém, os quase 20 mil torcedores que foram à capital inglesa - com apenas três mil ingressos disponíveis - causaram problemas dentro e fora do estádio dos Gunners, que podem gerar punições para os dois clubes. A Uefa indiciou as agremiações e o Comitê de Controle, Ética e Disciplinar irá julgar ambos no dia 21 de setembro.
O clube alemão enfrenta quatro acusações: lançar fogos de artifício, lançar objetos no gramado, atos de vandalismo e confusões com o públicos. Por outro lado, o Arsenal será investigado por bloquear escadas no setor destinado para a torcida visitante. A partida teve atraso de mais de uma hora por conta dos milhares de torcedores do Colônia que chegaram ao estádio sem ingressos.
https://globoesporte.globo.com/futebol/liga-europa/noticia/arsenal-e-colonia-sao-indiciados-pela-uefa-por-problemas-com-torcida-alema.ghtml

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Sab Set 16, 2017 11:39 am

O empate (1x1) do V. Guimarães frente ao Red Bull Salzburg, a contar para a primeira jornada da Fase de Grupos da Liga Europa, foi notícia na Europa e não pelo futebol. Começou a circular a informação de que a equipa de Pedro Martins era a primeira a apresentar um 11 sem qualquer jogador europeu num jogo a contar para uma prova europeia. A situação é realmente curiosa, mas o zerozero, com a ajuda do Playmaker, já confirmou que tal não passa de uma curiosidade e não de uma questão única.
Na realidade, já por duas vezes uma equipa jogou numa prova europeia sem qualquer jogador europeu no seu 11 inicial. A mesma equipa, na mesma temporada, alcançou esse «feito» por duas vezes, antes do V: Guimarães. Estamos a falar KSK Beveren, um clube belga que durante muitos anos foi conhecido por ser ponto de passagem de jogadores da Costa do Marfim para a Europa. Jogadores como Yaya Touré, Gervinho ou Eboué passaram por este clube.
Na temporada 2004/2005 o KSK Beveren teve duas partidas na Europa onde apresentou um 11 inicial feito apenas com jogadores da Costa do Marfim. O primeiro ocorreu no dia 12 de agosto de 2004. Na 2ª Segunda Pré-Eliminatória de acesso à Taça UEFA, o clube belga recebeu e venceu o Vaduz por 3x1. Cerca de um mês depois, a mesma equipa voltou a apresentar uma equipa titular apenas com jogadores da Costa do Marfim. Frente ao Levski Sofia, o  KSK Beveren empatou 1x1.
Portanto, Pedro Martins tornou o V. Guimarães a primeira equipa portuguesa a jogar sem europeus na equipa titular, mas fica atrás do KSK Beveren neste feito na Europa.
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205349

Finalmente, Lionel Messi conseguiu marcar a Gianluigi Buffon, emblemático guarda-redes italiano da Juventus, no encontro desta semana da Liga dos Campeões, que o Barcelona venceu por 3-0.
De todos guarda-redes que defrontou na carreira, fica a faltar três guardes-redes a quem o astro argentino nunca conseguiu marcar, segundo a rádio catalã El Club de la Mitjanit.
São eles o russo Sergei Ryzhikov, do Rubin Kaza, Pepe Reina, do Nápoles, e também Júlio César que representa atualmente o Benfica.
http://abola.pt/Internacional/Noticias/Ver/692183

O formato para as edições da UEFA Champions League e UEFA Europa League de 2018/19, 2019/20 e 2020/21 foram confirmadas, sem mudanças no sistema das competições, mas um novo procedimento no que diz respeito a entradas na prova.

Alterações
Os vencedores da UEFA Europa League vão qualificar-se automaticamente para a fase de grupos da UEFA Champions League (actualmente podem, potencialmente, ser colocados ainda no "play-off" da prova).
Os quatro primeiros classificados das Ligas das quatro federações nacionais mais bem posicionadas no ranking passam a qualificar-se automaticamente para a fase de grupos da UEFA Champions League.
Os detalhes completos da lista de acesso para ambas as competições serão anunciados no final do ano.
Um novo sistema para o coeficiente de clubes: os clubes passarão a ser avaliados apenas segundo os seus próprios registos (desaparece a partilha do coeficiente do país para o coeficiente individual do clube a menos que esse coeficiente seja mais baixo do que 20 por cento do coeficiente da respectiva federação nacional).
O sucesso histórico na competição também será considerado no cálculo do ranking (pontos atribuídos por anteriores títulos europeus, com um sistema ponderado para títulos na UEFA Champions League e UEFA Europa League)
A distribuição financeira para os clubes aumentará significativamente em ambas as competições.
Um novo sistema de distribuição financeiro com quatro pilares (prémio de entrada, desempenho na competição, coeficiente individual do clube e parcela de mercado) irá ditar uma melhor recompensa do desempenho desportivo, com a parcela de mercado a ser reduzida.

O que não muda
Prossegue o Caminho dos Campeões e o Caminho das Ligas na UEFA Champions League, garantindo que clubes de todas as federações poderão aceder à prova através das suas Ligas domésticas e qualificar-se para qualquer uma das competições.
A UEFA Champions League continuará a ter uma fase de grupos com 32 equipas, seguindo-se uma fase a eliminar com 16 clubes. Em paralelo, a UEFA Europa League continuará a contar com 48 equipas na fase de grupos.
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2399172.html

Como estamos no último ano do ciclo 2015-18, os valores foram mantidos. Na prática, isso significa que o abismo financeiro entre UCL e UEL permanece: enquanto a primeira repartirá € 761,9 milhões em bônus fixos por performance e classificação a partir da fase de grupos, a segunda dividirá “apenas” € 239,8 milhões. A diferença fica ainda maior na divisão do market pool (as receitas de mídia, que os clubes recebem proporcionalmente aos contratos de TV fechados em seus países, e de acordo com suas campanhas finais): € 507 milhões contra € 160 para a UEL. Já o montante para os ditos “pagamentos de solidariedade”, realizados nas fases preliminares — como bem sabe o Ajax — será de € 82,2 milhões.
Se somado às premiações da futura UEFA Supercup 2017-18, o total de dinheiro distribuído pela entidade chegará a estratosféricos € 2,35 bilhões (R$ 8.953,5 bilhões, sendo € 1,00 = R$ 3,81). Abaixo, você confere a divisão de recursos, fase a fase, nas duas competições.

CHAMPIONS LEAGUE
Um clube que inicie sua campanha europeia na fase de grupos (exemplo: Real Madrid) poderá receber, no máximo, € 57,2 milhões. Se a equipe chegou aos grupos via play-off (exemplo: Liverpool), esse valor pode subir para € 59,2 milhões — e o mesmo caso se aplica para clubes que tenham começado nas preliminares. Confira:

— 1ª Preliminar: € 220 mil (se o clube não chegar à fase de grupos);
— 2ª Preliminar: € 320 mil (se o clube não chegar à fase de grupos);
— 3ª Preliminar: € 420 mil para os clubes eliminados (que disputarão os play-offs da Europa League);
— Play-offs:
– € 2 milhões para os clubes classificados;
– € 3 milhões para os clubes eliminados (que disputarão a fase de grupos da UEL) que tenham estreado nessa fase; e
– € 3 milhões + premiações da 1ª e 2ª Preliminares (além de € 260 mil, caso o clube tenha sido campeão nacional na temporada anterior);
— Fase de Grupos: € 12,7 milhões pela participação + € 1,5 milhão por vitória e € 500 mil por empate.
— Oitavas de Final: € 6 milhões.
— Quartas de Final: € 6,5 milhões.
— Semifinal: € 7,5 milhões.
— Final: € 15,5 milhões para o campeão e € 11 milhões para o vice-campeão.

EUROPA LEAGUE
Um clube que inicie sua campanha europeia na fase de grupos (exemplo: Arsenal) poderá receber, no máximo, € 15,71 milhões. Se a equipe chegou aos grupos após ser eliminada nos play-offs da Champions (exemplo: Hoffenheim), esse valor pode subir para € 18,71 milhões. Já um time que “caia” da fase de grupos da UCL terá a chance de embolsar € 23,05 milhões.

— 1ª Preliminar: € 215 mil.
— 2ª Preliminar: € 225 mil.
— 3ª Preliminar: € 235 mil.
— Play-offs: € 245 mil para os clubes eliminados.
— Fase de Grupos: € 2,6 milhões pela participação + € 360 mil por vitória e € 120 mil por empate + € 600 mil pela liderança ou € 300 mil pela vice-liderança.
— 16-avos de Final: € 500 mil.
— Oitavas de Final: € 750 mil.
— Quartas de Final: € 1 milhão.
— Semifinal: € 1,6 milhões.
— Final: € 6,5 milhões para o campeão e € 3,5 milhões para o vice-campeão.
http://www.goal.com/br/news/230/champions-league/2017/09/14/38592932/futmkt-uefa-mant%C3%A9m-as-premia%C3%A7%C3%B5es-da-ucl-e-uel-para-2017-18

Douglas Jesus (BRA), Víctor García (VEN), Jubal (BRA), Pedrão (BRA) e Ghislain Konan (CMR); Paolo Hurtado (PER), Alhassan Wakaso (GAN) e Guillermo Celis (COL); Sebastián Rincón (COL), David Teixeira (URU) e Raphael (BRA). Esse foi o time que o Vitória de Guimarães mandou a campo na estreia pela Liga Europa, diante do Red Bull Salzburg, na quinta-feira.
Foi a primeira vez que um clube não escalou ao menos um jogador nascido na Europa nas fases decisivas das competições continentais  - o Beveren, da Bélgica, fez isso em dois jogos pelas fases preliminares da Copa Uefa de 2004-05, contra Levski Sofia e Vaduz.
http://espn.uol.com.br/post/727249_o-vitoria-de-guimaraes-nao-escalou-europeus-como-titulares-na-liga-europa

Espanha e Portugal se aproximaram para uma cooperação em conjunto no futebol. E que deve gerar um novo torneio de pós-temporada para os clubes de ambos os países. Nesta semana, os presidentes das duas ligas nacionais de futebol se reuniram em Madri e assinaram uma parceria para promover o “intercâmbio de experiências”. Além disso, o ex-árbitro Pedro Proença, atual mandatário da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, alinhou a criação de uma ‘Liga Ibérica’ com o espanhol Javier Tebas. A intenção é de que os planos saiam do papel até 2019.
Apesar do nome ambicioso, a Liga Ibérica deverá ser a princípio um torneio de tiro curto, aproveitando os laços culturais entre as duas nações. “Em termos desportivos, queremos ter a tão falada Liga Ibérica. Ainda este final de temporada, vamos ver se é possível ter um quadrangular com equipas portuguesas e espanholas, fomentando aquilo que queremos da parceria entre os dois países”, declarou Pedro Proença, ao jornal Record.
A cooperação entre as duas ligas, porém, não se limita a esse aspecto. Os portugueses almejam aprender com o modelo de negócio aplicado no Campeonato Espanhol, considerado um exemplo por todo o faturamento que consegue gerar. Em contrapartida, os espanhóis esperam absorver a experiência lusitana com o árbitro de vídeo, recém-implementado no Campeonato Português e que ainda é apenas um plano futuro em La Liga, sem dada estipulada para o uso da tecnologia.
As ligas de Espanha e Portugal também pretendem desenvolver projetos sociais em conjunto, assim como atuar lado a lado para a internacionalização de suas competições. Neste sentido, por mais que preencha apenas uma pequena parte do calendário e não seja tratada como prioridade, a Liga Ibérica pode ajudar. Resta saber se os gigantes espanhóis aceitarão bem esse projeto, dentro de um calendário que já costuma ser apertado.
Todavia, em tempos nos quais as discussões sobre a independência da Catalunha ganham força, a aproximação entre espanhóis e portugueses pode ser um passo à frente em direção a um plano maior, que unisse as três “nacionalidades” – como já é vislumbrado desde 2015. Dentro deste possível cenário, os clubes portugueses têm a chance de se beneficiar do tabuleiro político dos vizinhos, em uma liga supranacional que expandissem ambos os mercados.
http://m.trivela.uol.com.br/ligas-de-espanha-e-portugal-se-aproximam-para-criar-liga-iberica-ao-final-da-temporada/

A Federação Alemã de Futebol (DBF) apresentou hoje as 10 cidades que integram a candidatura germânica à organização do Europeu de futebol de 2024, evento ao qual também se candidata a Turquia.
De um lote de 14, a DBF escolheu as cidades de Berlim, Munique, Dortmund, Dusseldorf, Estugarda, Frankfurt, Gelsenkirchen, Hamburgo, Colónia e Leipzig.
Em março passado, a UEFA confirmou que as federações alemã e turca foram as únicas a entregar declarações de interesse em organizar o Euro2020.
A DBF mostra-se convicta de voltar a organizar um campeonato europeu, competição que já recebeu em 1988, com o presidente do organismo, Reinhard Grindel, a afirmar que acolher a competição em 2024 será "uma oportunidade para o futebol e para o país".
A próxima edição da prova, conquistada por Portugal em 2016, vai ser disputada em cidades de 13 países, com Londres a acolher os jogos das meias-finais e da final.
http://www.dn.pt/lusa/interior/alemanha-anuncia-as-10-cidades-da-candidatura-ao-europeu-de-futebol-de-2024-8773626.html

Se dentro do campo Neymar está justificando o investimento feito pelo Paris Saint-Germain, fora de campo o sucesso também acontece. Segundo a BFM Sport, no último mês foram vendidas 120 mil camisas do atacante, contratação mais cara da história do futebol mundial.
Na capital francesa, a euforia pela contratação do brasileiro, bem como a do jovem Mbappé, provocou um aumento de 75% nas vendas em comparação ao mesmo período do ano passado. E não é raro que os uniformes do PSG fiquem em falta nas lojas oficiais.
Existe até certa preocupação da Nike, fornecedora de materiais esportivos do clube, que prevê uma demora de dois meses para poder reabastecer as lojas com a camisa do clube com o número 10 nas costas.
http://espn.uol.com.br/noticia/727747_com-neymar-vendas-de-camisas-do-psg-crescem-75-e-lojas-ja-temem-ficar-sem-estoque

Globo e PSG ensaiam uma aproximação. Dona dos direitos de transmissão do Campeonato Francês até o final da atual temporada e com interesse de manter o certame, o interesse da Globo tem um nome: Neymar.
No início da semana, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelafi, afirmou ao ''Daily Telegraph'' que tinha falado com o dono da Globo sobre a audiência da apresentação de Neymar, afirmando ter sido de 85 milhões brasileiros.
O certo é que executivos da Globo viajaram a Paris para assistir a partidas e há conversas com a diretoria do PSG. A emissora poderia se beneficiar das imagens de Neymar e o clube da penetração no mercado brasileiro.
O próprio Al-Khelafi citou o interesse brasileiro ao falar sobre o potencial de aumento de receitas do clube, necessário para o PSG se enquadrar nas regras de Fair Play Financeiro da UEFA.
Haverá uma concorrência pelos direitos do Campeonato Francês que deve ocorrer neste final do ano: há uma expectativa de que seja lançado após outubro. Outras emissoras de TV Fechada entendem que o campeonato se valorizou bastante com a presença de Neymar.
A Globo deixou claro seu interesse ao exibir imagens de jogo do PSG em flashes até em TV Aberta para mostrar Neymar ao público brasileiro. O resultado foi considerado satisfatório. Isso pode se repetir neste domingo em que o PSG atua contra o Lyon justamente no horário da rodada do Brasileiro.
http://www.esporteemidia.com/2017/09/neymar-faz-globo-se-aproximar-do-psg.html

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Dom Set 17, 2017 4:26 pm

Terça (19/09)

13:30 Monchengladbach x Stuttgart [ESPN+] (Campeonato Alemão)
15:00 Valencia x Malaga [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Espanhol)
15:30 Schalke x Bayern [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
15:30 Augsburg x Leipzig [ESPN+] (Campeonato Alemão)
15:30 Palermo x Perugia [Bandsports / Bandsports HD] (2ª Divisão Campeonato Italiano)
15:45 Bologna x Internazionale [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
15:45 Leicester x Liverpool [ESPN / ESPNHD] (Copa da Liga Inglesa)
17:00 Barcelona x Eibar [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Espanhol)

Quarta (20/09)

13:00 Benevento x Roma [ESPN / ESPNHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
15:00 Athletic x Atlético [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:30 Hamburgo x Dortmund [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Alemão)
15:45 Milan x SPAL [ESPN Extra] (Campeonato Italiano)
15:45 Juventus x Fiorentina [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
15:45 Chelsea x Nottingham [ESPNBR / ESPNBRHD] (Copa da Liga Inglesa)
16:00 Man. United x Burton [ESPN+] (Copa da Liga Inglesa)
17:00 Real Madrid x Betis [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
17:15 Benfica x Braga [RTP] (Copa da Liga Portuguesa)

Quinta (21/09)

15:00 Villarreal x Espanyol [ESPN+] (Campeonato Espanhol)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Seg Set 18, 2017 3:25 pm

Praticamente toda semana eu escolho um campeonato fora do "eixo" pra assistir um jogo, nesse final de semana pela primeira vez optei por ver um jogo israelita. Achei legal, o futebol foi fraco, mas ao menos bem corrido.
Da Uefa agora fica faltando apenas Gibraltar.

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Ter Set 19, 2017 2:06 pm

Os melhores marcadores de sempre da UEFA Champions League.

Melhores marcadores de sempre da UEFA Champions League (excluindo pré-eliminatórias).
107: Cristiano Ronaldo (POR, Manchester United, Real Madrid)
96: Lionel Messi (ARG, Barcelona)
71: Raúl González (ESP, Real Madrid, Schalke)
56: Ruud van Nistelrooy (NED, PSV Eindhoven, Manchester United, Real Madrid)
51: Karim Benzema (FRA, Lyon, Real Madrid)

Mehores marcadores de sempre da Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League scorers (incluindo pré-eliminatórias)
108: Cristiano Ronaldo (POR, Manchester United, Real Madrid)
96: Lionel Messi (ARG, Barcelona)
71: Raúl González (ESP, Real Madrid)
60: Ruud van Nistelrooy (NED, PSV Eindhoven, Manchester United, Real Madrid)
59: Andriy Shevchenko (UKR, Dínamo Kiev, AC Milan, Chelsea)

Melhores marcadores de sempre da Taça dos Campeões Europeus (incluindo pré-eliminatórias)
49: Alfredo Di Stéfano (ARG/ESP, Real Madrid)
47: Eusébio (POR, Benfica)
35: Ferenc Puskás (HUN, Honvéd, Real Madrid)
34: Gerd Müller (GER, Bayern München)
32: Francisco Gento (ESP, Real Madrid)

Melhores marcadores da UEFA Champions League por temporada (desde a fase de grupos à final)
2016/17: Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 12
2015/16: Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 16
2014/15: Lionel Messi (Barcelona), Neymar (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 10
2013/14: Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 17
2012/13: Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 12
2011/12: Lionel Messi (Barcelona) – 14
2010/11: Lionel Messi (Barcelona) – 12
2009/10: Lionel Messi (Barcelona) – 8
2008/09: Lionel Messi (Barcelona) – 9
2007/08: Cristiano Ronaldo (Manchester United) – 8
2006/07: Kaká (AC Milan) – 10
2005/06: Andriy Shevchenko (AC Milan) – 9
2004/05: Ruud van Nistelrooy (Manchester United) – 8
2003/04: Fernando Morientes (Mónaco) – 9
2002/03: Ruud van Nistelrooy (Manchester United) – 12
2001/02: Ruud van Nistelrooy (Manchester United) – 10
2000/01: Raúl González (Real Madrid) – 7
1999/2000: Mário Jardel (Porto), Rivaldo (Barcelona), Raúl González (Real Madrid) – 10
1998/99: Andriy Shevchenko (Dínamo Kiev), Dwight Yorke (Manchester United) – 8
1997/98: Alessandro Del Piero (Juventus) – 10
1996/97: Milinko Pantić (Atlético Madrid) – 5
1995/96: Jari Litmanen (Ajax) – 9
1994/95: George Weah (Paris Saint-Germain) – 7
1993/94: Hristo Stoichkov (Barcelona) – 5
1992/93: Franck Sauzée (Marselha) – 5
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2282664.html

Melhores marcadores de sempre da UEFA Europa League

Melhor marcador da UEFA Europa League (fase de grupos até à final)
30: Radamel Falcao (COL, Porto, Atlético Madrid)
20: Óscar Cardozo (PAR, Benfica)
18: Aritz Aduriz (ESP, Athletic Club)
17: Kevin Gameiro (FRA, Sevilha, Paris Saint-Germain, Strasbourg)
17: Giuseppe Rossi (ITA, Parma, Villarreal, Fiorentina)

Recordes da fase de grupos da UEFA Europa League
Melhor marcador da UEFA Europa League/Taça UEFA (incluindo pré-eliminatórias)
40: Henrik Larsson (SWE, Feyenoord, Celtic, Helsingborg)
34: Klaas-Jan Huntelaar (NED, Heerenveen, Ajax, Schalke)
31: Radamel Falcao (COL, Porto, Atlético Madrid)
29: Dieter Müller (GER, Köln, Stuttgart, Bordéus)
27: Shota Arveladze (GEO, Dinamo Tbilisi, Trabzonspor, Ajax, Rangers, AZ Alkmaar)

Melhor marcador da Taça UEFA (incluindo pré-eliminatórias)
37: Henrik Larsson (SWE, Feyenoord, Celtic, Helsingborg)
29: Dieter Müller (GER, Köln, Stuttgart, Bordéus)
27: Shota Arveladze (GEO, Dinamo Tbilisi, Trabzonspor, Ajax, Rangers, AZ Alkmaar)
25: Alessandro Altobelli (ITA, Internazionale Milano, Juventus)
23: Jupp Heynckes (GER, Borussia Mönchengladbach)

Melhor marcador da UEFA Europa League época após época (fase de grupos até à final)
2009/10: Óscar Cardozo (Benfica) e Claudio Pizarro (Werder Bremen) – 9
2010/11: Radamel Falcao (Porto) – 17
2011/12: Radamel Falcao (Atlético Madrid) – 12
2012/13: Libor Kozák (Lazio) – 8
2013/14: Jonathan Soriano (Salzburgo) – 8
2014/15: Alan (Salzburg) & Romelu Lukaku (Everton) – 8
2015/16: Aritz Aduriz (Athletic Club) – 10
2016/17: Edin Džeko (Roma) & Giulianio (Zenit) – 8
http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=2502619.html

Quem marcou 50 ou mais golos nas provas de clubes da UEFA?
Sergio Agüero tornou-se no 16º jogador a chegar aos 50 golos nas competições de clubes da UEFA ao marcar pelo Manchester City frente ao Feyenoord, na primeira jornada da fase de grupos da UEFA Champions League, enquanto Robert Lewandowski, do Bayern (actualmente com 48), poderá ser o próximo a integrar o ilustre rol.

Jogadores com 50 ou mais golos marcados nas competições de clubes da UEFA*
110: Cristiano Ronaldo (POR, Sporting, Manchester United, Real Madrid)
99: Lionel Messi (ARG, Barcelona)
76: Raúl González (ESP, Real Madrid, Schalke)
70: Filippo Inzaghi (ITA, Parma, Juventus, Milan)
67: Andriy Shevchenko (UKR, Dínamo Kiev, Milan, Chelsea)
62: Ruud van Nistelrooy (NED, Heerenveen, PSV Eindhoven, Manchester United, Real Madrid, Hamburgo)
61: Gerd Müller (GER, Bayern)
59: Thierry Henry (FRA, Mónaco, Juventus, Arsenal, Barcelona)
59: Henrik Larsson (SWE, Feyenoord, Celtic, Barcelona, Manchester United, Helsingborg)
56: Zlatan Ibrahimović (SWE, Ajax, Juventus, Inter, Barcelona, Milan, Paris Saint-Germain, Manchester United)
54: Eusébio (POR, Benfica)
53: Alessandro Del Piero (ITA, Juventus)
51: Karim Benzema (FRA, Lyon, Real Madrid)
50: Sergio Agüero (ARG, Atlético, Manchester City)
50: Didier Drogba (CIV, Marselha, Chelsea, Galatasaray)
50: Klaas-Jan Huntelaar (NED, Heerenveen, Ajax, Milan, Schalke)

*Por competições de clubes da UEFA entende-se Taça dos Clubes Campeões Europeus/UEFA Champions League, Taça UEFA/UEFA Europa League, Taça dos Vencedores das Taças da UEFA, SuperTaça Europeia e Taça UEFA Intertoto
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2286226.html#quem+marcou+mais+golos+provas+clubes+uefa

Gabriel Jesus fez um dos gols da vitória do Manchester City por 6 a 0 sobre o Watford no sábado (16) e chegou a uma marca relevante. Segundo levantamento do jornal Daily Mail, o brasileiro se tornou o jogador com melhor média de gols por minuto em toda a história da Premier League, desde 1993: um a cada 88,8 minutos.
O atacante brasileiro tem 11 gols marcados no Campeonato Inglês, sendo que na atual temporada, marcou quatro. De acordo com a publicação, o brasileiro assumiu a liderança de melhor média de gols marcados por minuto com o tento anotado contra o Watford. A lista só leva em consideração jogadores que marcaram mais de 10 gols na competição e é atualizada a cada rodada.
http://www.goal.com/br/news/3597/inglaterra/2017/09/18/38748562/gabriel-jesus-tem-a-melhor-m%C3%A9dia-de-gols-por-minuto-no

Jornal anuncia lista de candidatos ao prêmio Golden Boy. Tradicional disputa elege o melhor jogador sub-21 do futebol europeu no ano.

Confira a lista com os 25 candidatos:
Goleiros: Donnarumma (Milan)
Defensores: Aarón Martín (Espanyol), Joe Gomez (Liverpool), Henrichs (Bayer Leverkusen), Oxford (Monchengladbach), Theo Hernandez (Real Madrid), Walker-Peters (Tottenham)
Meiocampistas: Bentancur (Juventus), Diawara (Napoli), Pulisic (Borussia Dortmund), Saint-Maximin (Nice), Bergwijn (PSV), Augustin (RB Leipzig), Tielemans (Monaco)
Atacantes: Calvert-Lewin (Everton), Chiesa (Fiorentina), Dembélé (Barcelona), Dolberg (Ajax), Gabriel Jesus (Manchester City), Borja Mayoral (Real Madrid), Mbappé (PSG), Emre Mor (Celta de Vigo), Rashford (Manchester United), Solanke (Liverpool), Unal (Villarreal)
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/com-gabriel-jesus-jornal-anuncia-lista-de-candidatos-ao-premio-golden-boy.ghtml

Gianni Infantino, presidente da FIFA, organismo que tutela o futebol mundial, disse hoje estar muito satisfeito com a introdução do vídeo-árbitro, afirmando que os resultados têm sido positivos. No entanto, assume que é normal existirem existirem 'pequenos erros'.
«É dito que o vídeo pode ver tudo, corrigir tudo, mas esquecemo-nos que quando vemos um jogo na televisão, podemos ter três interpretações do mesmo lance e não é esse o objetivo do vídeo. O objetivo é retificar grandes erros, para que um Mundial não seja decidido com um grave erro de arbitragem», começou por dizer o dirigente.
Assim sendo, Infantino, que falou aos jornalistas no decorrer da apresentação do Mundial de futebol feminino, que se irá realizar em França, daqui a dois anos, mostrou a diferença entre esta tecnologia e a imagem repetida na televisão.
«Tem sido visto nos locais de teste, tirando os pequenos erros, aqui e acolá, que nenhuma boa decisão de um árbitro foi contrariada, mudada. Ao contrário, as más decisões, sete na Taça das Confederações, foram alteradas. Esta é a ajuda aos árbitros, é a ajuda às pessoas», afirmou o presidente da FIFA.
Ainda no decorrer do evento, o dirigente falou sobre o fair-play financeiro, regra que avançou quando ainda estava na UEFA, e elogiou a medida.
«Tem sido um grande sucesso. É aplicado e tem sido bom para o futebol europeu. Salvou-o, não nos podemos esquecer disso», finalizou Gianni Infantino.
http://www.futebol365.pt/artigo/177992-infantino-e-o-fair-play-financeiro-salvou-o-futebol-europeu/

desentendimento entre Neymar e Cavani esquentou o clima no Paris Saint-Germain e alimentou o debate em torno da seguinte pergunta: quem deve ser o cobrador de pênaltis do time? O brasileiro? O uruguaio? O ideal é que revezem? Para muita gente, a resposta é simples: deve bater quem tem o melhor aproveitamento nesse quesito. Então, o GloboEsporte.com buscou os números para saber qual dos dois tem um histórico melhor nas penalidades.
Levamos em conta todos os pênaltis cobrados por Neymar como profissional, desde o início de 2010, por Santos, Barcelona, seleção brasileira principal e seleção olímpica. De acordo com levantamento feito pela empresa de estatísticas WSC, o craque bateu 66 pênaltis na carreira: marcou 49 gols e desperdiçou 17. O aproveitamento é de 74%.
A pesquisa em relação a Cavani foi um pouco mais complexa. Não encontramos dados confiáveis da época em que ele ainda atuava no futebol uruguaio - Danúbio, entre 2005 e 2007. Então, utilizamos como base os números do atacante a partir daí: Palermo, Napoli, PSG e seleção uruguaia. Segundo o site especializado "Transfermarket", Cavani bateu 57 pênaltis até hoje: fez 46 gols e desperdiçou 11. O aproveitamento é de 80%.
A conclusão, portanto, é que Cavani vai melhor do que Neymar na marca do pênalti, mesmo a vantagem não sendo ampla. A cada cinco cobranças, o camisa 9 balança as redes quatro vezes.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-frances/noticia/neymar-ou-cavani-saiba-quem-tem-melhor-aproveitamento-nos-penaltis.ghtml

A CBF teve uma jornada de reuniões na Fifa, na qual o assunto do legado da Copa do Mundo foi o principal. Mas os dirigentes da entidade aproveitaram para levar a Zurique uma preocupação compartilhada com os países sul-americanos: a Liga das Nações, que será feita pela Uefa após a Copa da Rússia.
Os europeus vão usar as datas Fifa para uma competição entre si. Com isso, a projeção é que não sobre espaço no calendário para amistosos com as seleções de outros continentes. Este isolamento não agrada.
Apesar do registro da preocupação com a dificuldade futura de amistosos com europeus, a CBF sabe que essa queda de braço não tem como ser vencida. O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, inclusive, estava na sede da Fifa nesta quinta-feira (14), participando de reunião da diretoria de competições, e não retrocederá no projeto.
http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/noticia/2017/09/fifa-ouve-preocupacao-com-novo-torneio-de-selecoes-da-uefa-9900688.html

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qua Set 20, 2017 1:22 pm

O Estadio Metropolitano, em Madrid, foi o palco escolhido para receber a final de 2019 da UEFA Champions League, a 1 de Junho do desse ano.
Construído no local onde no passado se situava o Estádio Olímpico de Madrid, na capital de Espanha, a nova casa do Atlético foi inaugurada no sábado passado com o jogo frente ao Málaga na Liga espanhola.
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2502589.html

O Estádio Olímpico, em Baku, foi escolhido para acolher a final de 2019 da UEFA Europa League.
Marcada para 29 de Maio de 2019, esta será a primeira final europeia realizada na capital da Azerbaijão. Construído para os Jogos Europeus de 2015, o estádio recebeu três jogos da fase de grupos e um dos quartos-de-final do UEFA EURO 2020.
http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=2502579.html

A SuperTaça Europeia da UEFA em 2018 será disputada na Lilleküla Arena, em Tallinn, na Estónia, no dia 15 de Agosto do próximo ano.
A partida será a primeira final europeia de clubes a ter lugar na Estónia, país que acolheu o EURO Sub-19 da UEFA de 2012. Em 2018 assinala-se também o centenário da criação da República da Estónia. A decisão foi tomada durante a reunião do Comité Executivo da UEFA, realizada em Atenas, em Setembro de 2016.
http://pt.uefa.com/uefasupercup/news/newsid=2398344.html

A SuperTaça Europeia da UEFA de 2019 realiza-se no Estádio do Beşiktaş, na quarta-feira, 14 de Agosto desse ano.
O jogo será o primeiro desta competição na Turquia, embora Istambul já tenha recebido a final da UEFA Champions League (2005, Estádio Olímpico Atatürk) e da Taça UEFA (2009, Estádio Şükrü Saracoğlu). A casa do Beşiktaş abriu a 11 de Abril de 2016.)
http://pt.uefa.com/uefasupercup/news/newsid=2502573.html

A Fifa divulgou a lista de 55 jogadores que são os finalistas para o time do ano da FIFPro, na qual os próprios jogadores escolhem os melhores. A lista, como sempre, é totalmente centrada na Europa, embora a Fifa chame de time mundial do ano.
Como esperado, o Real Madrid é o campeão de indicações. São 13 jogadores, contando inclusive aqueles que já deixaram o clube, mas atuaram na temporada passada na equipe. Curiosamente, o Barcelona, que fez uma temporada abaixo do que se esperava, tem nove jogadores. O Bayern tem oito indicados, a Juventus cinco.
Em nacionalidades, a Espanha é a campeã de indicações, com nove jogadores, o Brasil sete e a Alemanha seis. São quatro italianos e três argentinos.
Esta é a lista de indicados ao time do ano Fifa FIFPro:

Goleiros (5): Gianluigi Buffon (ITA/Juventus), David De Gea (ESP/Manchester United), Keylor Navas (CRC/Real Madrid), Manuel Neuer (ALE/Bayern de Munque), Jan Oblak (SVN/Atlético de Madrid);

Defensores (20): David Alaba (AUT/Bayern de Munique), Jordi Alba (ESP/ Barcelona), Dani Alves (BRA/Juventus/Paris Saint-Germain), Jerome Boateng (ALE/Bayern de Munique), Leonardo Bonucci (ITA/Juventus/Milan), Dani Carvajal (ESP/Real Madrid), Giorgio Chiellini (ITA/Juventus), Diego Godin (URU/Atlético de Madrid), Mats Hummels (ALE/Bayern de Munique), Philipp Lahm (ALE/Bayern de Munique), David Luiz (BRA/Chelsea), Marcelo (BRA/Real Madrid), Javier Mascherano (ARG/Barcelona), Pepe (POR/Real Madrid/Besiktas), Gerard Pique (ESP/ Barcelona), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid), Thiago Silva (BRA/Paris Saint-Germain), Samuel Umtiti (FRA/ Barcelona), Antonio Valencia (EQU/Manchester United), Raphael Varane (FRA/Real Madrid);

Meio-campistas(15): Thiago Alcantara (ESP/Bayern de Munique), Sergio Busquets (ESP/Barcelona), Casemiro (BRA/Real Madrid), Philippe Coutinho (BRA/Liverpool), Eden Hazard (BEL/Chelsea), Andres Iniesta (ESP/ Barcelona), Isco(ESP/Real Madrid), N’Golo Kante (FRA/Chelsea), Toni Kroos (GER/Real Madrid), Nemanja Matic(SER/Chelsea/Manchester United), Luka Modric (CRO/Real Madrid), Mesut Özil (ALE/Arsenal), Paul Pogba(FRA/Manchester United), Marco Verratti (ITA/Paris Saint-Germain), Arturo Vidal (CHI/Bayern de Munique);

Atacantes (15): Gareth Bale (GAL/Real Madrid), Karim Benzema (FRA/Real Madrid), Edinson Cavani (URU/Paris Saint-Germain), Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid), Paulo Dybala (ARG/Juventus), Antoine Griezmann (FRA/Atlético de Madrid), Zlatan Ibrahimovic (SUE/Manchester United), Harry Kane (ING/Tottenham Hotspur), Robert Lewandowski(POL/Bayern de Munique), Romelu Lukaku (BEL/Everton/Manchester United), Kylian Mbappe (FRA/Monaco/Paris Saint-Germain), Lionel Messi (ARG/ Barcelona), Neymar (BRA/ Barcelona/Paris Saint-Germain), Alexis Sanchez(CHI/Arsenal), Luis Suarez (URU/Barcelona).
http://trivela.uol.com.br/real-madrid-e-espanha-dominam-55-finalistas-para-time-da-temporada-201617-da-fifpro/

Cadeira vazia é prejuízo, dizem os especialistas em gestão de estádios, porque geralmente há torcedores querendo assistir à partida, se o preço for correto. Agora, imagina o prejuízo quando essas cadeiras vazias, além de tudo, geram uma multa? Celta de Vigo recebeu uma multa da liga espanhola por não ter conseguido preencher pelo menos 70% da capacidade do Balaidos nas suas duas primeiras rodadas do Campeonato Espanhol como mandante.
O Celta colocou 16,961 torcedores contra a Real Sociedad e 17,384 diante do Alavés. As arquibancadas vazias do estádio para 29 mil pessoas foram vistas claramente nas transmissões da televisão, e a diretoria do clube decidiu agir para evitar que isso volte a acontecer – e que novas sanções financeiras sejam impostas.
O próximo jogo no Balaidos será na quinta-feira à noite, contra o Getafe, um duelo de baixa expectativa de público. Por isso, o preço dos ingressos foi reduzido. O mais barato, nos setores Gol e Marcador, caiu de € 20 contra o Alavés para € 15. O mais caro, na Tribuna Alta, foi de € 50 para € 40.
A multa para clubes que não conseguem uma lotação mínima em seus estádios é uma maneira de maquiar a imagem da liga para as transmissões de televisão. Mais do que realmente encher todas as partidas, o importante é que elas pareçam cheias. A medida, quando foi anunciada, em maio do ano passado, fazia parte de uma série para tornar o Campeonato Espanhol mais atraente e concorrer com a Premier League.
“Na temporada que vem vamos trabalhar com uma câmera central fixa, que a Premier League já tem. O regulamento que prevê diferentes padrões e na próxima temporada haverá sanções econômicas para os clubes que não estiverem com todos os lugares ocupados na câmera”, disse Javier Tebas, presidente de La Liga, em entrevista à agência EFE.
http://trivela.uol.com.br/celta-de-vigo-e-multado-por-publico-baixo-e-reduz-preco-dos-ingressos/

Depois de perder as quatro primeiras rodadas por suspensão, Cristiano Ronaldo irá estrear na atual edição do Campeonato Espanhol nesta quarta-feira. O Real Madrid recebe o Real Betis no Santiago Bernabéu buscando evitar que uma marca negativa se repita após 22 anos.
Sem o seu principal nome e atual melhor jogador do mundo, o time merengue tropeçou nas duas partidas que fez em sua casa em La Liga em 2017-18: empates por 2 a 2 e 1 a 1 com Valencia e Levante, respectivamente.
Por conta dos resultados, o atual campeão nacional figura somente na quarta posição após quatro rodadas, com oito pontos, quatro atrás do líder Barcelona. A expectativa dos torcedores é diminuir a diferença com a volta do seu camisa 7.
Antes de pensar em alcançar o rival, porém, o Real tem a missão de impedir que some seu terceiro jogo seguido sem triunfar como mandante no Espanhol. A última vez que o Real viveu um jejum tão grande em casa no início da competição foi em 1995-96.
Na ocasião, a equipe perdeu para Athletic Bilbao e Real Oviedo e empatou com o Barcelona em seus três primeiros compromissos como mandante no Nacional e ainda acabaria no modesto sexto lugar, o que representou sua pior campanha em  40 temporadas.
http://espn.uol.com.br/noticia/728150_ai-vem-o-craque-ronaldo-volta-para-evitar-que-real-iguale-marca-negativa-de-22-anos

Quando fechou a contratação de Ousmane Dembélé junto ao Borussia Dortmund, o Barcelona acertou pagar de imediato 105 milhões de euros (R$ 393 milhões) e outros 40 milhões de euros (quase R$ 150 milhões) em variáveis.
A grave lesão sofrida pelo atacante, no entanto, fará com que o Barça não tenha de pegar uma parte desses valores adicionais.
O jogador de 20 anos machucou a coxa esquerda durante a vitória sobre o Getafe por 2 a 1, no último sábado, pelo Campeonato Espanhol, e vai passar por uma cirurgia na Finlândia nesta semana. O tempo de recuperação estimado pelo clube é entre três meses e meio e quatro meses.
Com isso, Dembélé perderá pelo menos 20 partidas (contando Espanhol, Liga dos Campeões e Copa do Rei) - até seu retorno - na melhor das hipóteses, em janeiro de 2018 - e não vai alcançar a marca de 50 jogos com a camisa blaugrana.
Essa era uma das metas estipuladas na transferência, e o Dortmund deixará de receber 10 milhões de euros (R$ 37 milhões) ainda nesta temporada, revela o jornal alemão Bild nesta segunda-feira.
O Barcelona, então, só precisaria desembolsar esse montante em 2018/2019. Outras variáveis do contrato, porém, devem ser pagas até o meio do próximo ano, como a meta de alcançar a Champions League uma vez nos próximos cinco anos.
http://espn.uol.com.br/noticia/728015_lesao-de-dembele-vai-fazer-barcelona-economizar-r-37-milhoes-veja-o-motivo

O Real Madrid acabou perdendo uma sequência incrível de 73 jogos oficiais marcando ao menos um gol. A última vez que a equipe merengue havia passado em branco havia sido ainda em 26 de abril de 2016, em um 0 a 0 com o Manchester City pela Champions League.
http://espn.uol.com.br/noticia/728730_na-volta-de-ronaldo-real-passa-em-branco-apos-73-jogos-e-perde-para-o-betis

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, defendeu nesta quarta-feira a necessidade de que as leis nacionais e europeias permitam a implementação de medidas que garantam o equilíbrio. O dirgente ainda considerou, durante Congresso Extraordinário em Genebra, que é fundamental que “as equipes pequenas possam continuar competindo nas grandes ligas e que, assim, possa ser mantido o sonho para todos”.
“Isso (a imprevisibilidade e a competitividade) é o que faz o futebol tão especial. Esta é a magia do futebol. Temos que proteger isso antes que seja tarde demais”, disse o executivo esloveno, que se mostrou aberto a “todas e cada uma das propostas que possam fazer bem ao esporte”.
“Limites salariais, imposto de luxo, limites nas equipes, evolução do fair play, reforma no sistema de transferências, a criação de uma instituição para controlar os fluxos financeiros, restrições às comissões pagas aos agentes, a introdução de taxas de solidariedade para ajudar o futebol amador e feminino, limites de transferências, proibição de múltipla propriedade e fortalecimento de regras de utilização de jogadores formados localmente.”
Ceferin também afirmou que a Uefa está comprometida em conseguir em buscar o equilíbrio competitivo e que ele espera que os críticos da atual situação do futebol, mas que não ajudam a mudá-la, permitam alterações nas regras. Ele também disse que a entidade continua tentado alcançar a transparência e a o maior profissionalismo.
http://espn.uol.com.br/noticia/728671_presidente-da-uefa-quer-ajuda-dos-governos-para-manter-competitividade-no-futebol

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 21, 2017 12:45 pm

O goleiro alemão Tom Starke recebeu uma proposta inusitada nesta semana. Aposentado desde o final da última temporada, o arqueiro trabalhava como coordenador de treinos dos arqueiros do Bayern de Munique, mas foi obrigado a interromper a nova função por algum tempo. Com a lesão de Neuer e o retorno previsto apenas para 2018, Carlo Ancelotti convocou seu antigo parceiro de comissão técnica para voltar aos gramados e disputar a posição do camisa um.
http://espn.uol.com.br/noticia/728910_apos-lesao-de-neuer-goleiro-larga-aposentadoria-e-retorna-ao-bayern-de-munique

Já é oficial. Chelsea e Atlético Madrid chegaram a acordo para a transferência de Diego Costa para a formação da capital espanhola. O avançado, de 28 anos, regressa assim ao clube que representou entre 2012 e 2014.
O Atlético Madrid refere que o jogador é esperado nos próximos dias para a realização dos exames médicos, seguindo-se a assinatura de contrato.
http://www.record.pt/internacional/paises/espanha/detalhe/oficial-diego-costa-ruma-ao-atletico-madrid.html

Sétima colocação no Campeonato Espanhol após cinco rodadas, sete pontos de desvantagem para o líder Barcelona, má fase e críticas da torcida a Gareth Bale... talvez nem o mais pessimista torcedor poderia imaginar um começo de temporada tão ruim do Real Madrid, atual campeão espanhol e bicampeão europeu, na atual edição do campeonato nacional.
Alguns números, acompanhados dos fatos mencionados acima, ajudam a compreender o quão negativa é a fase do time madrilenho, que até venceu seus dois compromissos fora de casa, contra Deportivo La Coruña e Real Sociedad. No entanto, ainda não ganhou em casa. Depois de empates com Valencia e Levante, o time foi derrotado pelo Real Betis por 1 a 0 nesta quarta-feira, dia em que Cristiano Ronaldo fez sua estreia em La Liga, após ter cumprido suspensão.
Pela primeira vez em 22 anos, a equipe começou o Espanhol sem vencer seus três primeiros jogos no Santiago Bernabéu pela competição. Em 1995-96, a equipe perdeu para Athletic Bilbao e Real Oviedo e empatou com o Barcelona. Após o mau início, o Real acabaria no modesto sexto lugar, o que representou sua pior campanha em 40 temporadas.
De acordo com o MisterChip, página do Twitter especializada em estatísticas do futebol, o Betis encerrou uma série de partidas seguidas do clube merengue sem perder em casa no Espanhol diante de rivais que não sejam o Barcelona e o Atlético de Madri - a sequência durava 106 confrontos. O último revés nestas circunstâncias ocorrera em abril de 2011, diante do Real Zaragoza, por 3 a 2.
Ainda segundo o MisterChip, 181 equipes começaram o Nacional sem triunfar em seus três primeiros compromissos em casa e nenhuma delas terminou a campanha com o título. Além disso, sempre segundo a página de estatísticas, os madrilenhos somente conseguiram tirar uma desvantagem de sete pontos em relação ao líder e ficar com o título em uma ocasião, em 2002-03.
http://espn.uol.com.br/noticia/728824_veja-com-estatisticas-o-tamanho-da-ma-fase-do-real-madrid

O técnico do Paris Saint-Germain, Unai Enery, declarou que a discussão entre Cavani e Neymar não afeta "a boa harmonia" do grupo e se recusou a divulgar quem será o batedor oficial de pênaltis da equipe.
"No final da partida (vitória por 2 a 0 contra o Lyon), em um estado emocional muito alto, pode ter havido uma conversa que alguém pode chamar de discussão, mas que são normais, que acontecem em todas as partidas, mas isso não acaba com a boa harmonia e o bom ambiente presente na equipe", disse Emery na conferência de imprensa.
As declarações do treinador confirmam que houveram momentos de tensão no vestiário após o confronto, quando os atacantes discutiram sobre quem iria cobrar o pênalti.
O jornal L'Équipe garantiu que a divergência entre os dois foi tanta, que a situação quase partiu de uma discussão para as vias de fato. Unai Emery, no entanto, não confirmou as acusações.
"São dois jogadores muito competitivos, que querem o melhor para a equipe, e logicamente, também tem objetivos individuais. Tem uma boa relação dentro do grupo", comentou o treinador espanhol.
Emery revelou que já conversou individualmente sobre o assunto, mas seguiu se recusando a revelar uma ordem de preferência para decidir o batedor.
"Primeiro direi isto a eles dois, e depois, a toda a equipe, por isso vamos esperar até o sábado (confronto pela Ligue 1 contra o Montpellier). Cavani e Neymar são os batedores porque eles são capazes e podem assumir esta responsabilidade", finalizou o técnico.
http://espn.uol.com.br/noticia/728885_tecnico-do-psg-faz-misterio-sobre-quem-ira-bater-penaltis-no-time

O técnico do Dinamo Zagreb-CRO, Mario Cvitanovic, foi hospitalizado na noite de quarta-feira após ser espancado por pessoas que não foram identificados, em frente a sua residência, em Zagreb, capital da Croácia, informa hoje a imprensa local.
Cvitanovic, que já deixou o hospital, foi atacado com taco de beisebol e teve braço fraturado, quando retornava pra casa após a partida em que seu time goleou o NK Borac, por 6 a 0, pela Taça da Croácia, segundo o portal de notícias Index.
A diretoria do Dinamo emitiu um comunicado pedindo que a polícia acelere a investigação e identifique os agressores.
Na mesma nota foi lembrado que o ex-dirigente do clube, Zdravko Mamic, foi baleado na perna, no mês passado, por dois criminosos, perto de sua cidade natal, na Bósnia e Herzegovina, e também que outros dirigentes do Dinamo sofreram ataques verbais.
Mamic, considerado até recentemente como a pessoa que controlava todo o futebol croata, está sendo julgado por má administração no Dinamo e fraude fiscal.
O Dinamo Zagreb é o time mais vencedor da história do futebol croata, com 18 títulos da liga nacional, 14 da Copa da Croácia e mais quatro Supercopas.
Ex-zagueiro, Mario Cvitanovic é um dos grandes ídolos da história da equipe, tendo defendido o clube por seis anos, divididos em duas passagens (1995 a 2000 e 2005 a 2006).
Ele se aposentou dos gramados em 2009 e trabalha no time desde 2015, quando assumiu o Dinamo Zagreb II. Neste ano, ele foi promovido a comandante do elenco principal.
http://espn.uol.com.br/noticia/728865_tecnico-de-maior-time-da-croacia-e-espancado-com-taco-de-beisebol-na-frente-de-sua-casa

A Fifa investiga alguns clubes europeus por suspeita de irregularidade na contratação de jogadores menores de 18 anos. Na quarta-feira, a entidade já havia confirmado a medida para o Chelsea. Nesta quinta, mais três clubes foram incluídos: a "BBC" afirma que o Manchester City está na lista; na Espanha, Valencia e Villarreal se somam aos dois ingleses, de acordo com o "Marca".
- Podemos confirmar que há uma investigação em curso, mas não podemos dar mais detalhes a respeito - disse um representante da Fifa por e-mail.
De acordo com a "BBC", o Manchester City afirma que não tem conhecimento das investigações, e diz que não fez nada que esteja fora das regras. Por sua vez, o Chelsea crê que "cumpre com todos os estatutos e regulamentos da Fifa ao recrutar jogadores".
A Fifa proíbe que jogadores com idade inferior a 18 anos sejam aliciados para atuar em outros clubes, como forma de evitar a exploração ou o tráfico de pessoas. Existem exceções para esta regra; no entanto, elas passam por critérios específicos.
A mudança só é permitida em três casos: se a família do jovem muda de país por razões sem ligação com o futebol; se o jogador vive a menos de 100 quilômetros da nova equipe e, ainda, se os dois times estiverem na União Europeia (ou no Espaço Econômico Europeu), caso o jogador tenha entre 16 e 18 anos. Neste último caso, a nova casa do atleta ainda deverá comprovar que pode arcar com questões como moradia, estudos e treinamentos.
Os clubes ingleses citados pela Fifa já tiveram problemas parecidos anteriormente. Esta é a terceira vez que as negociações do Chelsea são analisadas. Em 2009, os Blues foram acusados de fazer com que Gael Kakuta rompesse seu contrato com o Lens, da França, e sofreram punição de dois anos sem fazer qualquer contratação. O outro caso aconteceu em 2011.
A situação envolvendo o Manchester City é mais recente: em maio deste ano, os citizens foram condenados a pagar 300 mil libras (R$ 1,27 milhão), e cumprem pena de dois anos sem contratar jogadores jovens.
Na Espanha, Valencia e Villarreal não são os primeiros a entrarem na mira da Fifa por este motivo: Real Madrid e Atlético de Madrid foram punidos com dois anos sem fazer qualquer contratação pela mesma conduta. A equipe Merengue teve a pena reduzida pela metade após apelação, mas os Colchoneros ainda têm que lidar com o problema.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-ingles/noticia/fifa-investiga-chelsea-e-manchester-city-por-contratacoes-irregulares-de-menores.ghtml

O Manchester United revelou que entre julho de 2016 e junho de 2017 geraram receitas na ordem dos 659 milhões de euros.
A conquista da Liga Europa, Taça da Liga inglesa, Supertaça e a qualificação para a Liga dos Campeões sob o comando do conceituado treinador português José Mourinho terá sido crucial para a impressionante verba alcançada pelo United.
O vice-presidente dos red devils, Ed Woodward, revelou satisfação pelo feito.
«Estamos contentes com os investimentos na nossa equipa e esperamos uma temporada animada.»
O Manchester United passou a ser o clube mais rico do mundo, algo que não acontecia desde 2005.
http://abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/693075

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 21, 2017 2:38 pm

Sexta (22/09)

15:30 Bayern x Wolfsburg [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Alemão)
15:45 Lille x Monaco [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
16:30 Porto x Portimonense [Bandsports / Bandsports HD] [RTP] [SIC] (Campeonato Português)

Sábado (23/09)

08:00 Atlético x Sevilla [ESPN+] (Campeonato Espanhol)
08:30 West Ham x Tottenham [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
10:00 Roma x Udinese [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:30 Hoffenheim x Schalke [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
11:00 Stoke x Chelsea [ESPN Extra] (Campeonato Inglês)
11:00 Man. City x Crystal Palace [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
11:15 Alaves x Real Madrid [ESPN+] (Campeonato Espanhol)
12:00 Montpellier x PSG [SporTV / SporTV HD] [ESPN / ESPNHD] [TV5] (Campeonato Francês)
13:00 SPAL x Napoli [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
13:30 Leicester x Liverpool [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
13:30 Dortmund x Monchengladbach [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
15:00 Lyon x Dijon [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
15:45 Girona x Barcelona [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:45 Juventus x Torino [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
16:30 Benfica x Paços de Ferreira [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Português)

Domingo (24/09)

07:30 Sampdoria x Milan [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:00 Internazionale x Genoa [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:00 St-Étienne x Rennes [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
11:15 Getafe x Villarreal [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
13:00 Sassuolo x Bologna [RAI] (Campeonato Italiano)
13:00 Leverkusen x Hamburgo [ESPN+] (Campeonato Alemão)
14:00 Tondela x Braga [Bandsports / Bandsports HD] (Campeonato Português)
15:45 Fiorentina x Atalanta [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
16:00 Marseille x Toulouse [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)

Segunda (25/09)

16:00 Arsenal x West Bromwich [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
16:00 Betis x Levante [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Espanhol)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Qui Set 21, 2017 4:55 pm

Qual é o melhor goleiro da Europa? Gianluigi Buffon, Thibaut Courtois, Manuel Neuer, David De Gea...? se depender do número de gols sofridos até o momento nesta temporada, a resposta é Ederson, seguido de Alisson.
O goleiro da Roma e titular da seleção brasileira foi vazado apenas em uma partida, na derrota por 3 a 1 para a Inter de Milão. Nos outros três jogos que o time da capital fez pelo Campeonato Italiano, ele não sofreu gols, assim como no empate com o Atlético de Madri, pela estreia na fase de grupos da Uefa Champions League.
Já Ederson foi ainda melhor. Em cinco rodadas pelo Campeonato Inglês, ele buscou a bola no fundo da rede em apenas duas ocasiões, no empate com o Everton por 1 a 1 e na vitória sobre o Bournemouth por 2 a 1. O reserva de Alisson na seleção e segundo goleiro mais caro da história também foi titular no triunfo por 4 a 0 sobre o Feyenoord, pela Champions.  
Logo atrás deles estão Jan Oblak, do Atlético de Madri, David de Gea, do Manchester United, e Hugo Lloris, do Tottenham, que sofreram quatro gols até aqui na temporada. O esloveno disputou seis partidas, enquanto que o espanhol atuou sete vezes até aqui.
Foram ignorados os goleiros do Bayern de Munique, já que o titular Manuel Neuer sofreu uma lesão e disputou só quatro partidas, tendo sofrido dois gols no período. Seu reserva imediato, Sven Ulreich, foi vazado três vezes em quatro jogos.
http://espn.uol.com.br/noticia/728975_buffon-courtois-de-gea-goleiros-menos-vazados-entre-grandes-da-europa-sao-dois-brasileiros

O referendo marcado para o dia 1º de outubro para decidir sobre a independência da Espanha foi embargado pelo Tribunal Constitucional do país, e a Guarda Civil fez busca e apreensão em diversos departamentos e secretarias do governo catalão para impedir seu andamento.
Dezenas de pessoas foram detidas - entre elas organizadores do referendo -, 9 milhões de cédulas de votação acabaram recolhidas, e centenas de moradores da região estão nas ruas protestando contra as ações da polícia.
A situação caótica no estado separatista fez com que o Barcelona se posicionasse, mais uma vez, a favor do direito do plebiscito.
"Antes os fatos ocorridos nos últimos dias, e especialmente hoje (quarta, 20 de setembro), em relação à situação política que vive a Catalunha, o FC Barcelona, fiel em seu compromisso histórico com a defesa do país, da democracia, da liberdade de expressão e do direito de decidir, condena qualquer ação que possa impedir o exercício pleno desses direitos", escreveu o clube em comunicado.
"Neste sentido, o FC Barcelona manifesta publicamente seu apoio a todas as pessoas, entidades e instituições que trabalham para garantir esses direitos. O FC Barcelona, desde o máximo respeito à pluralidade de sua massa social, continuará apoiando a vontade da maioria do povo da Catalunha, expressada sempre de uma maneira cívica, pacífica e exemplar", continuou.
O presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, utilizou sua conta no Twitter com a imagem do comunicado do clube para reiterar sua postura: "Fiéis à nossa história, condenamos qualquer ação que atende contra a democracia, a liberdade de expressão e o direito de decidir".
O Barcelona, bandeira da Catalunha, seria afetado diretamente com a possível separação da Espanha, pois deixaria de disputar LaLiga.
http://espn.uol.com.br/noticia/728549_tensao-na-catalunha-aumenta-e-barcelona-reforca-desejo-do-clube-por-plebiscito-sobre-independencia-direito-de-decidir

O Real Madrid passou a ser o clube com maior patrocínio do mundo. Nesta quinta-feira, de acordo com o jornal espanhol Palco23, a diretoria merengue acertou a renovação com a companhia aérea Emirates. O novo vínculo é válido até 2022.
A partir de agora, o time madrilenho receberá, por ano, 70 milhões de euros (algo em torno de R$ 252 milhões). Com o novo valor, os espanhóis superaram o Manchester United (62 milhões de euros da Chevrolet) e o rival Barcelona (55 milhões de euros da Rakuten, empresa de tecnologia asiática).
Conforme o veículo, tudo já estava acertado desde o final de agosto deste ano. No entanto, o Real ainda demorou para assinar oficialmente, por conta de decisões administrativas. No total, os atuais campeões europeus receberão 280 milhões de euros (cerca de R$ 1 bilhão) ao longo dos próximos cinco anos.
Após manter o patrocínio master, os merengues estão de olho em renovar com a sua atual fornecedora de material esportivo. De acordo com o Palco23, o clube e a empresa alemã Adidas têm conversas avançadas para fechar a extensão contratual.
http://espn.uol.com.br/noticia/728958_real-madrid-renova-com-emirates-e-passa-a-ter-maior-patrocinio-do-mundo

“Mais que um clube” é o lema que o Barcelona se orgulha em utilizar. E tais palavras ficam ainda mais fortes em um período em que a questão política na Catalunha está em pauta – mais do que de costume. Afinal, discute-se quanto ao referendo sobre a sua independência, e o Barça apoia a existência de um plebiscito.
Esta realidade é um tanto diferente do que pensa o seu rival local. O Espanyol quer ser apenas um clube, conforme deixou claro o conselheiro delegado do clube, Ramon Robert, em entrevista ao jornal El Mundo em junho.
“Vieram nos ver instituições a favor do referendo e contra, políticas e esportivas, que pensam de uma maneira ou outra. Nós atendemos a todo mundo, sempre, porque devemos fazê-lo como instituição de referência. A partir daí, não entramos a valorizar nem nos posicionamos quando nos ocupamos de outra coisa. As gestões políticas são para os políticos”, disse o dirigente.
Ao ser questionado se o sócio do Espanyol reclama que o clube seja apolítico, o dirigente respondeu: “o sócio reclama que o clube ofereça resultados esportivos, econômicos e que seja sólido. É o que merecem e nos pedem”.
Apesar de não querer se envolver politicamente, isso não impediu o Espanyol de se indispor com o Governo da Catalunha recentemente. O clube se manifestou em janeiro mostrando incômodo com o lema lançado pela Generalitat: “Se sente o FC Barcelona, sente a Catalunha”.
À rádio RAC 1, Robert pediu a mudança da campanha. “Modificá-la quer dizer: retirar o Barça ou introduzir outros clubes. Está o Espanyol, mais há muitos mais”, afirmou o conselheiro delegado.
O clube, então, passou fazer ironias em meio a este contexto e começou a falar que sua origem era de Samoa.  “Nós sentimos a Supercopa da Catalunha! Nós sentimos Catalunha x Tunísia! Mas somos muito orgulhosos de termos nascido em Samoa!”, escreveu em 18 de janeiro em sua conta oficial no Twitter, acompanhado da hashtag “nós (nos) sentimos Samoa”, que passou a ser usada pelos jogadores.
O Governo Catalão, em 12 de janeiro, pediu desculpas caso alguma instituição tenha se sentido afetada pelo lema.
http://espn.uol.com.br/noticia/727785_o-rival-do-barcelona-que-so-quer-ser-um-clube-e-quer-distancia-sobre-polemica-da-independencia-da-catalunha

O Real Madrid não marcou qualquer golo: marcava consecutivamente há 73 jogos e na Liga marcara nos 54 últimos jogos.
https://twitter.com/playmaker_PT/status/910830561442369536

A derrota por 1-0 ante o Real Betis, na quarta-feira, não foi apenas a primeira do Real Madrid nesta temporada, mas também a primeira vez que o conjunto "merengue" não marcou em quase 17 meses.
Depois de empatar 0-0 na visita ao Manchester City na primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League, a 24 de Abril de 2016, o Real Madrid ganhou 1-0 na casa da Real Sociedad, seis dias depois, graças a um tento de Gareth Bale e, desde então, não mais parou de marcar até esta surpreendente derrota ante o Bétis.
No domingo – também contra a Real Sociedad – o campeão da Europa igualara o recorde estabelecido pelo Santos de Pelé no começo dos anos de 1960 de marcar em 73 jogos seguidos. Na quarta-feira, no entanto, não conseguiu tornar-se no único detentor de um novo máximo.
Recordamos os principais números de uma série fantástica, a qual incluiu a conquista de sete troféus.

Os números
J73 V54 E14 D5 GM200 GS81

Competições
Liga espanhola 45 jogos (121 golos), UEFA Champions League 16 (41), Taça de Espanha (22), Campeonato do Mundo de Clubes 2 (6), SuperTaça Europeia da UEFA 2 (5), SuperTaça de Espanha 2 (5)

Troféus ganhos
Liga espanhola (1), SuperTaça de Espanha (1), UEFA Champions League (2), SuperTaça Europeia da UEFA (2), Campeonato do Mundo de Clubes (1)

Golos marcados por adversário
Deportivo 14, Sevilha 14, Cultural Leonesa 13, Real Sociedad 10, Atlético 9, Celta 9, Granada 9, Barcelona 8, Légia 8, Osasuna 8, Bétis 8, Valência 8, Alavés 7, Leganés 7, Bayern 6, Nápoles 6, Eibar 5, Las Palmas 5, Gijón 5, Athletic 4, Dortmund 4, Espanhol 4, Juventus 4, Kashima Antlers 4, Málaga 4, Sporting 4, Villarreal 4, APOEL 3, América 2, Manchester United 2, Levante 1, Manchester City 1

Melhores marcadores
Cristiano Ronaldo 49
Karim Benzema 21
Alvaro Morata 20
Marco Asensio 14
Gareth Bale, Isco, Sergio Ramos 12

Recordes anteriores
Europeu: Bayern 61 (2012–2014)
Espanhol: Barcelona 44 (1942–1944)
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2502925.html

O Manchester United sempre foi uma das propriedades esportivas mais importantes do mundo. Na última temporada, não foi diferente. Só que, ao contrário do que possa parecer, o clube inglês deve muito à Premier League pelos lucros obtidos entre 2016 e 2017.
Os Red Devils fecharam a temporada passada com um volume de negócios ordinário de cerca de 656 milhões de euros, um salto de 12,8% de crescimento em comparação ao período anterior.
Os números, no entanto, podem ser explicados pelos novos contratos de televisão, que são alinhados pela Premier League, nome dado ao campeonato inglês de futebol. Esse montante aumentou em cerca de 219,2 milhões de euros, um número 38,2% maior do que na temporada 2015/2016, em especial pelos acordos com a Sky e a BT Sport.
É claro que outras questões ajudaram, entre elas o mercado de transferências, que contribuiu com 12,3 milhões de euros, além da assinatura de nove novos patrocínios regionais e globais, o primeiro ano completo da loja oficial do clube em Old Trafford e os bônus dados pela Adidas pelos três títulos na temporada de estreia do técnico José Mourinho (Supercopa da Inglaterra, Copa da Liga Inglesa e Liga Europa).
Porém, fica evidente que o lucro líquido de pouco mais de 44 milhões de euros (7,8% maior que a temporada anterior) ao final da temporada 2016/2017 se deve em grande parte aos direitos de televisão, já que também houve números que pioraram de 2016/2016 para 2016/2017.
Um exemplo é a área de celular e conteúdo, que caiu 15,6%. Uma tentativa de resolver o problema foi o relançamento do canal de televisão próprio do clube no YouTube. A intenção é tentar chegar a novos consumidores, principalmente internacionais.
Vale lembrar que, em uma lista das equipes mais valiosas do mundo feita pela Revista Forbes recentemente, o clube inglês ficou em quarto lugar, logo à frente dos espanhóis Barcelona e Real Madrid. À frente dos Red Devils, ficaram apenas o Dallas Cowboys e o New England Patriots, ambos da NFL (liga de futebol americano dos EUA), e o New York Yankees, da MLB (liga de beisebol dos EUA).
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/televisao-impulsiona-crescimento-do-manchester-united-em-128_33213.html

Quando Neymar foi anunciado como novo reforço do Paris Saint-Germain pela bagatela de 222 milhões de euros, maior transação da história do esporte mundial, muita gente achou que um investimento tão grande não valeria a pena ao time francês. Só que os números do retorno financeiro não param de crescer.
O entusiasmo dos torcedores do PSG com o atacante brasileiro é evidente. E também não parecem se importar muito com a possível briga do brasileiro com o uruguaio Cavani. Em pouco mais de um mês após a estreia, em 13 de agosto, na vitória sobre o Guingamp fora de casa por 3 a 0, com direito a gol e assistência de Neymar, as vendas da camisa 10 do brasileiro não param de aumentar.
Em média, são comercializadas 4 mil camisas do craque por dia. Ou seja, em um mês, ele foi responsável pela venda de 120 mil camisas. E esteve em campo em apenas seis jogos. Os números foram divulgados pela rede francesa de rádio e televisão BFM Sport.
Vale lembrar que, assim que o anúncio de Neymar foi feito pelo PSG e as camisas chegaram às lojas, os torcedores fizeram fila e compraram 10 mil camisas com o nome do brasileiro às costas, cerca de metade do uniforme número 1 e a outra metade do uniforme reserva.
A chegada de Neymar, somada à contratação da revelação francesa Kylian Mbappé, fez com que o clube francês aumentasse em 75% o número de vendas de camisas em relação ao ano passado. Para se ter uma ideia, entre 2011 e 2016, ou seja, em seis anos, o PSG vendeu 526 mil unidades. Se a média atual for mantida, o clube baterá esse número logo no início do ano que vem, cerca de apenas seis meses após o anúncio do novo camisa 10.
No entanto, há um problema. A Nike, fornecedora de material esportivo do clube francês, não estava preparada para números de vendas tão astronômicos. Por isso, há quem diga que o PSG pode ficar sem camisas no estoque de suas lojas oficiais em breve. E o prazo estimado para uma próxima remessa é de longos dois meses.
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/neymar-vende-4-mil-camisas-por-dia-desde-que-chegou-ao-psg_33204.html

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Sex Set 22, 2017 10:44 am

Neymar mais uma vez vai concorrer com Cristiano Ronaldo e Messi ao prêmio de melhor jogador do mundo. Assim como aconteceu há dois anos, em 2015, o craque brasileiro é o intruso da vez entre os dois grandes astros desta geração na disputa pela principal premiação do futebol. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pela Fifa no anuncio dos finalistas do The Best.
O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pela Fifa no anúncio dos três finalistas do "The Best", e o vencedor será conhecido dia 23 de outubro, em cerimônia de gala, em Londres.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/fifa-anuncia-tres-finalistas-a-premio-de-melhor-do-mundo.ghtml

A primeira lista divulgada nesta sexta-feira foi de goleiros, com Buffon, Navas e Neuer na disputa pelo troféu que será destinado ao vencedor dia 23 de outubro, em Londres.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/fifa-anuncia-tres-finalistas-a-premio-de-melhor-do-mundo.ghtml

Entre os treinadores, os concorrentes são Allegri, Conte e Zidane pelo que fizeram com Juventus, Chelsea e Real, respectivamente, ao longo da temporada 2016/17.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/fifa-anuncia-tres-finalistas-a-premio-de-melhor-do-mundo.ghtml

A Fifa divulgou também os concorrentes ao inédito prêmio para a melhor torcida: Borussia Dortmund, Celtic e Copenhagen.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/fifa-anuncia-tres-finalistas-a-premio-de-melhor-do-mundo.ghtml


Prêmio Puskas:
Kevin-Prince Boateng (Las Palmas)
Alejandro Camargo (Universidad de Concepcion)
Deyna Castellanos (Venezuela Sub-17)
Moussa Dembele (Celtic)
Olivier Giroud (Arsenal)
Aviles Hurtado (Tijuana Xolos)
Mario Mandzukic (Juventus)
Oscarine Masuluke (Baroka FC)
Nemanja Matic (Chelsea)
Jordi Mboula (Barcelona Sub-19)
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/fifa-anuncia-tres-finalistas-a-premio-de-melhor-do-mundo.ghtml

O diário L'Équipe, da França, divulgou uma lista com os melhores jogadores nascidos após 21 de janeiro de 1996. Para a publicação, o melhor sub-21 do mundo é o espanhol Marco Asensio, do Real Madrid.
Logo após Asencio, quem aparece é Delle Alli, inglês do Tottenham, seguido por Kylian Mbappé, francês recém-contratado pelo Paris Saint-Germain. Primeiro brasileiro da lista, Gabriel Jesus, do Manchester City, é o sexto, vindo atrás de Dembélé, contratado pelo Barcelona, e Donnarumma, goleiro do Milan.
O Brasil tem apenas mais um representante entre os 50 primeiros colocados. Trata-se de Malcom, revelado pelo Corinthians e que defende o Bordeaux, da França.
Os países que mais têm representantes na lista do jornal são a Alemanha, com oito, a França, com 7, a Espanha, com cinco, e a Itália, com quatro.
http://espn.uol.com.br/noticia/729115_para-jornal-asensio-e-melhor-sub-21-do-mundo-lista-dos-50-so-tem-dois-brasileiros

A audiência das cinco partidas do PSG nas quais Neymar esteve em campo nesta temporada, após sua transferência, mais do que triplicou em relação às cinco partidas correspondentes da temporada 2016/17.
>O número de pessoas impactadas este ano pela transmissão das cinco partidas do PSG, já com o brasileiro atuando, pelo SporTV, cresceu 204% em relação aos jogos respectivos de 2016.
Foram utilizados como parâmetro de comparação apenas as seis primeiras partidas das duas temporadas para evitar distorções.
Ao analisar os números de todas as partidas disputadas pelo PSG este ano, pela temporada 2017/18, incluindo a primeira na qual Neymar não atuou, mas esteve no estádio apoiando os novos companheiros, o número de pessoas impactadas pela transmissão do SporTV foi 164% maior, ou mais do que dobrou, em relação às seis partidas correspondentes da temporada 2016/17.
Nos períodos nos quais foram transmitidos os jogos do PSG, o SporTV foi líder geral na TV por assinatura, com mais do que o dobro (134% a mais) de pessoas alcançadas do que o canal segundo colocado geral; e 282% mais, ou quase quatro vezes mais, audiência do que o segundo colocado entre os canais esportivos, a ESPN, que vem transmitindo as mesmas partidas do PSG.
Mesmo perdendo para o SporTV, a audiência dos jogos do PSG na ESPN, que sublicencia os direitos do Globosat, quintuplicou em relação ao mesmo período da temporada passada.
http://www.esporteemidia.com/2017/09/com-neymar-audiencia-dos-jogos-do-psg.html

Primeiro por erros próprios e depois por toda tentativa de já implementar a ajuda tecnológica, a arbitragem brasileira mais uma vez está sob os holofotes. E a comparação é inevitável, com frases repetidas de que “na Europa, os juízes são muito melhores”.
Mas a comparação é justa, de fato? A arbitragem funciona da mesma maneira? A tecnologia já funciona por lá? E quanto ganha cada juiz?
A resposta é simples: a comparação fria é injusta.
O ESPN.com.br levantou os dados das cinco principais ligas europeias (Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália). Em todas, o pagamento aos árbitros é extremamente superior – o que permite com que eles sejam profissionais, na maioria dos casos.
Por outro lado, nenhuma delas vem funcionando com a mesma dinâmica do Brasileirão.
O Brasil é o único destes seis países com um sexteto de arbitragem, já que nenhum dos europeus conta com o árbitro auxiliar atrás dos gols em seus campeonatos nacional.
Por outro lado, Alemanha e Itália já contam com o auxílio dos árbitros de vídeo nesta temporada. Já a Inglaterra conta ‘apenas’ com a tecnologia da linha do gol, que serve para determinar se uma bola entrou ou não.
Curiosamente, a Uefa é quem implementa o mesmo modelos brasileiro em suas duas competições de clubes (Champions e Europa League) – com árbitros assistentes atrás dos gols e sem tecnologia, ao menos por enquanto.
Mas a diferença fica grande mesmo quando se trata de dinheiro. Em todos esses cinco países, os árbitros ganham um valor fixo e mais outro por partida. Assim, eles têm a garantia de sempre ter dinheiro caindo na conta.
E esse salário fixo é bem alto. Mesmo na França, país que menos paga entre os cinco, é de cerca de 40 mil euros por ano (R$  150 mil). Na Espanha, o lugar que mais paga, pode chegar até 134 mil euros (R$ 500 mil). Na Inglaterra, esse valor varia entre 38,5 e 42 mil libras (entre R$ 165 e 180 mil), dependendo da experiência do juiz.
O valor pago por partida varia entre 1.300 (Inglaterra) e 3.800 (Alemanha e Itália) euros - algo entre R$ 4.875 e 14.255.
No Brasil, não há pagamento fixo. Os árbitros que são ou já foram da Fifa ganham R$ 4.000 por partida, enquanto os outros embolsam R$ 2.900. Bandeirinhas ficam com 60% desse valor (entre R$ 1.740 e 2.400), os árbitros de trás do gol ganham R$ 800 e os quartos árbitros levam R$ 550.
http://espn.uol.com.br/noticia/728977_juiz-atras-do-gol-arbitro-video-salario-compare-a-arbitragem-no-brasil-com-a-das-grandes-ligas-da-europa

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Sab Set 23, 2017 8:03 pm

A epopeia que a torcida do Colônia viveu em Londres na última semana terá as suas continuações. Os alvirrubros prometem seguir em caravana para os dois jogos seguintes na fase de grupos da Liga Europa. Em outubro, viajarão até Belarus, onde a equipe enfrenta o Bate Borisov. Por fim, em dezembro, o compromisso será contra o Estrela Vermelha, no Marakana. Por mais que a fama dos ultras sérvios não seja das melhores, novamente os alemães esgotaram as entradas para o setor visitante e irão ocupar uma parte das arquibancadas dos anfitriões. Mas, pelo gesto desta semana, deverão conquistar o respeito dos adversários: os torcedores do Colônia doaram para um orfanato de Belgrado dezenas de ingressos a partidas do Estrela Vermelha.
A explicação para o gesto solidário começa na maneira como o Estrela Vermelha vende as suas entradas da Liga Europa. O clube sérvio disponibiliza apenas pacotes para a sua torcida. Assim, não é possível comprar os bilhetes apenas para um jogo da fase de grupos, apenas para os três de uma vez. E o sistema não desencorajou os torcedores do Colônia de adquirirem os pacotes. Contudo, ao invés de desperdiçarem os ingressos das visitas de Arsenal e Bate Borisov ao Marakana, eles se mobilizaram em um fórum para fazer a alegria de crianças e adolescentes atendidos pelo orfanato Zvecanska, na capital. A instituição ainda emitiu um certificado sobre a caridade feita pelos alemães.
Na Sérvia, a imprensa local vem repercutindo bastante o episódio e elogiando a postura generosa dos torcedores alemães. “As reações são extremamente positivas, mesmo entre fanáticos nacionalistas e anti-ocidentais. Eles entendem que a doação é um ato de cavalheirismo e corresponderão com o respeito aos torcedores visitantes. O futebol tem um grande potencial, como esporte do povo”, declara Bogdan Mitrovic, torcedor do Estrela Vermelha que intermediou a entrega ao Zvecanska. Outros torcedores do Colônia manifestaram sua intenção de realizar mais doações, a escolas e hospitais infantis.
No fim das contas, uma partida que parecia com enorme potencial a episódios de violência, ainda mais por acontecer na última rodada, tem a chance de proporcionar uma inesperada fraternidade entre as duas torcidas. Obviamente, alguns riscos persistem, especialmente considerando que torcedores de ambos os clubes dividirão espaços em comum – no primeiro jogo em casa na Liga Europa, o Estrela Vermelha ocupou 40 mil dos 55 mil lugares disponíveis no Marakana. Entretanto, a grandeza de espírito dos seguidores do Colônia gera excelentes perspectivas ao encontro. Um gesto transformador, em vários sentidos.
http://trivela.uol.com.br/torcida-do-colonia-segue-dando-show-e-doa-ingressos-a-jogos-do-estrela-vermelha-para-orfanato-em-belgrado/

A revista alemã "De Spiegel" publicou neste sábado detalhes da negociação entre Barcelona e Liverpool por Philippe Coutinho, com documentos que foram vazados pelo site "Football Leaks". Na reportagem, há trocas de emails entre dirigentes dos dois clubes e até o valor do salário que o brasileiro receberia no time espanhol: 115 milhões de euros (R$ 430 milhões) nos cinco anos de contrato.
De acordo com a publicação alemã, Coutinho ficaria na faixa salarial entre Luis Suárez e os ídolos Piqué e Iniesta no elenco do Barça. O contrato enviado pelo clube espanhol estavada datado de 31 de agosto, um dia antes do fechamento da janela no país, e renderia ainda 10 milhões de euros (R$ 37,4 milhões) de comissão ao empresário do ex-jogador do Vasco.
O primeiro email revelado pelo "Football Leaks" é de 20 de julho, com uma resposta do diretor esportivo do Liverpool, Michael Edwards, ao colega Oscar Grau, do Barcelona, recusando a proposta dos espanhóis: "Philippe não está à venda por nenhum preço. E, como sabem, ampliou seu contrato recentemente".
No início de agosto, o dirigente do Barça voltou a entrar em contato com os Reds e ofereceu 90 milhões de euros (R$ 337 milhões), mais 40 milhões de euros (R$ 149,7 milhões) em variáveis, mas novamente recebeu uma negativa: "Peço a vocês que parem de mostrar interesse publicamente ou de forma privada por Coutinho. Nenhuma soma de dinheiro mudará a situação".
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/site-vaza-emails-entre-barca-e-liverpool-e-oferta-a-coutinho-r-430-mi-por-5-anos.ghtml

O argentino Aguero chegou a 176 gols pelo clube e está a um de igualar Eric Brook, que defendeu o time entre 1928 e 1939 e é o maior artilheiro da história dos Citizens.
http://espn.uol.com.br/noticia/729484_aguero-fica-a-um-gol-de-recorde-city-faz-5-no-lanterna-e-lidera-ingles-por-saldo

Marcaram-se 54 golos na primeira jornada da fase de grupos da UEFA Champions League, feito inédito numa jornada inaugural desde que foi introduzido o novo formato, em 2003/04. Mas quais foram os grupos que, combinados, renderam ainda mais? E conseguirá o recorde ser melhorado na terça e quarta-feira?
O recorde: 63 golos, 12/13 de Setembro de 2000
Terça-feira, 12 de Setembro
Grupo A: Spartak Moscovo 2-0 Leverkusen, Sporting 2-2 Real Madrid
Grupo B: Sparta Praga 0-1 Arsenal, Shakhtar 0-3 Lázio
Grupo C: Valência 2-1 Olympiacos, Lyon 3-1 Heerenveen
Grupo D: Galatasaray 3-2 Mónaco, Rangers 5-0 Sturm Graz
Quarta-feira, 13 de Setembro
Grupo E: Hamburgo 4-4 Juventus, Panathinaikos 1-1 Deportivo
Grupo F: Rosenborg 3-1 Paris, Helsingborg 1-3 Bayern
Grupo G: Manchester United 5-1 Anderlecht, PSV Eindhoven 2-1 Dínamo Kiev
Grupo H: Milan 4-1 Beşiktaş, Barcelona 4-0 Leeds

Esta foi a primeira ronda de duas fases de grupos. A competição gerou um recorde de 449 golos, ainda que neste formato tenha sido disputados 157 jogos. Os 380 tentos marcados na última época ocorreram em apenas 125 partidas, tendo-se alcançado pela primeira vez uma média de três golos por partida.

As jornadas mais goleadoras da UEFA Champions League
63: 12/13 de Setembro de 2000 (1ª jornada)
59: 21/22 de Outubro de 2014 (3ª jornada)
58: 6/7 de Novembro de 2012 (4ª jornada)
57: 19/20 de Outubro de 1999 (4ª jornada)
54: 26/27 de Setembro de 2000 (3ª jornada), 28/29 de Setembro de 2004 (2ª jornada), 8/9 de Dezembro de 2004 (6ª jornada), 24/25 de Novembro de 2015 (5ª jornada), 12/13 de Setembro de 2017 (1ª jornada)

21 de Outubro de 2014: Roma 1-7 Bayern
Mais golos em oito jogos num só dia: 40, 21 de Outubro de 2014
Grupo E: CSKA Moscovo 2-2 Manchester City, Roma 1-7 Bayern
Grupo F: APOEL 0-1 Paris, Barcelona 3-1 Ajax
Grupo G: Schalke 4-3 Sporting, Chelsea 6-0 Maribor
Grupo H: BATE 0-7 Shakhtar, Porto 2-1 Athletic

Mais golos por grupo num só dia
15
18 de Setembro de 2002: 1ª jornada do Grupo: Manchester United 5-2 Maccabi Haifa, Olympiacos 6-2 Leverkusen
22 de Novembro de 2016: 5ª jornada do Grupo F: Sporting 1-2 Real Madrid, Dortmund 8-4 Légia

13
2 de Outubro de 2002: 3ª jornada do Grupo B: Liverpool 5-0 Spartak Moscovo, Valência 6-2 Basileia
5 de Novembro de 2003: 4ª jornada do Grupo C: Mónaco 8-3 Deportivo, PSV Eindhoven 2-0 AEK Atenas
7 de Novembro de 2012: 4ª jornada do Grupo F: Valência 4-2 BATE, Bayern 6-1 Lille
21 de Outubro de 2014: 3ª jornada do Grupo G: Schalke 4-3 Sporting, Chelsea 6-0 Maribor
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2501776.html

Se você é goleiro, definitivamente não é uma boa notícia saber que ficará frente a frente com Falcao García. Afinal de contas, tem sido praticamente impossível parar o atacante colombiano neste começo de temporada.
Foram nove jogos dele pelo Monaco até aqui na temporada, entre Campeonato Francês, Supercopa da França e Uefa Champions League. E já são 11 gols – todos pela Ligue 1, é verdade!
Mas o mais impressionante, na verdade, é o aproveitamento dos chutes. Quando acerta o alvo, é praticamente impossível fazer a defesa.
Dos 12 chutes que Falcao acertou, 11 se transformaram em gol.
O único que conseguiu defender um chute de Falcao foi o jovem Thomas Didillon, do Metz, com uma defesa aos 30 minutos do primeiro tempo. Depois, porém, aos 32 da etapa final, ele acabou vazado pelo colombiano, que deu a vitória por 1 a 0 para o Monaco no duelo.
No total, foram 27 tentativas de finalizações para Falcao. Além das 12 no gol, seis foram para fora e nove acabaram bloqueadas pela zaga adversária.
http://espn.uol.com.br/noticia/729334_se-acertar-e-gol-veja-o-atacante-que-hoje-transforma-92-dos-chutes-certos-em-bola-na-rede

Com o mercado de inverno cada vez mais próximo, o jornal 'Marca' fez uma lista dos 100 jogadores que serão livres para assinar por outras equipas em 100 dias, uma vez que terminam os respetivos contratos no final da temporada.

Goleiros: Casillas (Oporto | 36 años), Kepa (Athletic | 22 años), Moyá (Atlético | 33 años), Buffon (Juventus | 39 años), Reina (Nápoles | 35 años), Cardinale (Niza | 23 años), Marchetti (Lazio | 34 años), Sergio Álvarez (Celta | 31 años), Joel Robles (Everton | 27 años) y Kapino (Olympiacos| 23 años).

Defensores: Juanfran Torres (Atlético | 32 años), Chiellini (Juventus | 33 años), Miranda (Inter | 33 años), Blind* (Manchester United | 27 años), Shaw* (Manchester United | 22 años), De Vrij (Lazio | 25 años), Barzagli (Juventus | 36 años), Ghoulam (Nápoles | 26 años), Holebas (Watford | 33 años), Marcano (Oporto | 30 años), Diego Reyes (Oporto | 24 años), Glen Johnson (Stoke | 33 años), Subotic (Borussia Dortmund | 28 años), Luisao (Benfica | 36 años), Santon (Inter | 26 años), Rafinha (Bayern | 32 años), Martín Cáceres (Hellas Verona | 30 años), Emiliano Insúa (Stuttgart | 28 años), Lichtsteiner (Juventus | 33 años), Terry (Aston Villa | 36 años), Tasci (Spartak Moscú | 30 años), Jesús Gámez (Newcastle | 32 años), Vlaar (AZ Alkmaar | 32 años), Badstuber (Stuttgart | 28 años), Srna (Shakhtar Donetsk | 35 años), Evra (O. Marsella | 36 años), Zhirkov (Zenit | 34 años), Eliseu (Benfica | 33 años), Huth (Leicester | 33 años) y Zúñiga (Nápoles | 31 años).

Meias: Ander Herrera (Manchester United | 28 años), Fernandinho (Manchester City | 32 años), Wilshere (Arsenal | 25 años), Cabaye (Crystal Palace | 31 años), Emre Can (Liverpool | 23 años), Joao Moutinho (Mónaco | 31 años), Cazorla* (Arsenal | 32 años), Fellaini (Manchester United | 29 años), Yaya Touré (Manchester City | 34 años), Beñat (Athletic | 30 años), Miguel Veloso (Genoa | 31 años), Motta (PSG | 35 años), Grenier (Lyon | 26 años), Gabi (Atlético | 34 años), Xavi Hernández (Al Sadd | 37 años), De Jong (Galatasaray | 32 años), Krohn-Dehli (Sevilla | 34 años), Barry (West Brom | 36 años), Toulalan (Girondins Burdeos | 34 años) y Yacob* (West Brom | 30 años).

Pontas: Özil (Arsenal | 28 años), Mata (Manchester United | 29 años), Barkley (Everton | 23 años), Goretzka (Schalke | 22 años), Iniesta (Barcelona | 33 años), Meyer (Schalke | 22 años), Bernard (Shakthar Donetsk | 25 años), Junuzovic (Werder Bremen | 29 años), Ashley Young (Manchester United | 32 años), Lennon (Everton | 30 años), José Sosa (Trabzonspor | 32 años), Bryan Ruiz (Sporting CP | 32 años), Holtby (Hamburgo | 27 años), Omar Abdulrahman** (Al-Ain | 26 años), Lautaro Acosta (Lanús | 29 años), Xabi Prieto (Real Sociedad | 34 años), Joaquín (Betis | 36 años), Canales (Real Sociedad | 26 años), Inui (Eibar | 29 años) y Gourcuff (Rennes | 31 años).

Atacantes: Messi (Barcelona | 30 años), Alexis Sánchez (Arsenal | 28 años), Balotelli (Niza | 27 años), Pléa (Niza | 24 años), Ibrahimovic (Manchester United | 35 años), Robben (Bayern | 33 años), Ben Arfa (PSG | 30 años), Ribéry (Bayern | 34 años), Younes * (Ajax | 24 años), Gignac (Tigres | 31 años), Van Persie (Fenerbahçe | 34 años), Fernando Torres (Atlético | 33 años), Cerci (Hellas Verona | 30 años), Sergio García (Espanyol | 34 años), Eto'o (Antalyaspor | 36 años), Huntelaar* (Ajax | 34 años), Farfán (Lokomotiv Moscú| 32 años), Crouch (Stoke | 36 años), Aduriz (Athletic | 36 años) y Uth (Hoffenheim | 26 años).

* O time tem opção unilateral de renovar o contrato.
http://www.marca.com/futbol/2017/09/23/59c62b4f22601d100d8b45e2.html

Neymar continua na ordem do dia em França, mas desta vez não por causa de algum golo ou assistência e tão pouco devido a alegadas discussões com companheiros de equipa.
O jornal alemão Der Spiegler revelou os detalhes do contrato milionário que o internacional brasileiro assinou com o Paris Saint-Germian, e os números são simplesmente… astronómicos.
De acordo com os documentos partilhados, Neymar recebe mensalmente um salário de cerca de três milhões de euros, qualquer coisa como 100 mil euros por dia ou quatro mil euros… por hora.
Números do outro mundo daquele que protagonizou a transferência mais cara da história do futebol.
http://abola.pt/Internacional/Noticias/Ver/693525

Maior série de jogos consecutivos sem perder em casa na UEFA Champions League
29 Bayern Munique 04/03/1998–02/04/2002
24 Arsenal 14/09/2004–15/04/2009
23 Manchester United 27/09/2005–03/11/2009
22 Barcelona 18/09/2013–12/09/2017*
21 Chelsea 12/09/2006 –08/12/2009, Barcelona 24/11/2009–10/04/2013, Real Madrid 27/09/2011–09/12/2014

*ainda activa

Durante a sua série recorde o Bayern chegou à final de 1999 e à conquista do título europeu em 2001. Curiosamente, foi o Bayern quem infligiu à Juve a sua última derrota caseira na UEFA Champions League, um triunfo por 2-0 em jogo da segunda mão dos quartos-de-final da prova, a 10 de Abril 2013, naquela que foi a única derrota da turma de Turim na competição desde que se mudou para o seu novo estádio. O Bayern também venceu a Juve, então por 4-1, no último jogo da formação italiana no Stadio delle Alpi a contar para a UEFA Champions League, a 8 de Dezembro de 2009.
A última equipa que não o Bayern a conseguir vencer no terreno da Juventus para a mais importante prova europeia de clubes foi o Deportivo La Coruña, com um triunfo por 1-0 na segunda mão dos oitavos-de-final, a 9 de Março de 2004.
O Barcelona é o único clube com duas séries distintas de 21 ou mais jogos consecutivos sem perder em casa na prova, sendo que os 21º e 22º jogos da série de invencibilidade caseira na competição que atravessa actualmente foram ambos, curiosamente, frente à Juve (0-0 a 19 de Abril e 3-0 agora, a 12 de Setembro).

Maior série de jogos consecutivos sem perder na UEFA Champions League
25 Manchester United 19/09/2007–05/05/2009
19 Ajax 14/09/1994–20/03/1996, Bayern Munique 14/03/2001–02/04/2002
16 Barcelona 08/03/2011–03/04/2012, Manchester United 04/03/1998–29/09/1999 & 23/10/2001–23/10/2002

Sem surpresa, as maiores séries de invencibilidade resultaram geralmente em conquistas do troféu – United em 1999 e 2008, Ajax em 1995, Bayern em 2001 e Barcelona em 2011.
Maior série de jogos consecutivos sem perder fora na UEFA Champions League
16 Manchester United 19/09/2007–16/02/2010
14 Ajax 28/09/1994–19/03/1997
11 Barcelona 01/10/2008–31/03/2010, Real Madrid 28/09/2010–27/03/2012
10 Bayern Munique 23/10/2012–01/04/2014

Estas séries não incluem as finais, disputadas em campo neutro (ou seja, nem a do Manchester United em 2008, nem a do Ajax em 1995)
Maior série de vitórias consecutivas na UEFA Champions League
10 Bayern Munique 02/04/2013–27/11/2013, Real Madrid 23/04/2014–18/02/2015
9 Barcelona 18/09/2002–18/02/2003 & 21/10/2014–06/05/2015
8 Borussia Dortmund 04/12/1996–01/10/1997

Maior série de vitórias consecutivas em jogos em casa na UEFA Champions League
16 Bayern Munique 17/09/2014–15/02/2017
15 Barcelona 17/09/2014–08/03/2017
12 Manchester United 13/09/2006–29/04/2008
11 Real Madrid 03/04/2013–09/12/2014
10 Juventus 20/03/1996–10/12/1997

Maior série de vitórias consecutivas em jogos fora na UEFA Champions League
7 Ajax 22/11/1995–19/03/1997, Bayern Munique 19/02/2013–19/02/2014
6 Barcelona 12/04/2011–14/02/2012, Manchester United 15/04/2009–16/02/2010
5 Chelsea 16/09/2003– 06/04/2004, Real Madrid 29/04/2014–18/02/2015

Todas as estatísticas apresentas referem-se apenas da fase de grupos à final (não contando a final nem como jogo em casa, nem como jogo fora)
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2501819.html#os+invictos+uefa+champions+league

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Seg Set 25, 2017 11:08 am

Terça (26/09)

15:45 Dortmund x Real Madrid [EI / EI HD] [EI Plus] (LC)
15:45 Monaco x Porto [EI2 / EI2 HD] [EI Plus] (LC)
15:45 Man. City x Shakhtar Donetsk [Space / Space HD] [EI Plus] (LC)
15:45 APOEL x Tottenham [EI Plus] (LC)
15:45 Beşiktaş x Leipzig [EI Plus] (LC)
15:45 Napoli x Feyenoord [EI Plus] (LC)
15:45 Spartak Moskva x Liverpool [EI Plus] (LC)
15:45 Sevilla x Maribor [EI Plus] (LC)

Quarta (27/09)

13:00 Qarabağ x Roma [EI / EI HD] [EI Plus] (LC)
15:45 PSG x Bayern [EI / EI HD] [Band / Band HD] [EI Plus] [Globoesporte.com] (LC)
15:45 CSKA Moskva x Man. United [EI2 / EI2 HD] [EI Plus] (LC)
15:45 Sporting x Barcelona [Space / Space HD] [EI Plus] (LC)
15:45 Juventus x Olympiacos [EI Plus] (LC)
15:45 Atlético x Chelsea [EI Plus] (LC)
15:45 Anderlecht x Celtic [EI Plus] (LC)
15:45 Basel x Benfica [EI Plus] (LC)

Quinta (28/09)

12:00 Astana x Slavia Praha [ESPN / ESPNHD] (LE)
14:00 Lazio x Zulte Waregem [ESPN / ESPNHD] (LE)
14:00 Nice x Vitesse [ESPN+] (LE)
14:00 BATE x Arsenal [Fox Sports / Fox Sports HD] (LE)
14:00 Zenit x Real Sociedad [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (LE)
16:05 Milan x Rijeka [ESPNBR / ESPNBRHD] [EI BR] (LE)
16:05 Lyon x Atalanta [ESPN+] (LE)
16:05 Everton x Apollon [Fox Sports / Fox Sports HD] (LE)
16:05 M. Tel-Aviv x Villarreal [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (LE)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Seg Set 25, 2017 8:42 pm

O presidente da Federazione Italiana Giuoco Calcio (FIGC), a Federação Italiana de Futebol, Carlo Tavecchio, falou em reduzir o número de times profissionais nas três primeiras divisões do país. Para o dirigente, com menos clubes os custos seriam reduzidos. Segundo a ideia, seria possível voltar a ter 18 clubes na primeira divisão italiana, algo que acontecia até 2004. Só que ele mesmo admite que essa ideia será difícil de ser aprovada.
“No começo do próximo ano nós iremos começar uma discussão e eu espero que cheguemos a uma solução razoável”, afirmou Tavecchio ao jornal La Politica nem Pallone. “É inevitável que as ligas profissionais devem ser reduzidas, estou me referindo à Serie A, Serie B e acima de tudo a Serie C [Lega Pro]”, explicou o dirigente.
“Podemos reduzir de 102 times para 70 e não é um problema que preocupa apenas a Itália, mas toda a Europa”, disse Tavecchio. “Reduzir o número de times faria economias significativas para os clubes, mas no final esta decisão cabe aos participantes, e será difícil fazer com que isso seja feito”, continuou. “Os fatos estão ali e a vontade está ali, mas aqueles do lado direito da mesa nunca irão se encontrar com aqueles do lado esquerdo e para reduzir o tamanho das ligas precisamos de uma maioria qualificada”, explicou ainda Tavecchio.
A Serie A variou de 16, 18 e 20 clubes. De 1929 a 1934, eram 18 participantes; De 1934 a 1942, 16 clubes; voltou a ter 18 clubes entre 1942 a 1946; teve 20 clubes na temporada 1946/47; teve 21 clubes a 1947/48; voltou a 20 clubes entre 1948 e 1952; ficou com 18 clubes novamente entre 1952 e 1967; reduziu a 16 clubes de 1967 a 1988; aumentou para 18 clubes de 1988 a 2004; finalmente, de 2004 até aqui, eram 20 clubes.
Entre as grandes ligas, apenas a Bundesliga, na Alemanha, tem menos de 20 clubes: são 18, assim como era na Itália até 2004. Para a medida ser aprovada, seriam necessários ao menos 75% dos clubes votando a favor, o que torna a ideia de Tavecchio pouco provável de ser aprovada.
A atual Serie A tem 20 clubes, a Serie B tem 22 clubes e a Serie C (antiga Lega Pro) é quem tem mais clubes: são 60, divididos em três grupos regionais. A diminuição afetaria diretamente especialmente estes times, com uma redução que empurraria alguns deles à Serie D, que não é mais profissional. Nesse nível, 162 clubes buscam a almejada ascensão à terceira divisão e, assim, tentar subir na pirâmide do futebol italiano.
http://trivela.uol.com.br/presidente-da-federacao-italiana-fala-em-reduzir-numero-de-times-da-serie-a-mas-admite-que-sera-dificil/

Nesta noite, Gareth Barry se transformou no jogador com mais aparições pela Premier League. Soa até inconcebível, mas ele superou Ryan Giggs, 633 a 632.
O recorde serve de selo ao trabalho silencioso de Barry. À regularidade do meio-campista que dedicou mais da metade de seus 36 anos à Premier League.
http://trivela.uol.com.br/uma-facanha-barry-supera-giggs-e-se-torna-o-recordista-em-jogos-pela-premier-league/

Um dos maiores jogadores da história da Juventus e da República Tcheca, Pavel Nedved decidiu voltar a jogar aos 45 anos, oito depois de se aposentar.
Na última semana, ele assinou contrato com o FK Skalná, o primeiro clube de sua carreira ainda na base, por um motivo nobre.
É nesse time que atualmente milita na sétima divisão do Campeonato Tcheco que joga Pavel Nedved, seu filho de 17 anos, atacante.
De acordo com o FK Skalná, o acerto com a Juventus é um tanto nebuloso, pois "não está claro quando Pavel se juntará ao time e vai atuar em um dos jogos do campeonato, pois ele está ocupado como vice-presidente" da equipe de Turim.
Pavel Nedved tornou-se profissional em 1991 pelo Dukla e já no ano seguinte foi para o Sparta Praga, onde se destacou e chamou a atenção da Lazio, que o contratou em 1996. Campeão italiano e da Copa da Itália, o tcheco foi para a Juventus em 2001 e lá se transformou em lenda com dois Scudettos.
http://espn.uol.com.br/noticia/729967_para-atuar-com-filho-mito-da-juventus-volta-a-jogar-aos-45-anos-em-time-da-setima-divisao

A manipulação e análise dos dados do futebol na Europa vem levantando algumas questões no grupo que compõe o FutLAB (Maurício Barros, blogueiro e comentarista dos canais ESPN, e os economistas Celso Toledo, Fábio Moraes e Marco Laes, especialistas em estatísticas). Uma delas é detectar as principais mudanças no jeito de se jogar futebol no Velho Continente ao longo dos últimos anos.
Para aqueles que acompanham a história do nosso esporte favorito, a evolução não é nenhuma novidade: avanços no preparo físico e em esquemas táticos fazem com que, ao compararmos um jogo da década de 1970 com uma partida da atualidade, tenhamos a sensação de estar assistindo hoje quase que a um outro esporte, muito mais veloz, talvez menos “artístico”, certamente com maior ênfase na defesa.
Infelizmente, a coleta sistemática de estatísticas é um fenômeno recente, e não conseguimos retroagir para décadas anteriores. A nossa ideia foi, então, analisar numericamente a evolução ocorrida entre 2010 e os dias atuais. Felizmente, porém, no período em que temos os bancos de dados completos, observamos o auge de uma das maiores revoluções táticas do futebol, que vamos chamar aqui de o “estilo Barcelona” de se jogar – ou, alternativamente, “futebol total”.
Obviamente, o conceito do “futebol total” não é novo: ao longo da história teve aparições, porém quase sempre efêmeras, como na Hungria de 1954, e no Ajax e na Seleção Holandesa do início da década de 1970. No Barcelona, este conceito surgiu na década de 1990, com a chegada de Cruyff (trazendo, obviamente, suas experiências como jogador do Ajax e da Holanda), espalhou-se pela sua academia, La Masia, e alcançou seu auge com o assombroso sucesso no período em que Pep Guardiola assumiu a posição de treinador.
Será que o sucesso do Barcelona imprimiu uma marca no futebol, e espalhou seus conceitos de posse de bola, passes curtos, e paciência ao manter a bola circulando até surgir a opção de passe vertical, para o resto do continente europeu? Bem, como sempre acontece nas análises da FutLAB, vamos aos números. A análise é dividida em dois pontos básicos: a evolução dos passes, e das finalizações, analisando as cinco grandes ligas da Europa: Itália, Espanha, Alemanha, Inglaterra e França. Os dados são da Opta, parceira da ESPN.
Passes
Quando se trata de posse de bola, (de uma maneira bastante simplificada) podemos observar nos técnicos duas visões antagônicas: aqueles que acreditam num futebol proativo, baseado na posse de bola (pensem em Guardiola), e aqueles que acreditam que o jogo é vencido por quem comete menos erros, e que a melhor maneira de atacar é se aproveitar de um erro do adversário e sair no contra-ataque (pensem em José Mourinho). Será que o sucesso do Barcelona inspirou os demais times da Europa a dar maior importância à posse de bola? Será que os ex-jogadores do Barcelona que se tornaram técnicos de grandes clubes, como Guardiola, Lopetegui, Blanc e Luis Enrique, exportaram a filosofia azul-grená?
Primeiramente, vamos olhar a evolução do número de passes por jogos nas cinco grandes ligas, ao longo das últimas sete temporadas:



Estes números, por si só, são notáveis. Enquanto, na média dos cinco campeonatos, eram dados na temporada 2010/11 917 passes por jogo, este valor subiu para 979 passes por jogo em 2016/17, um aumento de 6,8% em apenas 7 anos, uma importante transformação no jeito de jogar em um período tão curto. As maiores mudanças foram observadas nos campeonatos Alemão e Francês, com um aumento de quase 10% no número de passes por jogo (e, curiosamente, a menor mudança ocorreu na Espanha, berço da “revolução”).
Como os times conseguiram aumentar tanto a quantidade de passes dados por jogo? Basicamente, os passes se tornaram mais curtos:



E passes mais curtos geram uma maior precisão:



Estes passes não são apenas mais curtos: hoje são dados mais passes para trás (uma das marcas registradas do Barcelona), e são feitos menos cruzamentos, em especial cruzamentos longos (definidos por nós como aqueles em que a bola viaja mais de 35 metros no ar – o chuveirinho clássico).





Em resumo, os times passaram a valorizar muito mais a posse da bola, procurando reduzir o número de erros ao reduzir a distância dos passes, não ter vergonha ao passar para trás, e chuveirar cada vez menos (não reportamos aqui, mas o número de lançamentos também vem caindo ano a ano). A escola do Barcelona parece, assim, ter se espalhado pela Europa: todos querem ter a bola no pé cada vez mais, e vêm adaptando o estilo de jogo para tanto.
Finalizações
Esta mudança na maneira de ter a posse de bola, e avançar no campo, obviamente gerou mudanças na maneira de se finalizar. Um número interessante, que não esperávamos, é que o número de finalizações por jogo vem diminuindo – ou seja, os times chutam cada vez menos:



Os times estão chutando menos, porém de uma maneira cada vez mais certeira; abaixo, temos que em todas as ligas os chutes estão acertando cada vez mais o gol:



Como os times vêm ganhando eficiência em suas finalizações? Ao se aproximar cada vez mais do gol: enquanto a distância média das finalizações na temporada 2010/11 era de 20,4 metros, na última temporada este valor caiu em quase 8%, para 18,8 metros.



Os times estão, desta maneira, finalizando menos, porém de muito mais perto, levando a um aumento na precisão. E como nascem estas finalizações? Este aumento no número de passes levou a um maior número de finalizações geradas por uma assistência de um companheiro, diminuindo, assim, o número de finalizações fruto de jogadas individuais:



Com exceção da Espanha (que já contava com um alto número de finalizações assistidas), todos os demais campeonatos viram um aumento no número de finalizações criadas de uma maneira mais coletiva. Com exceção da Alemanha, estas finalizações são cada vez mais fruto de jogadas trabalhadas, e menos de contra-ataques:



Esta mudança (radical para um período tão curto) em como os times finalizam mudou a quantidade de gols marcados? Em média sim, e para cima:



Podemos observar que Alemanha e Inglaterra, que já apresentavam um elevado número de gols por jogo, mantiveram-se razoavelmente constantes ao longo do tempo (até com uma leve queda na Alemanha). Já os outros três campeonatos apresentaram uma explosão na quantidade de gols marcados, e no continente como um todo o valor passou de 2,66 gols por jogo para 2,83.
A última revolução tática?
Ao observarmos os números, é inegável que o futebol europeu vem passando por uma profunda transformação em sua maneira de jogar ao longo da última década, e há a marca do Barcelona nesta mudança: os times cada vez mais estão valorizando a eficiência, procurando aumentar a posse de bola com passes curtos, muitas vezes para trás, a fim de manter consigo a bola, e finalizando menos porém melhor, com finalizações cada vez mais perto do gol, fruto cada vez mais de jogadas trabalhadas. O novo lema do futebol parece ser “vamos manter a bola conosco, envolvendo cada vez mais o time todo, finalizando menos porém melhor”.
Seria este, então, o futebol total, o estilo Barcelona de jogar, o último estágio das táticas do futebol? Não. Seja na natureza, seja nas relações humanas, a evolução é inexorável, e existe sempre a pressão constante para superar o que é considerado melhor em um determinado momento. O futebol já viu diversos esquemas táticos serem tidos como ideais – a “pirâmide” 2-3-5, o W-M, o 4-2-4, o 4-3-3, o 4-4-2, o 3-5-2, e agora o futebol total, “sem-posição”, está em voga. Um novo esquema surge para derrotar uma tática já estabelecida, e apostamos com vocês que, daqui a alguns anos, surgirá uma resposta ao estilo Barcelona de jogar. Se é que já não surgiu, não é, Real Madrid de Zidane?
http://espn.uol.com.br/post/729252_as-mudancas-recentes-na-maneira-de-jogar-dos-cinco-principais-campeonatos-da-europa

Foi o 92º gol de Robben com a camisa do Bayern na Bundesliga, igualando o brasileiro Élber, que jogou por lá entre 1997 e 2003, como o maior artilheiro estrangeiro do clube na competição.
O curioso, porém, é que esse recorde aparece com os dias contados. Afinal de contas, Lewandowski já tem nada menos que 84 gols com a camisa bávara.
http://espn.uol.com.br/noticia/729275_robben-iguala-elber-mas-reserva-de-neuer-falha-feio-e-bayern-so-empata-com-o-wolfsburg

É comum na Espanha que alguns clubes transformem os seus uniformes reservas em versões personalizadas das bandeiras de suas comunidades autônomas. Catalães, valencianos, bascos e outros já fizeram isso várias vezes. O Barcelona causou o maior impacto, enquanto o Valencia repete as cores com frequência. Às vésperas do referendo que decidirá a independência da Catalunha, no entanto, o assunto causou controvérsia. O tradicional Lleida, que atualmente milita na terceira divisão do Campeonato Espanhol, acusou o árbitro de seu jogo neste domingo de ter impedido o uso da camisa listrada em amarelo e vermelho, como a bandeira catalã.
O Lleida usaria a camisa com a “senyera” (como é chamada a antiga bandeira da Coroa de Aragão, adaptada por algumas comunidades autônomas, inclusive a Catalunha) diante do Atlético Saguntino, em partida realizada no seu estádio. Durante a semana, chegou a avisar a federação e os adversários sobre a decisão, para que não ocorressem problemas. Porém, antes do pontapé inicial, o trio de arbitragem barrou os anfitriões, afirmando desconhecer qualquer comunicado prévio. “O árbitro nos disse que não poderíamos jogar com esta camiseta e, que se fizéssemos isso, a partida seria suspensa. Sem mais”, declarou o clube. Sem escolha, os catalães tiveram que usar o seu uniforme titular, azul. Ao final do jogo, os atletas voltaram ao círculo central com a camisa da senyera.
Em uma semana na qual o debate sobre a independência catalã toma o país, o empecilho ganhou contornos políticos. Passou a ser usado como um símbolo dos atritos entre as diferentes partes. A federação espanhola, entretanto, usa uma justificativa que o Lleida ignora. Segundo o regulamento da entidade, o clube mandante não pode usar um uniforme que não seja o seu principal nos jogos dentro de casa.
O Lleida rebate que nem sempre tal artigo é cumprido pelos clubes espanhóis. O Betis chegou a atuar com uma camisa verde e rosa no Estádio Benito Villamarín, em referência ao Dia Internacional da Mulher. Para os catalães, esta seria a prova cabal de que há intenções não explícitas. Além do mais, outra desconfiança reside sobre o Atlético Saguntino. Apesar do aviso do Lleida e da determinação aos visitantes de levarem sempre dois jogos de uniforme às partidas, eles levaram apenas um, vermelho, que bateria com a senyera. Em nota oficial, os valencianos declararam que não receberam qualquer aviso prévio do Lleida e que gostariam de se distanciar da controvérsia política.
Apesar de todo o imbróglio, a senyera esteve presente na rodada da primeira divisão do Campeonato Espanhol. A bandeira da Comunidade Valencia possui o mesmo padrão listrado em vermelho e amarelo da Coroa de Aragão. Justamente o uniforme utilizado pelo Valencia durante a visita à Real Sociedad, com vitória por 3 a 2 no Estádio Anoeta. “Não há nada político, porque, se houvesse, o Valencia não estaria jogando assim”, rebateu um porta-voz da federação, em entrevista ao jornal El País. Entre as verdades que cada lado pretende sustentar, fica o conflito (bobo) em uma semana tão importante para a região.
http://trivela.uol.com.br/lleida-acusa-a-federacao-espanhola-de-impedi-lo-de-usar-camisa-inspirada-na-bandeira-catala/

Setembro está a acabar e, longe de já se começarem a tirar conclusões do que esta época significará, já é possível observar comportamentos comuns. Um dos aspetos que reparamos é que são raros os campeões que estão em lugar de revalidação.
Dos 12 campeonatos mais cotados da UEFA, só há dois que estão em primeiro lugar no campeonato, sendo que um é em igualdade com outra equipa e outro tem mais um jogo realizado que o grande rival (que subirá à liderança se o ganhar).

Real Madrid - Um dos casos de maior quebra em relação ao ano passado e quando nada o fazia prever. Fruto de péssimas prestações em casa, onde a equipa de Zidane ainda não ganhou, o Real Madrid está já a sete pontos do Barcelona, que lidera com 6 jogos e 6 vitórias.

Bayern - Uma derrota com o Hoffenheim e um empate caseiro com o Wolfsburgo fazem com que o Bayern não esteja a ter um arranque habitual. O Borussia Dortmund tem estado melhor e já tem mais três pontos que os bávaros, que também tem o próprio Hoffenheim à sua frente.

Chelsea - O arranque em falso do Chelsea deveu-se à surpreendente derrota na primeira jornada. Quem diria que o Burnley iria ganhar 2x3 a casa do campeão? Foi um acidente de percurso, pelo que se tem visto desde então, mas a verdade é que os dois clubes de Manchester não perdoaram e estão com mais três pontos na classificação.

Juventus - A Juventus é a primeira exceção. Em bom rigor, não é líder do campeonato italiano, visto que o Nápoles tem melhor diferença nos golos, mas a formação de Allegri está a realizar um arranque perfeito e tem os 18 pontos possíveis até agora.

Monaco - Conseguiu encurtar distâncias esta jornada, fruto do empate do Paris SG que significou os primeiros pontos perdidos pelos parisienses, mas o Mónaco, que agora está a um ponto da liderança, não terá tarefa fácil, atendendo ao investimento do rival, que, para além da compra de Neymar, roubou a principal estrela dos monegascos: Mbappé.

Spartak Moskva - Na época passada, o Spartak surpreendeu ao ganhar o campeonato. Esta época, surpreende pelo péssimo arranque. Está na metade inferior da classificação, sendo nono e estando já a 13 pontos do líder Zenit. Será preciso quase um milagre para ainda conseguir lutar por novo título.

Benfica - Ao fim de quatro campeonatos e de várias vendas, o Benfica não começou o campeonato português com a mesma força que FC Porto e Sporting. Na última ronda, reduziu para três os pontos de desvantagem para os leões, mas continua a cinco dos dragões, que têm conseguido uma excelente série de triunfos.

Anderlecht - Um dos casos mais significativos de queda é o do Anderlecht, que este ano voltou à Liga dos Campeões depois do título da época passada, mas que já mudou de treinador depois do péssimo arranque. Nicolas Frutos tenta dar outro rumo à equipa de Josué e começou com duas vitórias, mas, por agora, o Anderlecht ainda está a três pontos dos lugares da fase de campeão e a nove do líder Club Brugge.

Shakhtar Donetsk - O outro caso de relativo sucesso desta lista é o do Shakhtar Donetsk, que nesta ronda se isolou no primeiro lugar do campeonato, ao 10.º jogo, aproveitando o empate do Dinamo de Kiev. Porém, a equipa da capital tem menos dois pontos e um jogo em atraso, pelo que esta é uma liderança à condição da equipa de Paulo Fonseca.

Besiktas - Ao fim de seis jogos, o Besiktas é segundo classificado, o que, neste caso, não se trata de uma situação dramática (nem lá perto). O Galatasaray está apostado num regresso aos êxitos e comanda com mais três pontos, beneficiando da derrota da equipa de Pepe e Quaresma no dérbi com o Fenerbahçe, nesta jornada.

Feyenoord - Num campeonato que, por agora, se está a revelar muito equilibrado, o campeão Feyenoord teve uma quebra. Depois de quatro vitórias, perdeu na casa do PSV e agora foi derrotado pelo NAC Breda em sua casa, caindo para o quarto lugar. Ainda assim, apenas a três pontos da equipa de Eindhoven, que lidera.

Olympiacos - O super-campeão Olympiacos está, este ano, a viver uma situação atípica e está, ao fim de cinco jornadas, em quarto lugar com oito pontos, a cinco do líder AEK, que o derrotou nesta ronda. Resultado? Já houve mudança técnica para que se encontrem sinais de retoma.
http://www.zerozero.pt/news.php?id=205960&nchapter=12

Terminou a carreira aquele que era o último jogador grego ainda em atividade que conquistou o Campeonato da Europa de 2004: Dimitrios Papadopoulos, avançado de 35 anos, anunciou esta semana o seu abandono aos relvados.
Através das redes sociais, o agora antigo internacional helénico anunciou o final da sua carreira, ele que, na temporada passada, realizou 19 jogos e marcou dois golos, distribuídos entre o Panetolikos e o Atromitos.
Papadopoulos fez parte do grupo de 23 jogadores liderados pelo alemão Otto Rehhagel, que venceu Portugal na final do Euro 2004, encontro de má memória para todos os portugueses.
http://abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/693832

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Ter Set 26, 2017 11:03 am

Começando hoje a segunda rodada das competições continental, chance de recuperação ou de colocar logo o pé na lama.
Uma pena que mais uma vez vai para tudo na próxima semana pra data Uefa, deveria colocar ao menos esse última rodada junto logo com o play-off de acesso a Copa.

Espanha, Inglaterra e Itália são os únicos países que conseguiram chegar as fases de grupos sem perder nenhum time nas eliminatórias. Com o sistema de ranking mudando a partir da próxima temporada é meio complicado falar de ranking no momento, mas já tem de conseguir obter muitos pontos, principalmente os países a partir da quinta colocação geral que terão menos vagas.

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Ter Set 26, 2017 5:48 pm

Resultados finais LC:

Dortmund 1x3 Real Madrid
Monaco 0x3 Porto
Man. City 2x0 Shakhtar Donetsk
APOEL 0x3 Tottenham
Beşiktaş 2x0 Leipzig
Napoli 3x1 Feyenoord
Spartak Moskva 1x1 Liverpool
Sevilla 3x0 Maribor

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Ter Set 26, 2017 7:42 pm









_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu - 2017/18

Mensagem por ricardo83 em Ter Set 26, 2017 7:47 pm

Porto hoje foi bem demais taticamente, quando vi a escalação fiquei puto com o Sérgio Conceição por optar pelo Sérgio Oliveira e o Herrera que não tem sido titulares e também por colocar o time no 4-3-3 sendo que o time vem bem no 4-4-2.
Brahimi e Marega fizeram uma partida fantástica como pontas, correram, marcaram e criaram situações de gol o jogo inteiro, time no 4-5-1 sem bola, e rapidamente virava o 4-3-3 na hora que estava com a posse da bola.
O time hoje também contou muito com a sorte na parte defensiva, o que sempre é bem vindo, principalmente nos dias que a competência não esta em alta.
Esse trio de ataque africano esta jogando muito junto.

_________________
avatar
ricardo83
Super Sayajin

Mensagens : 3892
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum