Futebol Europeu (Uefa)

Página 9 de 40 Anterior  1 ... 6 ... 8, 9, 10 ... 24 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Ter Set 26, 2017 8:19 pm

O Real Madrid não se intimidou com a poderosa Muralha Amarela nesta terça-feira e, em pleno Signal Iduna Park, bateu o Borussia Dortmund por 3 a 1 pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. Foi a primeira vitória merengue em solo inimigo contra o Dortmund.
E o dia foi de Cristiano Ronaldo. Completando 400 partidas oficiais com a camisa do Real Madrid, ele marcou logo duas vezes para garantir a vitória do time espanhol. Gareth Bale marcou o outro merengue, e Aubameyang descontou para o Dortmund.
Agora, o astro português tem 400 jogos e 411 gols pelo Real. Números impressionantes!
http://espn.uol.com.br/noticia/730339_ronaldo-brilha-em-seu-jogo-400-real-quebra-tabu-na-alemanha-e-complica-o-dortmund

Às vésperas da partida entre Bayern de Munique e Paris Saint-Germain pela fase de grupos da Champions League, o atacante do clube alemão, Arjen Robben, deu uma declaração um tanto quanto polêmica sobre o adversário.
“O PSG tem gastando muitos euros a mais do que nós, mas o dinheiro não marca gols. A qualidade que um jogador tem em campo que marca gols, as boas equipes marcam gols”, disse o jogador, antes de partir para a França.
O clube francês tem sido alvo de críticas pela quantidade de dinheiro gasta em reforços, principalmente na última janela de transferências. O estopim foi a compra milionária de Neymar por 222 milhões de euros (R$ 828 milhões).
O presidente da equipe alemã, Uli Hoeness, também não deixou barato para os franceses, e deu a sua opinião sobre o assunto, em entrevista ao portal inglês Kicker, na última segunda-feira.
“Os investidores dirão, no final das contas: ‘Nós colocamos tanto dinheiro e não conseguimos o que queríamos, estamos com água até o nariz’. Então chegará o nosso momento”, provocou o dirigente.
“Chegará um momento em que os investidores verão que o sucesso esportivo não vem do caminho que eles imaginaram”, completou.
http://espn.uol.com.br/noticia/730240_antes-de-duelo-com-psg-robben-diz-o-dinheiro-nao-faz-gols

O galês Ryan Giggs parabenizou nesta terça-feira o meia inglês Gareth Barry, do West Bromwich Albion, por ter superado o recorde do maior número de jogos disputados na era Premier League do Campeonato Inglês, iniciada em 1992.
O jogador, de 36 anos, que defendeu também Aston Villa, Manchester City e Everton, disputou a 663ª partida nesta segunda-feira, na derrota do West Brom para o Arsenal por 2 a 0, no Emirates Stadium, passando a ter um a mais que o ex-jogador do Manchester United.
"Olá, Gareth! Parabéns por quebrar meu recorde na Premier League. É um grande feito. Sei que é um jogador muito profissional, e disputar tantos jogos no mais alto nível é uma vitória. Parabéns. Espero que atue muito mais", afirmou Giggs.
http://espn.uol.com.br/noticia/730330_giggs-parabeniza-novo-recordista-de-jogos-disputados-pela-premier-league

Na reedição da final da Uefa Champions League da temporada 2003/2004, o Porto levou a melhor novamente. E com o mesmo resultado de 14 anos atrás. Desde então, as equipes nunca mais haviam se enfrentado.
Com uma atuação de gala do atacante camaronês Vincent Aboubakar, a equipe portuguesa bateu o Monaco por 3 a 0, nesta terça-feira (26/09). A partida válida pela segunda rodada da fase de grupos foi realizada no estádio Louis II, em Monaco.
http://espn.uol.com.br/noticia/730329_em-reedicao-da-final-da-champions-de-2004-porto-repete-ate-o-resultado-e-massacra-o-monaco

Representantes da Fifa, da Uefa e da Associação Europeia de Agentes de Futebol prestaram esclarecimentos nesta terça-feira ao Comitê de Investigação sobre Lavagem de Capitais e Evasão Fiscal do Parlamento Europeu, como desdobramento das informações vazadas pelo site "Football Leaks".
Ao término do inquérito sobre o caso, os eurodeputados elaborarão um relatório, para ser apresentado em plenário na Eurocâmara. Após a sessão, diversos parlamentares não esconderam a insatisfação com as informações das entidades.
"Houve uma falta de respeito da Uefa e da Fifa para com a instituição do Parlamento Europeu. Quando convocamos organismo para virem aqui dar explicações sobre o que fazem contra fraudes fiscais, elas vêm, a maioria, com o mais alto escalão. Hoje, mandaram apenas alguns técnicos", disse o eurodeputado espanhol Ernest Urtasun.
"Muitos de nós não ficamos nada satisfeitos. No entanto, evidenciaram que os órgãos reguladores, ou não sabem, ou são coniventes. Jogam bolas para fora", completou a parlamentar espanhola Maite Pagazaurtundua.
A Fifa foi representada pela responsável pelo departamento de integridade nas transferências, Kimberly Morris, que rafificou o compromisso da entidade com "a boa governança e transparência". Além disso, garantiu que as atuais normais protegem a normal realização das competições e seus participantes.
O consultor legal sênior da Uefa Julien Zylberstein, por sua vez, defendeu no Comitê as normas do Fair Play Financeiro estipulada para a participação de clubes europeus em competições continentais.
O repórter holandês Merijn Rengers, do jornal NRC Handelsblad - que faz parte do consórcio de veículos europeus que divulgou vazamentos do "Football Leaks" -, também participou da sessão, lembrando que o público se preocupa com as transferências, mas não com práticas de agentes e dirigentes.
"Todo mundo estava usando canais obscuros de dinheiro. Todos", acusou o jornalista.
http://espn.uol.com.br/noticia/730235_eurodeputados-ouvem-fifa-e-uefa-sobre-lavagem-de-dinheiro-no-futebol

Dia 26 será talismã num Monaco x FC Porto?
26 Set. 2017 ASM 0-3 FCP
26 Mai. 2004 ASM 0-3 FCP
https://twitter.com/playmaker_PT/status/912782201124728833

Jogadores com mais jogos nas competições de clubes da UEFA*
174: Iker Casillas (Real Madrid, Porto)
173: Xavi Hernández (Barcelona)
169: Paolo Maldini (Milan)
161: Clarence Seedorf (Ajax, Real Madrid, Inter, Milan)
160: Javier Zanetti (Inter)
158: Pepe Reina (Barcelona, Villarreal, Liverpool, Nápoles, Bayern)
158: Ryan Giggs (Manchester United)
158: Raúl González (Real Madrid, Schalke)
152: Gianluigi Buffon (Parma, Juventus)
150: Jamie Carragher (Liverpool)
150: Cristiano Ronaldo (Sporting, Manchester United, Real Madrid)

*Por competições de clubes da UEFA entenda-se Taça dos Clubes Campeões Europeus/UEFA Champions League, Taça UEFA/UEFA Europa League, Taça dos Clubes Vencedores de Taças, SuperTaça Europeia da UEFA e Taça Intertoto
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2503056.html

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Set 27, 2017 11:25 am

Sexta (29/09)

15:30 Schalke x Leverkusen [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Alemão)
15:30 Parma x Salernitana [Bandsports / Bandsports HD] (2ª Divisão Campeonato Italiano)
15:45 Monaco x Montpellier [SporTV2 / SporTV2 HD] (Campeonato Francês)
16:00 Celta x Girona [ESPN+] (Campeonato Espanhol)

Sábado (30/09)

08:00 Deportivo x Getafe [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
08:30 Huddersfield x Tottenham [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
10:30 Augsburg x Dortmund [ESPN+] (Campeonato Alemão)
10:30 Eintracht Frankfurt X Sttutgart [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
11:00 Man. United x Crystal Palace [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
12:00 PSG x Bordeaux [SporTV2 / SporTV2 HD] [ESPN / ESPNHD] [TV5] (Campeonato Francês)
13:00 Udinese x Sampdoria [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
13:30 Chelsea x Man. City [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
13:30 Hamburgo x Bremen [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
14:15 Boavista x Feirense [Bandsports / Bandsports HD] (Campeonato Português)
15:45 Leganes x Atlético [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:45 Genoa x Bologna [RAI] (Campeonato Italiano)

Domingo (01/10)

07:30 Napoli x Cagliari [ESPN / ESPNHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
08:00 Arsenal x Brighton [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
08:30 Freiburg x Hoffenheim [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
10:00 Benevento x Internazionale [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
10:00 Lazio x Sassuolo [ESPN+] (Campeonato Italiano)
10:00 Troyes x St-Étienne [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
10:30 Hertha x Bayern [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
11:15 Barcelona x Las Palmas [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Espanhol)
12:00 Angers x Lyon [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
12:30 Newcastle x Liverpool [ESPN+] (Campeonato Inglês)
13:00 Milan x Roma [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
13:30 Valencia x Athletic [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (Campeonato Espanhol)
15:15 Sporting x Porto [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Português)
15:45 Real Madrid x Espanyol [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:45 Atalanta x Juventus [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
16:00 Nice x Marseille [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
17:30 Maritimo x Benfica [Bandsports / Bandsports HD] [RTP] [SIC] (Campeonato Português)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Set 27, 2017 5:41 pm

Resultados finais LC:

Qarabağ 1x2 Roma
PSG 3x0 Bayern
CSKA Moskva 1x4 Man. United
Sporting 0x1 Barcelona
Juventus 2x0 Olympiacos
Atlético 1x2 Chelsea
Anderlecht 0x3 Celtic
Basel 5x0 Benfica

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Set 27, 2017 5:43 pm


_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Set 27, 2017 5:47 pm

Derrota do Benfica foi linda demais, completamente inesperada.
Porto vencer até que podia acontecer, mas eu não esperava de forma alguma pelo placar da final de 2004.
Real e Chelsea vencerem não que seja surpresa mas foram vitórias inesperadas, Real nunca tinha vencido o Dortmund e o Atlético é osso duro em casa.

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Set 27, 2017 6:24 pm









_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qui Set 28, 2017 10:44 am

Benfica cai para o Basel e leva sua pior goleada na história da Lig. Encarnados vão até a Suíça e perdem por 5 a 0 para os donos da casa. Antes, a pior derrota do Benfica na história da Liga dos Campeões (desde 1993) havia sido para o Borussia Dortmund, por 4 a 0, no jogo de volta das oitavas de final do torneio da temporada passada. Em competições europeias, os Encarnados já perderam por um placar maior. Em 1999, sofreram um 7 a 0 para o Celta, pela Copa da Uefa, que hoje é a Liga Europa. O Basel, por sua vez, tinha como maior vitória na Liga dos Campeões um 4 a 0 diante do Ludogorets, em 2014.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/liga-dos-campeoes/noticia/com-julio-cesar-benfica-cai-para-o-basel-e-leva-sua-pior-goleada-na-historia-da-liga.ghtml

A partida entre Barcelona e Las Palmas, marcada para o próximo domingo e válida pela La Liga, pode estar ameaçada devido à falta de policiais para fazer a segurança do estádio. Este problema deve-se ao referendo independentista da Catalunha, que ocorrerá no mesmo dia.
O presidente da Generalitat, governo autônomo da região que reivindica por independência, convocou todo o Conselho de Segurança da Catalunha para presenciar a oposição ante o Governo Espanhol. Dessa maneira, a corporação policial, assim como a guarda civil e nacional, devem comparecer à votação.
Enquanto isso, organizadores do confronto pelo Campeonato Espanhol estudam qual é a operação policial necessária para uma partida que reunirá cerca de 70 mil espectadores dentro de um estádio como o Camp Nou.
O governo catalão ainda não decidiu quanto à segurança no dia do referendo, mas que a polícia deve estar presente nos locais de votação. Já o Barcelona espera por uma decisão e instruções caso deva ou não suspender o confronto.
http://espn.uol.com.br/noticia/730761_referendo-da-catalunha-pode-suspender-jogo-do-barcelona

O Real Madrid anunciou a renovação com mais um jogador para as próximas temporadas. Desta vez, o contemplado foi o zagueiro francês Raphael Varane, de 22 anos, que seguirá no Santiago Bernabéu até 2022.
Com isso, a equipe merengue já conta com 20 atletas assegurados para a década de 2020 em seu elenco, atual campeão espanhol e bi da Europa.
Apenas nas últimas semanas, o Real estendeu os vínculos do atacante Karim Benzema (2021), dos laterais Marcelo e Carvajal, do meia Isco e de Varane (2022).
Além disso, duas contratações para esta temporada - o lateral Theo Hernández e o meia Dani Ceballos - assinaram contrato até 2023.
Os contratos dos goleiros Keylor Navas e Kiko Casilla, dos zagueiros Sergio Ramos e Nacho além do meia Luka Modric acabaram daqui a três anos.
O defensor Jesús Vallejo, o volante Casemiro, o meia Mateo Kovacic e os atacantes Cristiano Ronaldo, Lucas Vázquez e Borja Mayoral está garantidos até 2021.
Já Toni Kroos, Marco Asensio e Gareth Bale ficam no Real por mais cinco anos.
http://espn.uol.com.br/noticia/730533_real-renova-com-mais-um-e-ja-tem-20-jogadores-garantidos-para-a-proxima-decada

Menos de dois meses depois do início da temporada, o Bayern de Munique vive uma turbulência das grandes. A equipe foi atropelada pelo Paris Saint-Germain no seu primeiro grande jogo da Uefa Champions League nesta quarta-feira e já viu atritos dentro do clube tornarem-se públicos.
Já na Bundesliga, os bávaros aparecem na terceira posição com 13 pontos após seis rodadas, o que representa o pior início do clube na competição desde 2010-11, quando tinha oito pontos e figurava no nono lugar no mesmo momento da temporada.
A que se deve o início atípico do Bayern de Munique em 2017-18? O ESPN.com.br selecionou alguns motivos:
Cadê o Neuer?
Tidos por muitos como o melhor goleiro do mundo, Manuel Neuer é o capitão e um dos destaques do Bayern de Munique. Além disso, seu reserva imediato, Sven Ulreich, que chegou a viver bons momentos no Stuttgart, não tem correspondido quando acionado. Juntou-se a ausência do primeiro com a presença do segundo e acabou por originar-se um problema para o time do técnico Carlo Ancelotti.
O titular da seleção alemã fraturou neste mês o pé esquerdo, o mesmo no qual outro problema o fez perder a reta final da última temporada, e deve só voltar no ano que vem. Além de ficar sem uma referência, o torcedor bávaro viu Ulreich falhar feio contra o Wolfsburg, o que permitiu a reação e o empate do adversário na Allianz Arena, na última sexta, por 2 a 2. Ele ainda teve uma atuação discreta no revés por 3 a 0 para o PSG.
Saiu Douglas Costa, chegou James Rodríguez; saiu Renato Sanches e o aposentado Xabi Alonso, chegaram Corentin Tolisso e Sebastian Rudy. A zaga foi fortalecida com Niklas Süle, enquanto Philipp Lahm, que também pendurou as chuteiras, já tinha Joshua Kimmich como substituto natural.
O Bayern repôs os espaços que ficaram abertos em relação ao final da última temporada, mas, em tempos de gastos estratosféricos no futebol, o clube não deu um passo a mais e parece, ao menos atualmente, atrás dos principais elencos do continente. Robert Lewandowski chegou a chiar publicamente a respeito.
A idade chega...
O argumento de fortalecer o elenco também se reside no fato de que o peças importantes o estão envelhecendo e se afastando do auge de suas carreiras. Arjen Robben tem 33 anos, Franck Ribéry, 34, e embora sigam em alto nível, já não têm o mesmo vigor físico de outrora. Com mais nomes no setor, a rotação de atletas poderia ser maior, assim como a preservação da dupla para os jogos maiores.
Aliás, ironicamente, da aposentadoria o clube foi buscar o goleiro Tom Starke, que também havia encerrado sua trajetória no futebol profissional no meio do ano. O arqueiro de 36 anos vestiu as luvas novamente apenas para compor elenco enquanto Neuer se recupera.
Aposentadoria em dose dupla
Por falar em idade, ela é o motivo de o Bayern de Munique ter perdido dois titulares absolutos: Philipp Lahm (33 anos) e Xabi Alonso (35) anunciaram a aposentadoria ao final da última campanha. Para o lugar do primeiro até havia Kimmich - que vive ótimo momento na carreira - como substituto natural, enquanto que a lacuna deixada pelo segundo foi suprida com Corentin Tolisso, contratação mais cara da história da Bundesliga, e Sebastian Rudy, jogador da seleção alemã. No entanto, a representatividade e liderança que Xabi Alonso e Lahm tinham no Bayern não é reposta de um dia para o outro.
Queda de Müller
Müller foi a maior decepção da temporada e precisa tomar um 'susto' do Bayern
Bávaro, formado nas categorias de base do Bayern de Munique e responsável por boa parte dos gols do time nas últimas temporadas, Thomas Müller é ídolo e uma personalidade muita identificada com o clube. Porém, desde a campanha passada, o seu papel tem sido mais discreto.
Na Bundesliga 2016-17, foram apenas cinco gols, sendo que até a 24ª rodada ele havia ido à rede apenas uma vez. Já nesta temporada, em dez jogos oficiais, ele marcou somente um gol e mostra estar abaixo do que já conseguiu apresentar em campo. Em agosto, ele chegou a reclamar do pouco tempo em campo, mas hoje é titular e o quarto com mais minutos na temporada.
Reclamações
A reclamação de Müller foi um dentre outros casos de manifestações públicas de insatisfação de jogadores. O pedido de Robert Lewandowski de mais contratações foi um deles. O atacante foi rebatido pelo CEO, Karl-Heinz Rummenigge, que também respondeu a contestação de Müller.
Posteriormente, Franck Ribéry revoltou-se ao ser substituído aos 33min do segundo tempo durante a vitória por 3 a 0 sobre o Anderlecht, pela Uefa Champions League, e atirou sua camisa no banco de reservas, assim que deixou o gramado. Na sequência, o diretor esportivo Hasan Salihamidzic se aproximou do francês e conversou com ele, que mostrou toda sua indignação.
Depois da partida, o dirigente comentou sobre o episódio. “Isso não pode acontecer no Bayern de Munique. Isso não é ok”, afirmou o bósnio. “Nós iremos falar sobre isso”.
Lesões
Além de Neuer, já mencionado, o Bayern também sofreu com outros problemas de contusão no começo da temporada. James Rodríguez e Thiago Alcântara, por exemplo, perderam parte final da pré-temporada e alguns jogos devido a lesões, assim como Jérôme Boateng, que só atuou três vezes até o momento em 2017-18, depois de ter sofrido problemas desde a campanha passada. No caso de James, vale ressaltar que isso pode representar uma dificuldade ainda maior, por se tratar de um atleta que se adapta a um novo clube, uma nova liga, uma nova língua... um novo tudo. David Alaba é outro que passou um tempo no departamento médico nas últimas semanas, tendo sido desfalque em nada menos do que seis confrontos.
http://espn.uol.com.br/noticia/730702_aposentadorias-lesao-de-neuer-e-atritos-veja-7-motivos-da-crise-do-bayern-de-munique

Na terceira partida em sua nova casa – a primeira pela Champions League – o Atlético de Madri conheceu sua primeira derrota, a virada sofrida para o Chelsea, por 2 a 1. Com o revés, os problemas para ir embora ficaram ainda piores.
De acordo com o Marca, deixar o Wanda Metropolitano é uma verdadeira “odisseia” para o torcedor.
Com capacidade para 73.729 pessoas, o estádio, que custou mais de R$ 1 bilhão, conta com uma estação de metrô e é circundado por grandes avenidas. Porém, nos três jogos realizados lá foram registrados grandes problemas para o escoamento dos torcedores.
Segundo o jornal, aqueles que vão ao local de carro acabam enfrentando muito trânsito, enquanto os que optam pelo transporte público precisam encarar longa filas para conseguirem deixar estádio. Há relatos de torcedores que demoram mais de uma hora para conseguir um transporte para voltar para casa.
http://espn.uol.com.br/noticia/730789_jornal-detona-acessos-ao-novo-estadio-de-mais-de-r-1-bi-do-atletico-de-madrid-e-diz-que-sair-dele-e-uma-odisseia

Com uma grande atuação de seu poderoso trio de ataque, o Paris Saint-Germain mostrou sua força no Parque dos Príncipes e venceu o Bayern de Munique por 3 a 0, nesta quarta-feira, pela 2ª rodada do grupo B da Uefa Champions League.
Daniel Alves, com assistência de Neymar, e Cavani, em um golaço após ótimo passe de Mbappé, fizeram os dois primeiros gols da partida, ainda no primeiro tempo. Neymar, aproveitando sobra de jogada genial de Mbappé, fechou a conta na etapa complementar.
Curiosamente, a grande atuação vem dias depois do meia-atacante Arjen Robben, do Bayern, provocar o PSG e dizer que "dinheiro não faz gols". No entanto, os caríssimos atacantes da equipe francesa mostraram que o dinheiro é capaz, sim, de comprar muitos gols - Robben, por sua vez, começou no banco, só entrou no segundo tempo e pouco fez.
O resultado é excelente para o PSG, que mantém o 100% de aproveitamento, vai a 6 pontos e lidera sua chave de maneira isolada.
O placar também alivia a barra do técnico Unai Emery, que vinha sendo questionado nos últimos dias após a polêmica dos pênaltis entre Neymar e Cavani, ficando na corda bamba após a péssima atuação contra o Montpellier, pela última rodada da Ligue 1. Agora, o espanhol certamente ganhará alguns dias de paz.
Para o Bayern, porém, serve para ligar o sinal de alerta. Vivendo fase muito ruim, em 3º lugar na Bundesliga, o clube agora afunda na crise, com a pressão em cima do experiente técnico Carlo Ancelotti ficando cada vez maior em Munique.
http://espn.uol.com.br/noticia/730599_dinheiro-faz-gols-sim-cavani-e-neymar-selam-paz-mbappe-arrebenta-psg-atropela-e-afunda-bayern-na-crise

A substituição do avançado Timo Werner, uma das grandes figuras do RB Leipzig, logo aos 32 minutos do jogo com o Besiktas, para a Liga dos Campeões, causou alguma surpresa. E a explicação para a saída do jovem internacional alemão, de 21 anos, acabou por não ser motivada por uma decisão técnica mas sim porque o jogador sentiu-se mal, sofrendo mesmo tonturas, devido ao intenso barulho provocado pelos adeptos da equipa turca onde alinham Pepe e Ricardo Quaresma.
"Timo foi vítima de problemas circulatórios e respiratórios", revelou Ralph Hasenhüttl, treinador dos vice-campeões germânicos, revelando ainda que o avançado consultou esta quarta-feira um especialista quando chegou a Leipzig.
Werner ainda pediu tampões para os ouvidos para se proteger do barulho, mas teve de deixar o relvado quando começou a ter tonturas. "Num primeiro período, os meus jogadores foram sobrecarregados pelo barulho do estádio. É impossível preparares a tua equipa numa atmosfera como esta. O ruído é ensurdecedor", salientou Ralph Hasenhüttl, que acabou por perder por 2-0 em Istambul.
http://www.record.pt/internacional/competicoes-de-clubes/liga-dos-campeoes/detalhe/barulho-dos-adeptos-do-besiktas-na-origem-da-substituicao-de-timo-werner.html

O Bayern Munique anunciou esta quinta-feira através do seu site que chegou a acordo com Carlo Ancelotti para rescindir o contrato que ligava o clube ao treinador italiano com efeitos imediatos. A decisão foi tomada poucas horas após a derrota da equipa no redito do Paris Saint-Germain (PSG), por 3-0).
O clube adiantou ainda que o sucessor do veterano italiano é Willy Sagnol, antigo internacional francês que integrava a equipa técnica, confimado assim também outra informação que o jornal 'Bild' tinha avançado no final da manhã, como aqui demos conta. Sagnol é apontado como treinador interino.
http://www.record.pt/internacional/paises/alemanha/detalhe/oficial-bayern-confirma-saida-de-ancelotti.html

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qui Set 28, 2017 5:59 pm

Resultados finais LE:

Sheriff 0x0 København
Lokomotiv Moskva 3x0 Zlín
Everton 2x2 Apollon
Lyon 1x1 Atalanta
Milan 3x2 Rijeka
AEK 2x2 Austria Wien
Braga 2x1 İstanbul Başakşehir
Ludogorets 2x1 Hoffenheim
Skënderbeu 1x1 Young Boys
Partizan 2x3 Dynamo Kyiv
M. Tel-Aviv 0x0 Villarreal
Astana 1x1 Slavia Praha
Zenit 3x1 Real Sociedad
Rosenborg 3x1 Vardar
Nice 3x0 Vitesse
Lazio 2x0 Zulte Waregem
Östersund 1x0 Hertha
Athletic 0x1 Zorya
Konyaspor 2x1 Vitória SC
Salzburg 1x0 Marseille
BATE 2x4 Arsenal
Köln 0x1 Crvena zvezda
Lugano 1x2 FCSB
Plzeň 3x1 H. Beer-Sheva

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qui Set 28, 2017 6:05 pm

Östersund continua obtendo façanhas. Everton, Athletic e Köln foram vergonhosos. Hoffenheim até agora só decepcionou. Braga fantástico, mais uma vez se superando.

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qui Set 28, 2017 6:06 pm


_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Sex Set 29, 2017 3:32 pm

Equipa da Semana do Fantasy Football da Champions League
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2505969.html

Equipa da Semana da Europa League
http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=2505991.html

Jogador da Semana da Champions League
http://mvp.uefa.com/pt/uefachampionsleague/results

Jogador da Semana da Europa League
http://mvp.uefa.com/pt/uefaeuropaleague/results

A derrota do Bayern de Munique para o Paris Saint-Germain foi o golpe mais duro. Causou tanto impacto que Carlo Ancelotti acabou demitido. Mas a semana esteve longe de ser boa para o futebol alemão nas competições europeias. Em seis jogos, foram seis derrotas. E isso só amplia o retrospecto péssimo. Somando as fases preliminares da Liga dos Campeões e da Liga Europa, as equipes da Bundesliga perderam 12 das 16 partidas disputadas. Venceram apenas duas, contra Anderlecht e Domzale, que não são exatamente os adversários mais respeitáveis. Enquanto isso, o mau desempenho se reflete diretamente nos números da Uefa. A Alemanha acabou ultrapassada pela Itália (semanas atrás, já tinha sido deixada para trás pela Inglaterra) no coeficiente de países organizado pela entidade.
Para sorte dos germânicos, a derrocada não causa mais impacto direto na tabela da Bundesliga. Com a reconfiguração da Liga dos Campeões, oferecendo quatro vagas a cada uma das quatro grandes ligas europeias, os clubes alemães estão a salvo. Mas não deixa de ser um sinal. É preciso ponderar que nesta temporada os coeficientes deixaram de contabilizar os números de 2012/13, quando a Alemanha teve um ótimo desempenho, com dois clubes na decisão da Champions. De qualquer forma, a explicação vai além.
Os números da Bundesliga ao longo das últimas temporadas, basicamente, dependem do Bayern de Munique e do Borussia Dortmund. São os dois clubes que alavancaram os pontos, por mais que os aurinegros tenham se ausentado da Champions em uma ocasião. No mais, há auxílios esporádicos de equipes como o Bayer Leverkusen e Wolfsburg. A classificação aos mata-matas da Liga dos Campeões até acontece com certa frequência, mesmo aos coadjuvantes, que não passam disso. Problema maior fica para o desempenho na Liga Europa, que está muito abaixo do esperado. Não há um representante do país sequer nas semifinais desde 2009/10, quando o Hamburgo conseguiu a proeza. Depois disso, no máximo, os germânicos foram quadrifinalistas – e só cinco vezes, em sete temporadas.
Pode-se até argumentar pontualmente sobre as derrotas desta semana. O Bayern, de fato, decepcionou – algo escancarado pela decisão da diretoria. O Borussia Dortmund não conseguiu fazer frente ao Real Madrid. Novato no exterior, o RB Leipzig não aguentou a pressão do Besiktas. O Colônia ampliou sua péssima fase perdendo em casa para o Estrela Vermelha. O Hoffenheim não foi competitivo suficiente contra o Ludogorets, tropeçando de novo. O Hertha Berlim acabou superado pelo surpreendente Östersunds na Suécia. Caso a caso, é possível achar desculpas? Sim. Só não dá para desculpar uma sequência tão ruim dos germânicos.
Há tempo para se recuperar. Mas, destes, apenas o Bayern de Munique tem um pouco mais de certeza que irá cumprir seu objetivo de classificação. O Borussia Dortmund e o RB Leipzig veem o tempo fechar, em grupos equilibrados na Champions. E, na Liga Europa, o Hoffenheim é aquele que pode ter um pouco mais de reação, considerando a qualidade de seu time, apesar das duas derrotas iniciais e dos desafios da chave. Mesmo assim, Julian Nagelsmann conta com um elenco sem profundidade tanta para se manter competitivo no torneio continental e na Bundesliga. A prioridade, neste caso, é um tanto quanto óbvia.
A Alemanha ainda conta com uma liga de ótimo nível técnico. Ok, eu sei que ninguém conseguiu competir com o Bayern nos últimos anos. Entretanto, a Bundesliga combina equilíbrio entre boa parte dos times e partidas quase sempre bem jogadas, independentemente da colocação na tabela. O problema é quando isso não reverte necessariamente em competitividade nas copas continentais. E a questão não é nem comparar com as equipes das outras grandes ligas. Quando Östersunds, Estrela Vermelha e Ludogorets se tornam algozes, há algo muito errado. Que não necessariamente tem a ver com investimento em contratações – o Everton que o diga.
Num episódio desses, logo surgem os primeiros cavaleiros do apocalipse. Longe do céu, mas também nem tanto ao inferno. A Alemanha possui um modelo de futebol louvável, especialmente pela maneira como costuma respeitar os seus torcedores e oferecer preços de ingressos acessíveis. Além do mais, a maneira como os clubes do país trabalham as suas categorias de base, mantendo um ritmo constante de formação de talentos, também merece elogios. Mas isso não quer dizer que não há nada para se repensar. Talvez, o modelo de negócio. É uma demanda antiga, sobre a própria capacidade dos times em trabalharem os seus recursos financeiros e atraírem talentos no mercado. Dentro da maior economia da Europa, observar este cenário é natural, especialmente pela maneira como o Bayern aproveita suas possibilidades comerciais. Isso esbarra, entretanto, em um padrão de gestão que privilegia a decisão democrática dos sócios e os interesses locais – ainda que isso, de tempos em tempos, venha sendo quebrado.
Qual a melhor decisão? Está aí a resposta do bilhão. Há clubes que reclamam da falta de abertura comercial oferecida pela liga, enquanto outros e a maioria absoluta das torcidas questiona justamente a excessiva comercialização. O consenso para mudanças mais incisivas ainda está distante. E o mau momento nas copas europeias talvez sirva justamente para acelerar as discussões. A queda do coeficiente é um sinal mais do que concreto. Que, por sorte, não custará um lugar na Liga dos Campeões.
http://m.trivela.uol.com.br/a-queda-da-alemanha-no-coeficiente-da-uefa-nao-traz-consequencias-mas-e-um-sinal-de-alerta/

É possível apontar que a crise do futebol holandês não começou neste ano. Nem no passado. Nem no retrasado. Na verdade, há pelo menos dez anos fica claro como os clubes do país estão perdendo terreno – basta citar que, na temporada 2007/08, o Ajax já havia cometido o mesmo vexame desta temporada, ao cair tanto na terceira fase preliminar da Liga dos Campeões (para o Slavia Praga) quanto na primeira fase da antiga Copa Uefa (para o Dinamo Zagreb). Entretanto, pelo que se está vendo atualmente, também é possível dizer: poucas vezes as esperanças no futebol holandês foram tão escassas como são agora.
Com dezesseis partidas jogadas até agora nas competições continentais, entre as fases preliminares e as fases de grupos, os representantes da Holanda venceram apenas… duas. E o responsável pelos triunfos foi um médio, o Utrecht (3 a 1 no Valletta, de Malta, na segunda fase preliminar da Liga Europa; e 1 a 0 no Zenit, pelos play-offs por vaga na fase de grupos). De resto, cinco empates e nove derrotas. Apenas 12,5 por cento de aproveitamento. E pelo que se viu nas segundas rodadas das chaves de Liga dos Campeões e Liga Europa, a tendência é continuar assim.
Em Nápoles, o Feyenoord já começou com sua defesa atrapalhada pelo destino. No final de semana passado, Eric Botteghin lesionou os ligamentos do joelho (ficará fora dos campos até o fim da temporada); e justamente no aquecimento para pegar o Napoli, em pleno gramado do San Paolo, Jan-Arie van der Heijden rompeu um músculo de sua panturrilha (desfalcará o Stadionclub por seis semanas).
Com uma defesa reserva – Jerry St. Juste e Renato Tapia -, contra um Napoli sempre veloz e marcando a partir da saída de bola, não foi de se impressionar que o 1 a 0 de Lorenzo Insigne tenha vindo de uma falha na saída de bola. Aliás, sair atrás no placar com precocidade, outra vez, fez a torcida temer por uma goleada como a do Manchester City, na primeira rodada. Ela não aconteceu, porque o time se recompôs suficientemente. Mas o 3 a 1 foi até pouco para a superioridade napolitana. E é de se pensar se o Feyenoord será páreo até para um Shakhtar Donetsk que tem feito jogo duro, com a vitória sobre os Partenopei e a derrota magra para o Manchester City.
Nesta quinta, pela Liga Europa, a situação foi ainda mais melancólica. Até porque o Vitesse começou pressionando o Nice, nos primeiros minutos, principalmente com jogadas pelas pontas, nas quais Milot Rashica era quem mais aparecia. Até que, aos 16 minutos da etapa inicial, numa cobrança de escanteio, um desvio de Dante serviu para iludir toda a defesa do Vites, e Alassane Pléa ficou livre para o 1 a 0 do time francês. O jogo estava encaminhado: tal gol abateu a equipe de Arnhem, que pouco apareceu no ataque depois. E as falhas defensivas seguiram. Como no segundo gol, já nos acréscimos do primeiro tempo, quando Allan Saint-Maximin viu o caminho aberto pela péssima marcação de Alexander Büttner na lateral esquerda, avançando até o 2 a 0. O terceiro gol – de novo, Pléa – só serviu para piorar o desalento.
Pela lista de coeficientes da Uefa na temporada, a Holanda está no 34º lugar. Alguém que olhe o copo “meio cheio” dirá que é um índice melhor que o de Bélgica e Hungria. No entanto, consegue ser pior que o de Liechtenstein, Lituânia, Belarus e Cazaquistão. Além do mais, na classificação unindo os índices das últimas cinco temporadas, a Holanda não só fica distante da Turquia (10ª colocada), mas também corre risco de perder sua posição para Áustria, Grécia, República Tcheca…
Enfim, poucas vezes o futebol holandês teve um cenário interno tão desanimador. O pior é que, ao invés de sentir a forte necessidade de melhorar, o que parece haver no país é a crença de que o destino é mesmo a célere decadência, sem chance nenhuma de reação (ou a profunda descrença de que um dia as coisas podem mudar). Símbolo disso foram os resultados da sexta rodada do Campeonato Holandês, na qual ficou claro o equilíbrio por baixo que a Eredivisie encara. O Feyenoord liderava, mas protagonizou um vexame: sofreu a primeira derrota em casa de sua história para o NAC Breda – 2 a 0, em pleno De Kuip, de onde não saía com um revés desde janeiro de 2016.
Tal revés abriu caminho para PSV e AZ alcançarem a liderança da liga. Mas o time de Alkmaar também fracassou: perdeu por 2 a 0 para o Excelsior, também em casa. O PSV conseguiu uma goleada por 7 a 1, até impressionante: não pelo seu nível técnico, mas porque nada dava a imaginar que o Utrecht se renderia tão facilmente na reta final da partida. E se o Vitesse devia uma reação à sua torcida, após o vexame na Copa da Holanda, conseguiu fazê-lo com juros e correção monetária: ganhou do Ajax (2 a 0) em plena Amsterdam (até 25 de outubro) Arena, na primeira derrota que os Ajacieden sofreram em casa desde agosto do ano passado. A decepção foi tamanha que até cogitou-se demissão de Marcel Keizer pelos lados de Amsterdã – por enquanto, fica.
Enfim, clubes jogando com um estilo tático antiquado, dando espaços e mais espaços. Um campeonato cada vez pior de se ver. E nada leva a crer que a Holanda fará a necessária autoavaliação a curto prazo. Pelo visto, a decadência dos times do país vive seu capítulo mais dramático. Como se não bastasse a seleção, que deverá viver, dentro de duas semanas, seu ponto mais baixo em 30 anos.
http://m.trivela.uol.com.br/o-futebol-holandes-se-acostuma-com-a-decadencia/

Barcelona e Neymar terão audiência para acordo sobre bônus de renovação.
Tribunal promoverá na segunda-feira um ato de conciliação por conta do processo aberto pelo clube contra o astro após pagar R$ 96 milhões referentes a extensão de vínculo até 2021.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/jornal-barca-e-neymar-terao-audiencia-para-acordo-sobre-bonus-de-renovacao.ghtml

Muitos catalães irão às urnas, neste domingo, para um referendo sobre a independência da região, em pleito não oficial e contestado pelo governo central espanhol, que inclusive enviou policiais à Catalunha para tentar atrapalhar a votação. Sempre que esse assunto surge, há uma questão: o que acontecerá com os clubes catalães, entre eles o Barcelona, no caso do movimento separatista ser bem sucedido?
O mais provável, claro, é que esses clubes continuem atuando no Campeonato Espanhol, como faz o Monaco com o Francês e os times galeses com o Inglês. No entanto, o secretário de Esportes da Catalunha, Gerard Figueras, afirmou à Gazzetta dello Sport que, na verdade, há a possibilidade de eles atuarem por qualquer liga europeia.
“A grande incerteza desses dias é o que vai acontecer com os clubes profissionais. Onde os clubes catalães, em particular o Barcelona, jogarão. Parece que o mundo está obcecado com esse assunto”, disse. “Não há uma resposta dicotômica. As pessoas que dizem que o futuro será branco ou preto estão erradas porque um novo cenário seria aberto e teríamos que negociar”.
“Em caso de independência, os clubes catalães de La Liga teriam que decidir onde querem jogar: na liga espanhola ou em um clube próximo, como Itália, França ou a Premier League. Uma vez que os clubes tomarem essa decisão, as negociações com a federação que organiza a liga escolhida começaria”, acrescentou.
Essa declaração de Figueras parece mais propensa a ser uma posição de negociação do que uma possibilidade real. Abrir possibilidades para sentar com mais poder de barganha na mesa, em uma eventual tratativa, pois o presidente de La Liga, Javier Tebas, afirmou que, se a Catalunha conseguisse a independência, o Barcelona não poderia mais jogar no Campeonato Espanhol. Teria que ser criada uma liga catalã e, nesse caso, o clube seria enfraquecido. “Se houver interesse em uma liga catalã ou se eles realmente acreditarem que podem jogar contra os franceses, são opções impossíveis: uma piada”, disse Tebas.
Figueras respondeu que a opinião de Tebas é apenas uma e que também vale o que pensam os outros clubes de La Liga, considerando aspectos contratuais e econômicos, “que são relevantes”. “Do meu ponto de vista, seria razoável que nossas equipes decidam jogar na liga espanhola. Porque é uma tradição de muitos anos, porque é o país mais próximo e porque a Liga de Futebol Profissional não é um organismo político, mas uma organização profissional, com contratos, como o dos direitos de televisão, que trazem benefícios”, afirmou.
“E penso que tanto o Barça quanto a Liga têm interesse que se mantenha o statuos quo. As duas principais fontes de renda da LFP são Barcelona Real Madrid”, acrescentou Figueras, que está certo nesse aspecto: o Campeonato Espanhol precisa do Barcelona para ser forte. E o Barcelona também precisa jogar o Campeonato Espanhol para continuar gigante.
http://m.trivela.uol.com.br/barca-na-premier-league-autoridade-catala-deixa-futuro-indefinido-em-caso-de-independencia/

A partida entre Barcelona e Las Palmas, vencida pelos catalães por 3 a 0, chegou perto de não ser disputada. No entanto, os clubes acabaram atuando com portões fechados. Após o jogo, o presidente do clube blaugrano, Josep Maria Bartomeu, foi enfático: "Jogamos de portões fechados para o mundo ver como a Catalunha sofre".
Mais cedo, o mandatário já havia relatado como foi resolvida a questão acerca da realização ou não da partida. Depois do encerramento do duelo, Bartomeu voltou a falar sobre o ocorrido e destacou a importância da postura do Barcelona.
"Queríamos que fosse assim, que o mundo inteiro pudesse ver como estamos sofrendo e qual é a situação na Catalunha". Condenamos categoricamente o que aconteceu hoje", afirmou.
"O Barça sempre esteve ao lado da liberdade de expressão e da democracia. Esses valores historicamente defenderam o Barça e não vamos nos esconder. O Barça tem que estar com as pessoas", garantiu Bartomeu.
Na sequência, o presidente do Barcelona confessou o peso da decisão tomada neste domingo.
"Foi a decisão mais difícil que eu tomei como presidente. Gerentes, jogadores e treinadores se encontraram para definir. Esta foi a mensagem mais poderosa que Barça poderia enviar ao mundo. Os jogadores estavam muito preocupados com o tudo e acharam que jogar seria uma maneira de ajudar neste momento. Esperamos que esta nosso recado alcance o mundo inteiro", frisou o mandatário.
Para finalizar, Bartomeu garante que o clube blaugrano está insatisfeito com a posição da Liga de Futebol Profissional (LFP), entidade que regula a elite do futebol espanhol. A organização impôs a realização da partida e deixou claro que, se o Barcelona não se apresentasse para o duelo, iria perder até seis pontos.
"Reivindicaremos esta posição junto aos órgãos internacionais, começando pela UEFA. Pediremos um relatório legal, queremos entender o porque da LFP não conceder o adiamento do jogo. Queremos pedir explicações. A situação era anormal e ela terá consequências ", finalizou o presidente do Barça.
http://espn.uol.com.br/noticia/731739_presidente-do-barcelona-lamenta-jogo-com-portoes-fechados-para-o-mundo-ver-como-a-catalunha-sofre

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 02, 2017 9:50 am

Neste 1º de outubro de 2017, houve um referendo oficial sobre a independência da Catalunha, marcado por muitos confrontos e protestos. O governo espanhol considera como inconstitucional a votação e chegou a tentar impedi-la.
Na partida entre Barcelona e Las Palmas, foi cogitada a utilização de uma camisa com as cores da bandeira catalã pelo Barcelona, ideia que foi vetada pela Real Federação Espanhola  de Futebol.
Dirigentes do clube tentaram adiar o jogo, mas havia risco de perda de pontos. Por esta razão, como forma de protesto, a partida aconteceu com os portões fechados e a equipe da casa entrou em campo utilizando a camisa de treino, que possui as cores símbolos da Catalunha, reforçando a ideia separatista de quase todos na região.
http://www.showdecamisas.com.br/2017/10/barcelona-usa-camisa-senyera-para.html

A tensão na Espanha só aumenta após o referendo para separar a Catalunha da Espanha e torná-la um país independente. Até porque o "sim" venceu com quase 90%, e o presidente catalão Carles Puigdemont já apareceu em público para prometer a declaração de independência nos próximos dias. E o futebol não foge da polêmica, já que um dos maiores clubes do mundo, o Barcelona, é da região.
Se Javier Tebas, presidente da Liga Espanhola, já havia dito que, caso a independência catalã se concretize, o Barcelona e todas as outras equipes da região não poderão jogar o Campeonato Espanhol, com o "sim" no referendo - que o Governo central da Espanha rejeita e foi à Justiça dizendo que é inconstitucional - cresceram as expectativas pelo destino do gigante futebolístico da Catalunha.
Mas como seria um Campeonato Catalão de Futebol? A região possui apenas 13 times - sendo um deles o Barcelona B - entre a primeira e a terceira divisão espanholas. Fora esses, só equipes semiamadoras, que recebem apenas 6 mil euros (R$ 22,3 mil) da Federação pela participação no quarto escalão do futebol local.
Na primeira divisão, além do Barcelona e do Espanyol - que sempre foi a segunda força da cidade de Barcelona - nesta temporada o Girona também ingressou na elite. A seguir, conheça um pouco mais sobre as equipes que formariam a exótica Liga Catalã.

Espanyol - É o segundo clube mais conhecido da cidade de Barcelona. Com quatro títulos de Copa do Rei no currículo, sendo o último deles em 2006, a equipe faz o Derby catalão com o Barça, que leva ampla vantagem nos confrontos diretos por sempre ter sido o clube mais rico e vitorioso. Fundado em 1900, joga no Estádio Cornellà-El Prat, com capacidade para 40 mil pessoas. Tradicionalmente sempre foi visto pelos catalães como um clube mais alinhado com o governo espanhol, de Madri.

Girona - Fundado em 1930, o Girona, de cidade homônima, disputa em 2017 a primeira divisão espanhola pela primeira vez na história. A agremiação tem como proprietário o City Football Group, empresa criada para supervisionar e administrar uma rede de clubes e diversas áreas dentro do futebol sob tutela do Manchester City, com a Abu Dhabi United Group como matriz. Seu estádio é o Montilivi, com capacidade para 9.282 pessoas.

Barcelona B - Em 1934, o Societad Esportiva Industrial Espanya, time de uma fábrica com o mesmo nome que tinha um presidente do Barcelona como proprietário. Em 1943, o cartola tornou a equipe da empresa como o time reserva do Barça. Já ganhou promoções para subir de nível no futebol espanhol, mas por ser uma filial do gigante catalão não teve a permissão de ser promovido. Manda seus jogos no Mini Estadi, com capacidade para 15,2 mil pessoas.

Reus - Outro time de cidade homômina, este clube tem 107 anos de vida. Seu estádio também se chama Camp Nou, assim como o do Barcelona, com capacidade para apenas 5 mil pessoas. O clube jamais atuou na elite, e está no segundo escalão há apenas dois anos. Éconhecido por ter um caráter mais poliesportivo, sem dedicar-se exclusivamente ao futebol. São popularmente chamados em sua cidade como "crochês".

Gimnàstic de Tarragona - Arquirrival do Reus, o clube foi fundado em 1886 e joga no Estádio Nou, com capacidade para 14.591 pessoas. Tricampeão da Copa da Catalunha, já esteve na elite espanhola no passado - a última vez foi em 2006/07. Uma curiosidade e foi o primeiro time da história a vencer o Real Madrid dentro do Santiago Bernabéu, em janeiro de 1948, e é até hoje o único time que saiu vitorioso de sua primeira visita à casa do gigante madrilenho.

Badalona - Com 114 anos de história, o clube é da cidade homônima e atua em um estádio com capacidade para 4 mil pessoas. Nunca jogou a primeira divisão espanhola, mas passou 14 temporadas no segundo escalão. Hoje, disputa a "Terceirona", competição ao qual foi campeão em 2005/06. O clube também foi seis vezes campeão do quarto patamar do futebol espanhol.

Cornellà - O clube, da cidade de mesmo nome, foi fundado em 1951 e atua no pequeno estádio Municipal, que suporta apenas 1,5 mil pessoas nas arquibancadas. É conhecido por seus bons trabalhos nas categorias de base, tendo revelado atletas como Jordi Alba e Keita Balde. No profissional, jamais chegou sequer à segunda divisão. Atualmente, está na terceira.

Llagostera - O time de Llagostera atua em um estádio com capacidade para seis mil pessoas e tem como cores principais as mesmas do Barcelona. No ano passado, o clube fundiu-se com o Palamós Club de Futbol e passou a se chamar Unió Esportiva Palamós-Costa Brava.

Lleida - Fundado há apenas seis anos, o clube de Lérida joga no Camp d'Esports, um dos mais antigos estádios da Espanha, com capacidade para 13,5 mil pessoas. Atualmente no que equivale à terceira divisão, o clube passou a existir depois de um time - com passagens pela elite espanhola - com o mesmo nome ter decretado falência e extinção depois de 72 anos, por dívidas de 28 milhões de euros.

Olot - O clube foi fundado em 1921 e atua em um estádio para somente 3 mil pessoas. Sua cidade tem o mesmo nome e apenas 34 mil habitantes, a 92 km de Barcelona. A equipe jamais jogou sequer a segunda divisão espanhola e está a apenas três temporadas no equivalente ao terceiro piso do futebol local.

Peralada - Com 102 anos de vida, o time da cidade de Peralada - que tem apenas 1.835 habitantes e estádio com capacidade para 1,5 mil, quase a população local inteira - virou uma filial do Girona, hoje na primeira divisão. Assim, passou a disputar a "Terceirona" com o nome de Peralada-Girona B, em vaga que foi comprada após o Gavá desistir por dívidas. Para isso, foi desembolsado 133 mil euros (R$ 494,74 mil).

Sabadell - O clube já atuou por 14 temporadas na primeira divisão espanhola - a última delas em 1988 - e 43 vezes na "Segundona" - tendo levado o título duas vezes. Hoje, atua no Estádio Nova Creu Alta, que pode receber quase 12 mil pessoas. Até 2015, tinha um japonês como presidente: o empresário Keisuke Sakamoto, que havia comprado as ações do clube por 2,5 milhões de euros (R$ 9,3 milhões), mas vendeu três anos depois por apenas 51 mil euros (R$ 189,7 mil).
http://espn.uol.com.br/noticia/731833_estadios-minusculos-e-times-semiamadores-como-seria-o-campeonato-catalao-que-pode-ser-o-destino-do-barcelona

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, explicou como foi a negociação para tentar adiar a partida contra o Las Palmas, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol, em dia de referendo pela independência da Catalunha.
À rádio RAC1, o dirigente afirmou que o Barça perderia pontos caso não entrasse em campo de acordo com a Liga de Futebol Profissional.
"Tentamos adiar o jogo, mas não tivemos a permissão. O clube decidiu jogar de maneira excepcional", afirmou o presidente. "A Liga nos disse que se não jogássemos perderíamos seis pontos: os de hoje e mais três da punição. Ante esses fatos, optamos por jogar".
Por causa disso, o Barça aceitou jogar contra o Las Palmas, mas sem torcida no Camp Nou. Havia a possibilidade de torcedores invadirem o gramado durante a partida em protesto pacífico pelo dia especial.
A decisão, porém, causou polêmica no clube: o vice-presidente Vilarrubí pediu demissão por ser contrário a que o time entrasse em campo. "Haverá tempo para avaliar. É normal que existam discrepâncias, somos transversais", ponderou Bartomeu.
http://espn.uol.com.br/noticia/731624_presidente-revela-que-se-barcelona-nao-jogasse-perderia-seis-pontos-e-minimiza-demissao-de-vice

Catalunha amanheceu sob forte tensão neste domingo, dia marcado para o plebiscito sobre a independência. Enquanto as autoridades catalãs fazem de tudo para a realização da consulta popular, o governo espanhol a considera ilegal e tenta impedi-la. A pergunta em questão é se o povo é ou não a favor da independência da região. Se o referendo de fato ocorrer e a opção "sim" sair vencedora, será um passo importante para a Catalunha, que ganhará força na luta para se tornar uma república independente da Espanha. E se isso acontecer, o esporte sofrerá consequências. O GloboEsporte.com explica a seguir.
Barça no Campeonato Francês?
Um dos maiores afetados seria o Barcelona. O presidente da Liga Espanhola, Javier Tebas, já avisou que o clube será expulso do campeonato nacional se for declarada independência, pois só equipes do país podem disputá-lo - a única exceção é Andorra. O Barça não se posiciona claramente sobre a independência, mas apoia o referendo e "o livre exercício dos direitos dos cidadãos", conforme disse em recente comunicado oficial.
O zagueiro Piqué é um dos maiores incentivadores da independência da Catalunha (Foto: Reuters) O zagueiro Piqué é um dos maiores incentivadores da independência da Catalunha (Foto: Reuters)
O zagueiro Piqué é um dos maiores incentivadores da independência da Catalunha (Foto: Reuters)
Onde jogaria o time, então? Não há uma definição quanto a isso, mas cerca de dois anos atrás, quando o assunto também estava quente, o então primeiro-ministro da França, Manuel Valls - que por sinal é nascido em Barcelona -, abriu as portas do Campeonato Francês ao Barça.
- Se o Monaco joga na nossa liga, então por que não o Barcelona? - disse Valls na época, lembrando que Monaco é um principado independente da França.
Vale lembrar que essas exceções também existem em outros países. O Swansea, do País de Gales, disputa a Premier League, da Inglaterra. O Toronto FC, do Canadá, disputa a MLS, dos EUA. Entre outros casos.
Outra opção seria criar o Campeonato Catalão. Na primeira divisão da Espanha, por exemplo, estão ainda o Espanyol e o Girona, que passariam pela mesma situação do Barcelona. Mas essa nova liga poderia prejudicar o Barça nas competições da Uefa. Ela significaria um coeficiente de país novo, que afetaria a qualificação dos times participantes para a Liga dos Campeões e a Liga Europa, e poderia forçar o clube blaugrana a disputar várias fases eliminatórias antes da fase de grupos.
E vale lembrar ainda que a Uefa vive às turras com o povo catalão. A entidade já multou o Barcelona por conta de manifestações políticas da torcida em prol da Catalunha, e desde então o tradicional hino da Liga dos Campeões é vaiado nas partidas realizadas no Camp Nou.
Se houver a separação, é muito provável que tanto o Barça quanto a Liga Espanhola percam receita. Sem falar que o clássico com o Real Madrid, considerado o mais atraente do planeta, passaria a ser raro - os times hoje se enfrentam com certeza ao menos duas vezes por temporada, ambas pelo Espanhol.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-espanhol/noticia/independencia-da-catalunha-traria-fortes-consequencias-ao-esporte-entenda.ghtml

A partida entre Amiens e Lille, pela oitava rodada do Campeonato Francês, foi suspensa aos 16 minutos do primeiro tempo, logo após Fodé Ballo-Touré marcar para o time de Marcello Bielsa: na comemoração, a grade da torcida visitante cedeu e gerou um acidente no Stade de la Licorne, deixando pelo menos cinco pessoas feridas em estado grave. A LFP (Liga Francesa de Futebol) ainda investiga o problema, mas dirigentes dos dois clubes já trocam acusações - para o presidente do Amiens, "ultras" do Lille teriam tentado invadir o campo e acabaram originando a confusão.
A última informação da procuradoria de Amiens é que a queda deixou 27 pessoas feridas e que uma investigação foi aberta para apurar o caso. A LFP informou que em uma semana haverá uma reunião para definir se o jogo será marcado para uma nova data ou não.
Quando Fodé Ballo-Touré se dirigia para comemorar com os fãs do Lille atrás do gol após balançar a rede, aos 15 do primeiro tempo, os torcedores avançaram em direção à grade que separava a arquibancada do gramado. A cerca não aguentou o peso e dezenas deles caíram e foram esmagados pelos companheiros.
O jogo foi interrompido aos 16 minutos do primeiro tempo. O árbitro Thomas Leonard mandou os dois times para o vestiário. Na sequência, membros da Cruz Vermelha e dos bombeiros auxiliaram nos primeiros atendimentos aos feridos. Outros torcedores foram evacuados.
- Pela gravidade dos eventos, e pelo fato de 20 pessoas terem se machucados, com três seriamente, foi decidido que o jogo não seria retomado - disse o delegado da partida, Noel Mannino.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-frances/noticia/acidente-em-arquibancada-deixa-tres-feridos-graves-e-jogo-do-lille-e-suspenso.ghtml

O Paris Saint-Germain está envolvido em mais uma polêmica. Desta vez com o meia-campista francês Ben Arfa, contratado pelo clube em julho de 2016, que entrou com uma acusação de ‘assédio trabalhista’ e deve terminar nos tribunais.
Na última temporada, o jogador foi relacionado para 33 partidas, sendo titular em apenas 11 sob o comando do técnico Unai Emery.
Já neste ano, o treinador deixou o meia de fora de disputas pela Champions League e pela Ligue1, colocando-o para treinar com a equipe B do clube. No entanto, o que deveria durar apenas algumas semanas, acabou se tornando rotina.
De acordo com o jornal L’Équipe, essa situação fez com que os advogados do jogador denunciassem o time para  a LFP, Liga de Futebol Francesa.
“Estão utilizando métodos de psicologia. Essa situação começou em julho, quando o avisaram que não iria mais fazer a pré-temporada nos Estados Unidos apenas um dia antes de embarcar. Além disso, os seus treinamentos com a equipe B, que deveriam ser pontuais, agora fazem parte do seu dia a dia. É uma falta de respeito”, declarou o advogado do atleta, Jean-Jacques Bertrand.
http://espn.uol.com.br/noticia/731056_encostado-atacante-que-ganha-r-26-milhoes-por-ano-acusa-psg-de-assedio-trabalhista

Estaremos a assistir a um arranque de crise dos campeões nas ligas europeias? O Benfica é o caso mais reconhecido mas por essa Europa fora, são vários os campeões que não seguem no primeiro lugar dos respetivos campeonatos.
Em Portugal, passadas oito jornadas do campeonato, o campeão do ano passado, Benfica, está em terceiro lugar, a três pontos do Sporting e a cinco pontos do FC Porto, o líder do campeonato atual. As ‘águias’ estão em crise de resultados, contando com cinco vitórias, dois empates e uma derrota.
Em Espanha, o mesmo ocorre. Terminadas as sete jornadas do campeonato, o campeão em título Real Madrid encontra-se na quinta posição, a um ponto de Atlético de Madrid e Valência, a dois do Sevilha e a sete pontos do líder Barcelona. O clube madrileno não tem feito uma boa temporada, contando com quatro vitórias, dois empates e uma derrota.
Na Premier League, também assistimos a uma mudança de cadeiras, em relação à equipa que se tornou campeã na época passada. Passadas sete jornadas do campeonato, o Chelsea segue na quarta posição, a um ponto do Tottenham e a seis pontos de Manchester United e Manchester City, que lideram o campeonato inglês. A equipa liderada por Antonio Conte tem quatro vitórias, um empate e duas derrotas.
Passamos para França onde o Mónaco, de Leonardo Jardim, que conseguiu tornar-se campeão no ano passado, segue no segundo lugar da Ligue 1. A equipa do Principado está a três pontos do líder, o Paris Saint-Germain e, em oito jornadas disputadas, conta com seis vitórias, um empate e uma derrota.
Na Alemanha, assistimos ao mesmo fenómeno. O campeão Bayern Munique está na segunda posição, com os mesmos pontos que o Hoffenheim e está a cinco pontos do líder Borussia Dortmund. Em sete jogos disputados, a equipa bávara conta quatro vitórias, dois empates e uma derrota.
Viramos os olhos para a Serie A, onde a hexacampeã Juventus se encontra na segunda posição do campeonato, com os mesmos pontos que o Inter de Milão e a dois pontos do líder Nápoles. Depois de sete jornadas disputadas, a ‘Vecchia Signora’ conta com seis vitórias e um empate.
Na Holanda, o campeão Feyenoord também não está em primeiro lugar. A equipa treinada por Giovanni Van Bronckhorst está no segundo lugar, a três pontos do líder PSV. Com sete jornadas já disputadas, a equipa holandesa conta com cinco vitórias e duas derrotas.
Na Rússia, a tarefa também não está fácil para o campeão Spartak Moscovo. A equipa russa está na sexta posição, a três pontos do CSKA Moscovo e do Krasnodar, a nove pontos do Lokomotiv de Moscovo e a 11 pontos do líder Zenit. Com doze jornadas já disputadas, a equipa do Spartak conta com quatro vitórias, cinco empates e três derrotas.
https://desporto.sapo.pt/futebol/futebol-internacional/artigos/nao-ha-nenhum-campeao-a-liderar-os-principais-campeonatos-europeus

A lista dos 30 candidatos à Bola de Ouro será divulgada na próxima segunda-feira, 9 de outubro, divulgou a France Football.
Ao longo do dia serão anunciadas seis séries com cinco jogadores cada e serão conhecidos os candidatos a ganhar a 62.ª Bola de Ouro.
Cristiano Ronaldo conquistou no ano passado a quarta Bola de Ouro da carreira, numa edição marcada pelo fim da parceira de seis anos entre a France Football e a FIFA, ficando novamente a cargo da conceituada revista francesa a organização exclusiva da gala de atribuição do prémio do melhor jogador do mundo.
http://www.abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/694942

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Out 04, 2017 1:46 pm

Invictos Ligas top 10 UEFA:
Barcelona, Atlético e Valencia
Man. City e Man. United
Napoli, Juventus e Internazionale
Dortmund
PSG
porto e Sporting
Zenit
Galatasaray
Dynamo Kyiv
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915207651277058048

Equipas sem vitórias 10 principais Ligas UEFA:
Málaga
Crystal Palace
Verona, Genoa e Benevento
Koln e Bremen
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915219165518159872

Mais golos fora área Ligas top UEFA:
7 Lyon
5 Sporting e PSG
4 Juventus, Hoffenheim, Benfica, Braga e Rennes
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915235069274533888

Mais golos de cabeça Ligas top UEFA:
7 Betis e Monaco
4 Man. City, Leicester, Arsenal, Celta, Internazionale, Bayern, Barcelona, Valencia, Feirense e Porto
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915244370521198592

|Mais golos bola parada ligas top UEFA:
11 Monaco
8 Napoli
7 Man. United e Lazio
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915260203632914432

Mais golos top 10 Ligas UEFA:
12 Falcao
11 Messi
10 Dybala
9 Immobile e Jonas
8 Aubameyang, Cavani, Lewandowski e Kokorin
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915524984705036288

Mais golos 2017/18 (todas as competições clube):
15 Kokorin
14 Messi e Angulo
13 Immobile, Aubameyang
12 Falcao, Karanga, Dybala e Lewandowski
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915538410894393344

Participação em golos (assistência+golos) top 5 Ligas UEFA:
13 Messi e Falcao
12 Immobile
11 Neymar
10 Dybala e Cavani
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915572089909911552

Mais assistências top 5 Ligas UEFA:
6 Silva e Guardado
5 Mkhitaryan, Pjanic e Neymar
https://twitter.com/playmaker_PT/status/915604270120148992

A Liga francesa exigiu ao Paris Saint-Germain uma explicação oficial sobre Hatem Ben Arfa, que tem estado a treinar-se na equipa de reservas.
O jogador, de 30 anos, decidiu avançar com uma queixa por «discriminação e bullying psicológico», depois de ter sido posto de parte pelo treinador Unai Emery.
A Liga francesa exige, agora, ao clube parisiense uma explicação oficial no prazo máximo de duas semanas, ameaçando com uma punição.
http://abola.pt/Internacional/Noticias/Ver/695230

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Out 04, 2017 2:02 pm

Domingo (08/10)

15:30 Novara x Frosinone [Bandsports / Bandsports HD] (2ª Divisão Campeonato Italiano)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Sex Out 06, 2017 2:51 pm

Andrés Iniesta foi premiado com um contrato vitalício pelo Barcelona, clube com o qual já ganhou 28 títulos.
Números actuais:
Selecção: 121 jogos, 12 golos
Competições de clubes da UEFA: 132 jogos, 11 golos
Liga espanhola: 418 jogos, 34 golos
Títulos:
UEFA Champions League (4): 2006, 2009, 2011, 2015
SuperTaça Europeia da UEFA (2): 2011, 2015
Mundial de Clubes da FIFA (3): 2009, 2011, 2015
Liga espanhola (8): 2005, 2006, 2009, 2010, 2011, 2013, 2015, 2016
Taça de Espanha (5): 2009, 2012, 2015, 2016, 2017
SuperTaça de Espanha (6): 2005, 2006, 2010, 2011, 2013, 2016
Campeonato do Mundo da FIFA (1): 2010
UEFA EURO (2): 2008, 2012
EURO Sub-19 (1): 2002
EURO Sub-16 (1): 2001
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2507640.html

Duplo vencedor da UEFA Champions League como treinador, Jupp Heynckes vai assumir pela quarta vez o comando do Bayern.
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2507362.html

Treinadores mais jovens a ganhar a final de uma competição de clubes da UEFA
33 anos e 213 dias: André Villas-Boas (Porto, 2011 UEFA Europa League)
33 anos e 308 dias: Gianluca Vialli (Chelsea, 1998 Taça das Taças da UEFA)
34 anos e 102 dias*: Sven-Göran Eriksson (Gotemburgo, 1982 Taça UEFA)
34 anos e 163 dias: Víctor Fernández (Saragoça, 1995 Taça das Taças)
36 anos e 101 dias: Joaquim Rifé (Barcelona, 1979 Taça das Taças)
Treinador mais jovem a ganhar a UEFA Champions League
38 anos e 129 dias: Josep Guardiola (Barcelona, 2009)
Treinador mais jovem a ganhar a Taça dos Campeões Europeus
36 anos e 184 dias: José Villalonga (Real Madrid, 1956)

Treinadores mais jovens a perder uma final das competições de clubes da UEFA
31 anos e 229 dias: Bob Houghton (Malmö, 1979 Taça dos Clubes Campeões Europeus)
32 anos e 151 dias: Ricardo Gomes (Paris Saint-Germain, 1997 Taça das Taças da UEFA)
34 anos e 245 dias: Matthias Sammer (Dortmund, 2002 Taça UEFA)
35 anos e 12 dias*: Jupp Heynckes (Mönchengladbach, 1980 Taça UEFA)
35 anos e 102 dias*: Sven-Göran Eriksson (Benfica, 1983 Taça UEFA)

Treinadores mais velhos a ganhar uma prova de clubes da UEFA
71 anos e 231 dias: Raymond Goethals (Marselha, 1993 UEFA Champions League)
68 anos e16 dias: Jupp Heynckes (Bayern, 2013 UEFA Champions League)
66 anos e 142 dias: Alex Ferguson (Manchester United, 2008 UEFA Champions League)
64 anos e 85 dias: Bobby Robson (Barcelona, 1997 Taça das Taças da UEFA)
64 anos e 79 dias: Joe Fagan (Liverpool, 1984 Taça das Taças)
Treinador mais velho a ganhar a Taça UEFA
63 anos e 295 dias: Mircea Lucescu (Shakhtar, 2009)
Treinador mais velho a ganhar a UEFA Europa League
54 anos e 118 dias: José Mourinho (Manchester United, 2017)
Treinador mais jovem a ganhar o Campeonato da Europa da UEFA
44 anos e 192 dias: José Villalonga (Espanha, 1964)
Treinador mais velho a ganhar o Campeonato da Europa da UEFA
69 anos e 334 dias: Luis Aragonés (Espanha, 2008)

As principais competições de clubes da UEFA estão definidas como sendo a Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League, Taça UEFA/UEFA Europa League e Taça dos Vencedores das Taças.

*calculado a partir da segunda mão
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2391148.html

Treinadores da Champions League quando eram jogadores.
O UEFA.com escolhe a táctica 3-5-1-1 para o seu melhor "onze" de actuais treinadores da UEFA Champions League quando eram jogadores. Seria uma equipa capaz de causar estragos!
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2504172.html

Nesta quinta-feira, dirigentes do Paris Saint-Germain compareceram à sede da Uefa em Nyon, Suiça, para depor à respeito das contratações do brasileiro Neymar Júnior e do francês Kylian Mbappé, como informa o jornal L’Équipe. O interrogatório faria parte da investigação da entidade maior do futebol europeu para garantir as medidas de fair play financeiro.
Dados os astronômicos valores movimentados pelas duas contratações, a Uefa deve examinar as contas do clube parisiense junto aos respectivos responsáveis financeiros para averiguar a existência de possíveis irregularidades nas negociações. Neymar chegou ao Parque dos Príncipes pelo valor de 222 milhões de euros (R$ 825 milhões), enquanto Mbappé está emprestado com a opção de compra por 180 milhões de euros (R$ 666 milhões). Se somadas, as quantias seriam equivalentes a quase R$ 1,5 bilhão.
O fair play financeiro é uma iniciativa da Uefa para manter o equilíbrio do mercado europeu de futebol, sem grandes níveis de inflação. Na teoria, os clubes não poderiam gastar uma quantidade de dinheiro maior do que sua receita, do que ingressa aos seus respectivos cofres. Caso os clubes apresentem um déficit maior do que 30 milhões de euros, poderão ser submetidos a diversos tipos de punição.
http://espn.uol.com.br/noticia/733025_por-fair-play-financeiro-uefa-interroga-dirigentes-do-psg

A Inglaterra começa mesmo a viver um racha entre os grandes e os pequenos clubes do país. O chamado Big-6 (Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham) reivindica uma nova forma de distribuir o dinheiro que a Premier League recebe pelos direitos estrangeiros de transmissão do torneio, mas uma primeira reunião com os times menores acabou sem nenhum acordo nesta quarta-feira.
“Os clubes da Premier League se encontraram hoje e discutiram o Desenvolvimento future da liga. Os clubes, de forma unânime, decidiram adiar o encontro para mais discussões”, disse a Premier League em nota oficial.
De acordo com Ivan Gazidis, chefe-executivo do Arsenal, o encontro teve uma atmosfera cordial, mas há um clima de que a divisão entre o Big-6 e os outro clubes está aumentado.
Atualmente, a competição arrecada cerca de 1 bilhão de libras (R$ 4,17 bilhões) com os direitos de transmissão para as TV de todo o mundo, e cada time recebe uma fatia igual deste montante, em um acordo que tem 25 anos de idade.
A ideia, liderada pelo presidente executivo Richard Scudamore, é separar 35% desse dinheiro para ser distribuído de acordo com a classificação – o que claramente favoreceria os times de maior orçamento.
Os seis clubes grandes, claro, querem esse dinheiro a mais para serem mais competitivos a nível internacional – e usam o fracasso recente deles nas últimas edições da Champions League como ‘prova’ de que isso é necessário. Dizem, também, que as emissoras internacionais pagam pelo Campeonato Inglês justamente por conta dos nomes destes seis clubes.
Na manga, Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham têm a ameaça de deixar a Premier League para fundar a tão falada Superliga Europeia.
Já os clubes menores argumentam que, na verdade, o dinheiro do exterior vem pela grande competitividade da liga, garantida justamente pela distribuição igual dos direitos de transmissão. E tem ao seu favor o fato de que qualquer mudança precisa der aprovada por dois terços das equipes – 14 clubes no total.
Uma outra reunião entre os clubes é esperada para o próximo mês.
http://espn.uol.com.br/noticia/732500_diferencas-aumentam-e-grandes-e-pequenos-da-inglaterra-nao-chegam-a-acordo-por-mudanca-em-distribuicao-de-dinheiro

O Barcelona, através de uma declaração institucional de seu presidente, Josep Maria Bartomeu, exigiu nesta quinta-feira a abertura de negociações a respeito da situação da Catalunha, que aprovou um processo de independência em referendo realizado no último domingo.
"O FC Barcelona, como uma das entidades de referência do país, reclama que seja aberto um processo de diálogo e negociação para encontrar soluções políticas para a situação vivida pela Catalunha, a partir do respeito máximo à vontade majoritária da cidadania catalã para decidir seu futuro", escreveu o dirigente, destacando a relevância do clube na Espanha.
"Somos mais que um clube. E, por isso, devemos apoiar o nosso povo em circunstâncias tão difíceis como as que estamos vivendo. Em consequência aderimos à Comissão Independente para a Mediação, o Diálogo e a Conciliação, impulsionada pelo Ilustre Colégio de Advogados de Barcelona", acrescentou.
No último domingo, 2.262.424 pessoas votaram no referendo, sendo que 2.020.144 se mostraram favoráveis à independência, que, segundo o presidente do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, será declarada nos próximos dias.
"O FC Barcelona também exige respeito. (...) Para superar esta crise, é indispensável o envolvimento de todos, com nossa responsabilidade e nossa função social. Em nosso caso, defenderemos a reivindicação desse diálogo, institucionalmente, onde for necessário, e esportivamente, competindo em nossas várias modalidades. E, como sempre, almejando conquistar todos os títulos", sublinhou.
http://espn.uol.com.br/noticia/732791_barcelona-exige-abertura-de-dialogo-e-negociacao-sobre-independencia-da-catalunha

A chegada de Neymar ao Paris Saint-Germain, promoveu um 'boom' de acessos no canal do clube francês no Youtube. O veículo teve crescimento de 250% em dois meses, em comparação aos 60 dias anteriores, conforme aponta comumicado divulgado nesta quarta-feira.
"O canal recebeu cinco vezes mais visitas do que no período anterior. Sobretudo, vindas do Brasil", afirma o texto divulgado pelo PSG.
Contratação mais cara da história do futebol mundial, Neymar custou 222 milhões de euros (R$ 822,1 milhões, em valores atuais) ao Paris Saint-Germain, que o tirou do Barcelona. O craque brasileiro, habitualmente, se tornou atração no Youtube do clube.
"O canal do PSG seduz, cada vez mais a fãs de todos mundo, sobretudo graças a transmissões de entrevistas coletivas ao vivo, além da criação de conteúdos editoriais", divulgou o clube.
http://espn.uol.com.br/noticia/732568_chegada-de-neymar-aumenta-em-250-as-visitas-ao-canal-do-psg-no-youtube

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 09, 2017 10:46 am

"Global", Chelsea é o clube que usa mais estrangeiros nas grandes ligas da Europa.
De acordo com relatório do "CIES Football Observatory", Blues usam gringos em 90,4% do tempo, enquanto Barça e Real sequer figuram no top-100. Líder geral é o Apollon Limassol, do Chipre.

O futebol inglês é conhecido por atrair um grande número de jogadores estrangeiros, mas um time se destaca nesse quesito: o Chelsea. A maior prova disso é uma pesquisa feita pelo "CIES Football Observatory" (observatório de futebol do Centro Internacional de Estudos de Esporte) para determinar o percentual de uso de estrangeiros nas equipes de 35 grandes ligas nacionais da Europa. Entre as cinco consideradas como principais (Inglaterra, Espanha, França, Alemanha e Itália), os Blues são os que mais confiam em atletas de fora do país. No total, 90,4% dos jogadores usados na liga inglesa até aqui são de fora da Terra da Rainha.
Na soma geral, o Chelsea ocupa a 5ª posição em um ranking que engloba as 100 principais equipes neste quesito. O líder é o Apollon Limassol, do Chipre, com impressionantes 98,9%. Entre os atletas, quatro brasileiros: o lateral-esquerdo Jander e os meias Alef, Allan e Alex da Silva. O clube é seguido por mais dois cipriotas: Anorthosis (95,3%) e AEK Larnaca (91,5%). Entre os clubes que são "figurinha carimbada" nas competições continentais, o Galatasaray, da Turquia, é o único acima do time inglês, em 4º lugar, com 90,6%.

Depois do Chelsea, a equipe que usa mais estrangeiros entre o chamado top-5 é o Arsenal, no 16º lugar com 84,1% do total. O City é o 27º (78,4%), enquanto o Manchester United é o 30º (77,6%) e o Liverpool ocupa o 44º lugar (73,5%).
Com os maiores gastos da última janela de transferências, o Paris Saint-Germain passa longe dos primeiros nesse quesito. Mesmo com a chegada de nomes como Neymar e Daniel Alves, a equipe tem 65,4% de estrangeiros em suas escalações e está só na 76ª colocação. O Monaco, por exemplo, é o 42º com 74,1%.
Outro ponto de destaque é a ausência de equipes espanholas nos lugares de topo. O Sevilla é o time mais bem colocado na lista, mas está apenas no 64º lugar, com 67,8% de estrangeiros. A dupla formada por Real Madrid e Barcelona sequer aparece, enquanto o Atlético de Madrid ficou com a 85ª posição, com 63,4%.
A análise leva em conta a quantidade de minutos jogados pelas equipes somente na competição de seu país, e considera como um "jogador estrangeiro" aquele que nasceu em um país diferente do que o clube atua e se transferiu por motivos futebolísticos.
https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/global-chelsea-e-o-clube-que-usa-mais-estrangeiros-entre-grandes-ligas-da-europa.ghtml

Manuel Neuer sofreu uma lesão no metatarso do pé esquerdo no dia 19 de setembro. O goleiro foi operado logo em seguida e a previsão era de que ele ficaria fora por 3 meses. Entretanto, em entrevista à TV Bayern Munchen, o camisa 1 afirmou que esse prazo pode se estender para 6 meses.
Tudo porque a reparação de seus tecidos no pé pode demorar mais tempo do que o esperado.
“Não está sendo fácil para mim, quero voltar logo aos campos” declarou Neuer.
http://espn.uol.com.br/noticia/733396_neuer-pode-ficar-ate-seis-meses-fora-veja-o-tamanho-da-tragedia-que-isso-seria-para-bayern-alemanha-e-para-ele-mesmo

Por meio de uma nota oficial, o Real Madrid lamentou mais uma lesão do atacante Gareth Bale e admitiu que pode ficar sem ele por até um mês. Dessa vez o craque galês foi diagnosticado com um edema na perna esquerda, o que correspondeu a 23ª lesão desde que ele chegou ao clube, em 2013. Os dados são do "Marca", que também resumirou, com uma pitada de provocação, a trajetória dele na equipe: perde um a cada três jogos.
Doas 240 partidas do Real Madrid de 2013 para cá, Bale participou de 159. O craque foi contratado por 100 milhões de euros em 2013, vindo do Tottenham, o que na época correspondeu a maior transação do futebol espanhol. Mas a quantidade de lesões gera cada vez mais um desgaste.
Mas Bale não é caso único. Ele faz parte de uma lista de craques europeus  que passam mais tempo em recuperação do que em campo por seus clubes. O ESPN.com.br separou alguns nomes com histórico nada admirável. Confira abaixo cinco:
Reus
O alemão Marco Reus deve perder pelo menos 33 jogos do Borussia Dortmund por conta de uma lesão complicada. Ele sofreu uma ruptura parcial do ligamento cruzado do joelho direito em 25 de maio deste ano, na final da Copa da Alemanha, e está em recuperação. O site "Transfermarkt" calcula que ele ficará afastado por  A 276 dias seguidos, um recorde na carreira dele.
Não foi a primeira vez que o jogador perdeu jogos de sua equipe por causa de lesões.
Em 2015, ficou ausente 175 dias com o diagnostico de púbis inflamado. Como a lesão ocorreu durante o final da temporada 2015/16 e iniciou da 2016/17 o número de partidas perdidas não foi tão exagerado. Não atuou pelo Dortmund por 17 vezes.
De acordo com o "Transfermarkt", a média de lesões dele desde  que começou a carreira é de 4,8 por temporada.
Götze
Apesar de passar pela fase mais "saudável" dos últimos anos, isto é, sem sofrer com lesões, o jogador do Dortmund tem o histórico de viver mais no departamento médico dos clubes pelos quais defendeu do que dentro em campo.
O recorde dele é 122 dias foras, entre 27 de fevereiro e 29 de junho deste ano. Foi um período complicado para ele por conta de um distúrbio metabólico, que acaba refletindo no estado físico e muscular do meio-campista.
Nada para ele foi tão terrível quanto aquilo. Mas ele tem o histórico de 2,5 lesões por temporada.
Vermaelen
O belga Thomas Vermaelen é outro que aparece nesta nada gloriosa lista.
Ele sofreu uma lesão durante um amistoso de pré-temporada do Barcelona contra o Gimnastic de Tarragona, em 4 de agosto deste ano. Após uma disputa com o rival Sergio Tejera, ele não sentiu-se mais em condições em jogo e deixou a partida com apenas dez minutos.
Vermaelen foi diagnosticado com uma lesão no joelho e ficou 20 dias afastado. Voltou a jogar em setembro, mas no final do mês sofreu com problemas musculares e ficou afastado por quase uma semana. A lista de problemas em 2017 não se resume a esses dois casos.
No início da temporada, o belga ficou afastado da Roma por dez dias por problemas musculares e depois por mais quatro dias por uma lesão na mão.
Em 2016, foram 110 dias afastados por problemas como lesão na fíbula, distensão muscular e pubalgia. Um ano antes foram 35 dias (traumatismo na coxa). Em 2014, foram 290 (tendo começado 2015 sem poder jogar) por problemas mais graves no joelho.
Thiago Alcântara
Na atual temporada, ele já perdeu quatro jogos do Bayern de Munique e ficou afastado exatos 32 dias por problemas diferentes: lesão na fíbula, ferimento na musculatura da barriga e lesão no púbis.
Na temporada anterior, Thiago chegou a desfalcar seu clube em cinco partidas e 34 dias também por situações diferentes: lesão na coxa, problemas musculares e problemas físicos. Foram seis jogos e 31 dias fora em 2015/16, bem próximo da média nos últimos três anos.
Mas nada supera a temporada 2014/15: 154 dias fora por uma lesão no ligamento do joelho. Deixou de jogar 26 partidas pelo Bayern.
Thiago Alcântara é um grande jogador, destaque no Bayern e na seleção espanhola. Mas é inegável que ele sofre com lesões todos os anos.
Gundogan
O meia perdeu 32 jogos do Manchester City na última temporada passada. Ele sofreu uma ruptura dos ligamentos cruzados do joelho direito. Ficou fora dos dias 15 de dezembro de 2016 até 24 de agosto deste ano, totalizando assim 252 dias.
Na temporada 2015/16, ele já havia ficado 133 dias afastado do Dortmund/City por ter deslocado o disco do joelho. Foi também a pior temporada dele. Além da citada, ele teve outras dez lesões e totalizou 190 dias sem treinar e jogar.
Ele também teve uma temporada difícil em 2012/13 foram sete lesões diferentes e 41 dias de afastamento.
Mas o recorde de Gundogan foram os 403 dias que não pode nem jogar nem treinar entre os dias 15 de agosto de 2013 e 22 de setembro de 2014. Perdeu até a Copa do Mundo no Brasil. O motivo foi uma grave lesão na coluna cervical. Quando voltou tinha ganho muito peso e perdido a forma física.
http://espn.uol.com.br/noticia/732929_o-drama-das-lesoes-veja-craques-europeus-que-passam-mais-tempo-em-recuperacao-do-que-jogando

O meio-campista Andrea Pirlo, um dos maiores nomes da história do futebol e atualmente no New York City FC, anunciou neste domingo, que irá se aposentar do futebol ao final da temporada da MLS, o campeonato norte-americano de futebol, quando acaba seu contrato, em dezembro.
http://espn.uol.com.br/noticia/733446_o-adeus-de-uma-lenda-aos-38-anos-pirlo-anuncia-aposentadoria-do-futebol

A Fifa anunciou nesta segunda-feira os três finalistas do Prêmio Puskás 2017. O atacante Giroud, do Arsenal, disputará o troféu de gol mais bonito da temporada com a venezuelana Deyna Castellanos e o sul-africano Oscarien Masuluke. A lista de três nomes foi definida após votação popular no site da Fifa - mesmo método que definirá o grande vencedor da premiação.
O período dos gols estabelecido pela entidade foi entre 20 de novembro e 2016 e 2 de julho de 2017, e os finalistas foram escolhidos por um colegiado da entidade. A entrega do prêmio acontecerá na cerimônia do Fifa The Best, no dia 23 de outubro, em Londres.
Veja os gols finalistas no Prêmio Puskás:



https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/giroud-vai-a-final-do-puskas-e-disputara-com-venezuelana-e-goleiro-sul-africano.ghtml

Os brasileiros não sem importam muito com esse tipo de número. Mas na Inglaterra, esses recordes dão, e muito, o que falar. Gareth Barry foi homenageado, reconhecido, celebrado. Ele fez o que parecia impossível: superou Ryan Giggs em número de partidas disputadas pela Premier League. O craque galês fez 632 jogos. Barry já tem 634. E contando… Aos 36 anos, ainda cogita jogar mais uma ou duas temporadas da Premier League. O sonho é chegar a 700 aparições.
Ele não é uma grande estrela do futebol. Estreou como profissional 20 anos atrás, como lateral-esquerdo do Aston Villa. Jogou pelo Manchester City, Everton, e agora West Bromwich. Discreto, não é um primor de qualidade técnica, mas tem muita vontade, consciência tática, e uma perna esquerda que vira e mexe produz chutes de longe e lindos gols. Fez 52 gols na Liga. Média de 1 cada 12,5 partidas. Nada mal pra um lateral-esquerdo / volante.
Gareth Barry merece as homenagens. Não é fácil ser o jogador que mais partidas fez na Liga mais difícil e disputada do mundo.
http://espn.uol.com.br/post/733619_recorde-na-premier-league-a-historia-do-homem-que-superou-ryan-giggs-b7347d5d-e560-423a-ba16-8ad874c06dc9

Jupp Heynckes está oficialmente de volta ao Bayern de Munique. Anunciado na semana passada como ‘salvador da pátria’, ele foi apresentado nesta segunda-feira em sua ‘nova-velha’ casa. Na chegada, colocou o Real Madrid como exemplo e deixou claro que o retorno tem ‘prazo de validade’.
“Tive ofertas de grandes equipes da Europa nos últimos anos, mas decidi não voltar. Isso não é uma volta. Tem prazo de validade. Tenho que agradecer muito ao Bayern, foi o trampolim da minha carreira como treinador. E esse foi um dos motivos que me fez aceitar o convite”, disse Heynckes.
O comandante de 72 anos estava aposentado desde o fim da temporada 2012/13, quando justamente ganhou a Tríplice Coroa : Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Uefa Champions League. Depois disso, porém, não renovou com o Bayern, que já havia contratado Josep Guardiola, e resolveu se aposentar do futebol.
Agora, ele chega com o Bayern em xeque. O time é ‘só’ o segundo colocado da Bundesliga, já com cinco pontos de desvantagem para o Borussia Dortmund e vem de uma derrota para o PSG na Uefa Champions League quando nem viu a cor da bola.
“Quero construir uma equipe em que cada um trabalhe pelos demais e olhem pelo êxito da equipe. Tenho um plano muito claro e sei como colocá-lo em prática. Apesar da situação atual, estou convencido que a equipe terá uma cara bem diferente. Jogadores como Thomas Muller não estão jogando o que podem. Nossa equipe tem categoria e devemos saber usar isso. Temos que mostra que somos uma equipe”, disse.
O exemplo para isso? O Real Madrid!
“Tenho visto muito do futebol internacional durante esses anos e estou impressionado com o Real Madrid. É um grande exemplo para no fixarmos”, disse. Heynckes também prometeu uma conversa com Arturo Vidal e, principalmente, com o recém-chegado James Rodríguez. Ele quer deixar claro que os dois terão toda ajuda que precisarem para se adaptarem ao futebol alemão.
http://espn.uol.com.br/noticia/733602_heynckes-coloca-real-madrid-como-exemplo-explica-volta-com-prazo-de-validade-ao-bayern

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 09, 2017 2:57 pm

Neymar exigiu que a Uefa exclua o Barcelona da Champions League em uma disputa sobre o pagamento de um bônus. Representantes do jogador fizeram o pedido à entidade máxima do futebol europeu por causa da briga entre o atacante e seu antigo clube sobre um bônus de lealdade, a Uefa confirmou ao ESPNFC.
O jogador de 25 anos completou uma transferência recorde de 222 milhões de euros (R$ 822 milhões) do Barça para o Paris Saint-Germain no verão, e seu staff insistiu que o momento da mudança significava que o Barcelona era obrigado a pagá-lo um bônus de lealdade em torno de 25,6 milhões de euros (R$ 95 milhões).
O Barcelona negou tal pedido e e também está buscando receber um pagamento de bônus feito quando Neymar assinou um novo contrato de cinco anos com o clube catalão no outono de 2016.
Esse pagamento foi noticiado ser de 8,5 milhões de euros (R$ 32 milhões), e o Barça quer que o valor seja ressarcido com acréscimo de 10%.
Agora, o astro brasileiro colocou a Uefa na jogada pedindo que o clube espanhol perca a Champions League nesta temporada, embora o órgão europeu não tenha respondido ainda sobre a carta do staff de Neymar.
Em setembro passado, a Uefa abriu uma investigação contra o PSG sobre as transferências realizadas nos últimos anos e a possibilidade de o clube francês não cumprir com as regras do fair play financeiro.
http://espn.uol.com.br/noticia/733677_uefa-confirma-que-neymar-pediu-para-barcelona-ficar-fora-da-champions-por-nao-pagar-bonus

A revista France Football divulgou a conta gotas os 30 finalistas na disputa da Bola de Ouro ao longo desta segunda-feira.
Veja a lista dos 30 finalistas:

Sergio Agüero (Manchester City - Argentina)
Pierre-Emerick Aubemayang (Borussia Dortmund - Gabão)
Gareth Bale (Real Madrid - País de Gales)
Gianluigi Buffon (Juventus - Itália)
Kevin de Bruyne (Manchester City - Bélgica)
Cristiano Ronaldo (Real Madrid - Portugal)
Paulo Dybala (Juventus - Argentina)
Diego Godín, (Atlético de Madri - Uruguai)
Antoine Griezmann (Atlético de Madri - França)
Gonzalo Higuaín (Juventus - Argentina)
Zlatan Ibrahimovic (Manchester United - Suécia)
Koke (Atlético de Madri - Espanha)
Toni Kroos (Real Madrid - Alemanha)
Robert Lewandowski (Bayern de Munique - Polônia)
Hugo Lloris (Tottenham - França)
Riyad Mahrez (Leicester City - Argélia)
Lionel Messi (Barcelona - Argentina)
Luka Modric (Real Madrid - Croácia)
Thomas Müller (Bayern de Munique - Alemanha)
Manuel Neuer (Bayern de Munique - Alemanha)
Paul Pogba (Manchester United - França)
Pepe (Real Madrid - Portugal)
Dimitri Payet (West Ham - França)
Neymar (Barcelona - Brasil)
Rui Patrício (Sporting - Portugal)
Sergio Ramos (Real Madrid - Espanha)
Luis Suárez (Barcelona - Uruguai)
Jamie Vardy (Leicester City - Inglaterra)
Arturo Vidal (Bayern de Munique - Chile)
Andres Iniesta (Barcelona - Espanha)
http://espn.uol.com.br/noticia/641576_neymar-e-o-unico-brasileiro-nos-30-finalistas-da-bola-de-ouro-leicester-tem-2-nomes

Os 30 nomeados para a Bola de Ouro jogam todos na Europa, mais precisamente nos cinco principais campeonatos: 11 em Espanha, incluindo sete do Real Madrid, o clube com mais nomeados, sete em Inglaterra, cinco em Itália, quatro em França - incluindo Neymar, que trocou o Barcelona pelo Paris Saint-Germain, e três na Alemanha.
No que respeita a nacionalidades, 20 são europeus, com uma maioria de franceses (quatro), oito sul-americanos e dois africanos.
http://www.record.pt/internacional/detalhe/cristiano-ronaldo-e-o-unico-portugues-entre-os-nomeados-para-a-bola-de-ouro.html

O Real Madrid teve o que comemorar no sorteio do Mundial de Clubes. Ao menos no papel, o time merengue ‘fugiu’ da chave mais difícil da competição.
Como de costume, os atuais campeões da Champions entram logo nas semifinais e esperam por Al Jazira (campeão dos Emirados Árabes), Auckland City (campeão da Oceania) ou pelo campeão da Ásia – Al Jazira e Auckland se enfrentam na primeira rodada para definir o rival do campeão asiático.
Assim, o Real ‘foge’ do time mexicano, que sempre é considerado o mais forte rival vindo destas fases prévias.
E o Pachuca-MEX (campeão da Champions da Concacaf), portanto, cai no caminho do caminho do campeão da Libertadores – isso, claro, se passas pelo campeão africano antes.
O Mundial de Clubes acontece entre os dias 6 e 16 de dezembro, nos Emirados Árabes.
http://espn.uol.com.br/noticia/733593_real-madrid-foge-e-mexicano-cai-no-caminho-do-campeao-da-libertadores-no-mundial-de-clubes

Na Irlanda do Norte para a partida decisiva das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo, o técnico da Alemanha, Joachim Low, falou sobre outro assunto importante do futebol do país. Em meio a uma má fase dos clubes alemães diante de rivais europeus, com seis derrotas na última rodada de competições continentais, o treinador admitiu que há uma preocupação em busca de uma melhora.
“Espero que o desempenho ruim dos clubes alemães na Europa seja apenas algo momentâneo, mas é alarmante. É cedo para falar que é um problema geral. Bayern e Dortmund ainda têm chances de ter progresso na Liga dos Campeões e as equipes da Liga Europa também”, declarou, evitando uma grande ampliação da real situação.
A última rodada realizada nas competições europeias realmente foi dura para os alemães. Na mesma semana de jogos, os seis representantes do país acabaram derrotados. Na Liga dos Campeões, Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Red Bull Leipzig perderam. Já Liga Europa, Hertha Berlim, Hoffenheim e Colônia saíram de campo com o resultado adverso.
O técnico da seleção alemã afirmou estar estudando para ajudar a reverter esta situação, inclusive buscando novos talentos em outros países. “Neste momento, eu e meus técnicos temos pensado sobre como melhorar as coisas na Bundesliga. É errado colocar o Campeonato Alemão no mais alto patamar ou falar que só ele produz os melhores talentos. Temos que reconhecer isso. Nós enviamos analistas de desempenho para outros países, incluindo nações Sul-Americanas. Nós sabemos que existem talentos por todo o mundo e a Bundesliga não é começo ou o fim do futebol”, opinou.
https://www.gazetaesportiva.com/times/alemanha/low-admite-preocupacao-com-ma-fase-de-clubes-do-futebol-alemao/

Às 18h de Barcelona (13h de Brasília), o presidente do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, vai ao parlamento local ratificar o resultado do polêmico referendo no qual 90% da população votou para ser independente da Espanha.
A decisão é unilateral, sem a anuência do governo espanhol, e o país vive grande expectativa sobre o futuro com tal possibilidade.
Para o esporte, em especial o futebol, a provável separação catalã teria consequências graves, principalmente para o clube Barcelona, o grande porta-voz do estado. Afinal, a decisão pode fazer com que o Barça - assim como os outros quatro times profissionais (Espanyol, Girona, Nàstic e Reus) além do Barça B - deixem LaLiga e as primeiras divisões da Espanha.
Para que isso aconteça, a Federação Catalã de Futebol (presidida por Andreu Subíes) também tem de aderir à independência e pedir desfiliação da Real Federação Espanhola (RFEF). Assim, o cenário mostra-se nebuloso para o futuro do futebol espanhol.
O ESPN.com.br elaborou cinco perguntas e respostas para tentar elucidar algumas das dúvidas sobre o caso. Veja abaixo!
O Barcelona vai poder continuar jogando o Espanhol?
Para isso, a única chance, e ainda com ressalvas, é que a federação catalã não poderia se desfiliar da federação espanhola. Dessa forma, o futebol catalão não teria autonomia alguma e seguiria ligado à Espanha. Mas essa hipótese é rechaçada por líderes políticos da região, que iriam considerar a situação um ato de fraqueza.
Uma outra possibilidade é o governo espanhol mudar a Lei do Esporte, abrindo caminho para a participação dos catalães de forma cristalina ou o mais provável, que é simplesmente acabar com qualquer brecha para que os times da região joguem a competição.
Com esse cenário, o presidente de LaLiga, Javier Tebas, já deixou claro: "Os clubes catalães, se este processo avançar (eu espero que não), não poderiam jogar no que reste da Espanha. Não é tão fácil que haja um acordo: que estudem a legislação espanhola, porque se fazem um processo unilateral, não poderão jogar a Liga espanhola".
Se a independência for confirmada, os jogos do Campeonato Espanhol envolvendo os clubes catalães provavelmente seriam suspensos até que um acordo aconteça.
Se sair da Espanha, como ficará o Barcelona na Champions?
Para o Barça continuar na Liga dos Campeões como "espanhol", precisaria que a federação catalã não se desfilie da espanhola. Agora, se ocorrer a saída unilateral da RFEF, o clube blaugrana perderá sua posição no ranking da Uefa através do ranking do coeficiente (hoje é o terceiro colocado) e terá que jogar a fase prévia da Champions. Mas, para isso acontecer, a Catalunha teria de ser aceita como novo membro pela Uefa, a entidade que rege o futebol europeu.
O Barcelona pode jogar em outro país?
Poder, pode. Mas para isso tem que haver um convite por parte de outra federação ou liga. Atualmente, porém, não parece ser esse o caminho: Premier League inglesa já negou essa chance e a Federação Francesa não possui ainda uma resposta.
E a seleção catalã, como fica?
Ela já se reúne para jogos apenas amistosos, mas caso a Catalunha se torne um país os jogadores nascidos lá teriam que já atuaram pela seleção espanhola teriam de decidir se vão atuar pela nova seleção ou se continuarão a defender a Espanha. Já quem ainda não vestiu a camisa da Espanha provavelmente teria como única opção apenas a camisa da seleção catalã.
Como ficariam os jogadores catalães em outro países?
Como a Catalunha teria de passar por todo o processo para ser aceita e reconhecida pela União Europeia (o que na melhor das hipóteses levaria anos), os jogadores não seriam mais considerados locais nos países do bloco, que não contam na cota de estrangeiros. Com isso, eles seriam tratados como estrangeiros nos 28 países-membros do bloco, incluindo a própria Espanha, o que em muitos casos faria o mercado de trabalho para os catalães diminuir de forma considerável.
http://espn.uol.com.br/noticia/733901_que-campeonato-qual-selecao-e-a-champions-perguntas-e-respostas-do-futuro-do-barcelona-com-catalunha-independente

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Out 11, 2017 11:58 am

Sexta (13/10)

15:30 Stuttgart x Colonia [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Alemão)
15:30 Foggia x Perugia [Bandsports / Bandsports HD] (2ª Divisão Campeonato Italiano)
15:45 Lyon x Monaco [SporTV / SporTV HD] [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Francês)
16:00 Espanyol x Levante [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (Campeonato Espanhol)

Sábado (14/10)

08:00 Athletic x Sevilla [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Espanhol)
08:30 Liverpool x Man. United [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
10:30 Bayern x Freiburg [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
10:30 Hoffenheim x Augsburg [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (Campeonato Alemão)
11:00 Crystal Palace x Chelsea [ESPN Extra] (Campeonato Inglês)
11:00 Man. City x Stoke [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
11:15 Getafe x Real Madrid [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Espanhol)
12:00 Dijon x PSG [SporTV / SporTV HD] [ESPN+] [TV5] (Campeonato Francês)
13:00 Juventus x Lazio [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)
13:30 Dortmund x Leipzig [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Alemão)
13:30 Watford x Arsenal [ESPN+] (Campeonato Inglês)
13:30 Alaves x Real Sociedad [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:00 Guingamp x Rennes [SporTV3 / SporTV3 HD] (Campeonato Francês)
15:45 Atlético x Barcelona [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
15:45 Roma x Napoli [ESPNBR / ESPNBRHD] [RAI] (Campeonato Italiano)

Domingo (15/10)

08:30 Fiorentina x Udinese [RAI] (Campeonato Italiano)
10:30 Brighton x Everton [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
11:00 Sampdoria x Atalanta [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
11:00 Crotone x Torino [ESPN+] (Campeonato Italiano)
11:00 Bordeaux x Nantes [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
11:30 Leverkusen x Wolfsburg [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Alemão)
12:15 Girona x Villarreal [ESPN / ESPNHD] (Campeonato Espanhol)
13:00 Southampton x Newcastle [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
13:00 Montpellier x Nice [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)
16:45 Internazionale x Milan [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] [RAI] (Campeonato Italiano)
16:45 Betis x Valencia [Fox Sports / Fox Sports HD] (Campeonato Espanhol)
17:00 Strasbourg x Marseille [SporTV / SporTV HD] (Campeonato Francês)

Segunda (16/10)

17:00 Leicester x West Bromwich [ESPNBR / ESPNBRHD] (Campeonato Inglês)
17:00 Las Palmas x Celta [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (Campeonato Espanhol)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/


Última edição por ricardo83 em Sex Out 13, 2017 10:53 am, editado 1 vez(es)

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Qua Out 11, 2017 4:37 pm

O Barcelona admitiu nesta quarta-feira: pode mesmo ter que pagar os € 26 milhões (R$ 97,5 milhões na cotação atual) que Neymar e seu pai reivindicam na Justiça. A possibilidade da obrigação de pagar esse valor é tanta que o clube catalão até já separou o dinheiro em seu orçamento para a temporada 2017/2018.
Essa quantia vai sair justamente do pagamento do PSG pela contratação do brasileiro.
O ‘problema’ é que, com todos os abatimentos contábeis, o Barcelona vai acabar recebendo ‘apenas’ € 144 dos 222 milhões (R$ 540,5 dos 833 milhões) do que os franceses pagaram por Neymar – só 65% do valor total.
Isso porque os € 26 milhões se transformam em € 44 milhões (R$ 165 milhões) quando acrescentados os impostos. Além disso, o Barcelona ainda tem mais € 34 milhões (R$ 126,7 milhões) para descontar, como amortização do valor que investiu para ter o próprio Neymar.
O brasileiro tinha direito a receber o valor que pede até o último dia 31 de julho como luvas da assinatura do contrato que renovava seu vínculo até 2021. Até por isso, esperou o dia 1º de agosto para oficializar sua ida ao PSG.
Ciente da iminente perda do atleta, o Barcelona realizou o depósito do valor, mas em juízo. O clube catalão chegou a enviar uma demanda à Federação Espanhola de Futebol pedindo devolvesse o dinheiro, em documento que também seria repassado à Federação Francesa e à Fifa.
Mais que isso: o Barcelona também pediu € 8,5 milhões (pouco mais de R$ 32 milhões) como multa por “danos e prejuízos” e mais 10% em relação a esse valor em juros (€ 850 mil ou R$ 3,2 milhões aproximadamente na cotação atual).
http://espn.uol.com.br/noticia/734202_barca-admite-que-pode-ser-obrigado-a-pagar-r-97-5-milhoes-a-neymar-e-seu-pai-e-ficar-com-so-65-do-que-psg-pagou-por-ele

O diretor executivo do Barcelona, Óscar Grau, revelou nesta quarta-feira que o clube tem a intenção de continuar a fazer parte da Liga de Futebol Profissional da Espanha mesmo que a região da Catalunha declare a independência.
"LaLiga e Barça têm de continuar juntos. Queremos continuar", declarou o dirigente em coletiva de imprensa para anunciar o balanço econômico do clube e apresentar um orçamento recorde de 897 milhões de euros para a atual temporada.
De acordo com Grau, "este orçamento está confeccionado com base na continuidade na liga". Perguntado sobre o posicionamento do clube no processo de independência da região, o diretor lembrou a declaração institucional feita nos últimos dias pelo presidente, Josep Maria Bartomeu.
"O que defendemos é negociação, respeito e esporte. Queremos fazer esporte. A missão do Barcelona é continuar disputando as diversas competições e tentar ganhá-las, como a cada temporada", comentou.
No entanto, negou que uma Catalunha independente possa diminuir o interesse das empresas em investir no clube, já que existe uma "fidelização" grande com a marca.
"Os patrocinadores estão muito contentes de se associarem ao Barça pelo que é, pela estrutura de clube, pelo estilo de jogo, pelo DNA e pelos valores que transmite. É um ativo que sempre conservaremos", explicou o dirigente.
http://espn.uol.com.br/noticia/734209_barcelona-deixa-claro-quer-continuar-jogando-o-campeonato-espanhol-mesmo-se-catalunha-for-independente

Timo Werner, uma das maiors promessas do futebol alemão, não vai enfrentar neste final de semana o Borussia Dortmund, segundo informações do jornal "Bild".  O RB Leipzig ficará desfalcado por mais um capítulo do drama que o craque vive.
O motivo da ausência é o temor da barulhenta e fanática torcida do Dortmund, especialmente o setor conhecido como "Muralha Amarela".  
Por títulos, dinheiro e freguesia: compare quatro grandes clássicos europeus e escolha o melhor
Werner sofre de um bloqueio dos músculos da região da coluna cervical e das articulações da mandíbula que podem ser agravados por situações de estresse causados por barulho excessivo.
Foi por isso que ele teve que deixar jogo da Champions no mês passado contra o Besiktas, na Turquia, outro lugar com torcida fanática.
Desde então Werner não jogou mais, mas vem treinando normalmente desde a última terça-feira.
http://espn.uol.com.br/noticia/734677_o-drama-continua-craque-alemao-que-pode-agravar-doenca-por-causa-de-barulho-nao-vai-enfrentar-torcida-do-dortmund

Separamos quatro duelos, um de cada uma das principais ligas do Velho Continente. E uma curiosidade europeia: todos são de times de duas cidades diferentes. Mesmo assim, reúnem os maiores campeões de seus países – com exceção da Alemanha, onde o Dortmund é o terceiro maior, mas que hoje tem muito mais relevância no cenário nacional do que o Nuremberg, segundo na lista de títulos.
Compare abaixo os times – e os clássicos – em termos de títulos, dinheiros e freguesia. E responda: qual é o melhor duelo?




http://espn.uol.com.br/noticia/734637_por-titulos-dinheiro-e-freguesia-compare-quatro-grandes-classicos-europeus-e-escolha-o-melhor

Clubes com mais golos marcados na história das competições da UEFA. É, talvez, sem grande surpresa que encontramos o Real Madrid no topo da lista – os madrilenos participaram nas competições europeias de clubes em 61 das 63 temporadas possíveis, registo que constitui recorde, e o seu palmarés de 21 troféus europeus também não tem igual.
A seguir, mas ainda consideravelmente longe, surgem Barcelona e Bayern, com a Juventus a ocupar o quarto lugar e o Benfica o quinto. Mas quem diria que o Anderlecht já marcou mais golos na Europa do que Milan, Ajax, Manchester United e Liverpool, clubes que entre si totalizam 19 títulos de campeões europeus?


Melhor rácio de golos por jogo*
Real Madrid e Barcelona voltam a estar entre os melhores, mas os clubes alemães têm demonstrado ser mais prolíficos ao longo dos anos, ocupando três dos quatro primeiros lugares.
O Mönchengladbach lidera, muito por culpa do legado deixado pela mentalidade ofensiva apresentada pela sua lendária equipa da década de 1970 que conquistou cinco títulos da Bundesliga e duas edições da Taça UEFA e que ganhou a alcunha de "Potros". Certa vez, essa equipa do Mönchengladbach bateu o Dortmund por 12-0, naquela que continua a ser a maior goleada de sempre da história da Bundesliga.


Explicação
As estatísticas incluem as seguintes competições: UEFA Champions League/Taça dos Campeões Europeus, UEFA Europa League/Taça UEF, SuperTaça Europeia da UEFA, Taça dos Vencedores das Taças, Taça Intertoto e Taça Intercontinental. Pré-eliminatórias e fases de qualificação não incluídas.
*Apenas foram considerados os 119 clubes com 100 ou mais jogos disputados.
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2509383.html#clubes+mais+golos+marcados+historia+competicoes+uefa

O Barcelona foi o clube com maior renda na temporada 2016-2017, o primeiro e único a superar a barreira de 700 milhões de euros, de acordo com os balanços que Òscar Grau, CEO do clube, e Enrique Tombas, tesoureiro, apresentaram à imprensa. Embora o Barça seja um dos mais ricos do mundo, é incomum ver Barcelona no topo do ranking em faturamento, ainda mais tendo conquistado apenas a Copa do Rei. No entanto, a explicação tem um nome próprio e é o de Neymar Da Silva, cuja transferência para o PSG também foi um recorde.
Porque vender um jogador por 222 milhões de euros não acontece todos os dias, mesmo que desse número tenha que ser deduzido os impostos e as amortizações. "De Neymar deve subtrair o valor contábil que permaneceu para ser amortizado, contando os bônus", disse Grau que apontou que "em números redondos a renda era de 188 milhões de euros e o impacto na tesouraria, de 144". Com esses números na venda de um único jogador, não é de se estranhar que Barcelona tenha apresentado a maior renda já vista no mundo do futebol.
Se a venda não tivesse sido feita, o Real Madrid seria o clube de futebol com maior faturamento do planeta após o bicampeonato da Champions na última temporada. No entanto, o time merengue ainda não alcançou a barreira dos 700 milhões, embora tenha faturado apenas 34 milhões a menos que o Barcelona. Em terceiro aparece o Manchester United, outrora o clube mais rico do mundo, uma marca global que, como o Real Madrid, não precisa de títulos para garantir um bom pico de faturamento, igual ao Bayern, quarto colocado.
O quinto é o PSG de Neymar, limitando este seleto grupo a duas equipes na LaLiga, um da Premier League, outro da Bundesliga e um da Ligue 1 com nenhum clube italiano pode competir no nível de renda com a aristocracia eterna do futebol europeu, que continua dominando apesar de um novo rico como o PSG já seja capaz de encabeçar o top5 dos clubes com mais renda no mundo.
http://www.goal.com/br/not%C3%ADcias/a-venda-de-neymar-faz-do-barcelona-o-clube-mais-rico-do/1b3kwdamywupx1dzi1py32a6j0

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Sex Out 13, 2017 11:21 am

Terça (17/10)

16:45 Real Madrid x Tottenham [EI / EI HD] [EI Plus] (LC)
16:45 Maribor x Liverpool [EI2 / EI2 HD] [EI Plus] (LC)
16:45 Man. City x Napoli [Space / Space HD] [EI Plus] (LC)
16:45 APOEL x Dortmund [EI Plus] (LC)
16:45 Leipzig x Porto [EI Plus] (LC)
16:45 Monaco x Beşiktaş [EI Plus] (LC)
16:45 Feyenoord x Shakhtar Donetsk [EI Plus] (LC)
16:45 Spartak Moskva x Sevilla [EI Plus] (LC)

Quarta (18/10)

14:00 Qarabağ x Atlético [EI / EI HD] [EI Plus] (LC)
16:45 Barcelona x Olympiacos [Space / Space HD] [EI Plus] (LC)
16:45 Benfica x Man. United [EI2 / EI2 HD] [EI Plus] (LC)
16:45 Anderlecht x PSG [EI / EI HD] [Band / Band HD] [EI Plus] [Globoesporte.com] (LC)
16:45 Juventus x Sporting [EI Plus] (LC)
16:45 Chelsea x Roma [EI Plus] (LC)
16:45 Bayern x Celtic [EI Plus] (LC)
16:45 CSKA Moskva x Basel [EI Plus] (LC)

Quinta (19/10)

15:00 Crvena zvezda x Arsenal [ESPNBR / ESPNBRHD] (LE)
15:00 Marseille x Vitória [ESPN / ESPNHD] (LE)
15:00 Nice x Lazio [Fox Sports / Fox Sports HD] (LE)
15:00 Östersund x Athletic [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (LE)
15:00 Vardar x Real Sociedad [ESPN+] (LE)
17:05 Milan x AEK [ESPNBR / ESPNBRHD] [EI BR] (LE)
17:05 Braga x Ludogorets [ESPN+] (LE)
17:05 Everton x Lyon [Fox Sports / Fox Sports HD] (LE)
17:05 Villarreal x Sparta Praha [Fox Sports2 / Fox Sports2 HD] (LE)
17:05 Atalanta x Apollon [ESPN / ESPNHD] (LE)

Quem quiser assistir pela internet:

http://www.tvonline.org/
http://tudotv.tv/
http://www.usagoals.com/football.html
http://gofirstrow.eu/sport/football.html
http://livetv.sx/en/allupcomingsports/1/
http://www.rojadirecta.me/

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 16, 2017 11:17 am

O Tottenham disse estar "atônito" com um artigo publicado nesta segunda-feira no Marca, jornal mais vendido da Espanha, que diz que a equipe da Premier League é "odiada" pelos outros times ingleses devido à sua origem judaica.
O diário de Madri produziu a reportagem sobre os Spurs devido à visita do clube à capital espanhola para enfrentar o Real Madrid, nesta terça-feira, pela fase de grupos da Uefa Champions League.
A matéria, assinada pelo repórter-sênior Enrique Ortega, diz que o Tottenham é "odiado" pelas torcidas adversárias, usando a seguinte frase: "Suas origens judaicas fizeram o clube ser odiado pelos torcedores rivais, mas em 135 anos de existência o time sempre teve estilo e grandes jogadores".
Questionada sobre o assunto pelo ESPN FC, a agremiação londrina emitiu comunicado à reportagem detonando o artigo.
"Estamos atônitos que uma publicação como o Marca, que se apresenta como uma fonte de jornalismo profissional, tenha publicado um artigo que está descaradamente errado e é totalmente de mau gosto", detonaram os Spurs.
O Marca, por sua vez, ainda não comentou o caso.
A torcida do Tottenham de fato tem grande presença de judeus desde a fundação do clube, em 1882. Algumas facções de torcida, inclusive, referem-se a si próprias como "Yids" - palavra costumeiramente usada para se referir de maneira pejorativa às pessoas que seguem o judaísmo.
Em 2013, a FA (Associação de Futebol da Inglaterra), inclusive, chegou a alertar as torcidas de todos os clubes ingleses de que o uso da palavra "Yid" e suas variantes seria passível de punição por linguagem discriminatória.
No entanto, a própria torcida dos Spurs argumentou que havia se apropriado da palavra pejorativa , que sempre foi usada como insulto ao longo dos anos, e a transformou em um símbolo de resistência.
Recentemente, o Chelsea pediu a seus torcedores que parassem de cantar uma música sobre o atacante Álvaro Morata que foi considerada anti-semita, já que possuía a palavra "Yids" na letra.
O West Ham, outro time de Londres, foi mais um que fez pedido aos fãs para que evitasse canções com conteúdo anti-semita.
http://espn.uol.com.br/noticia/735425_jornal-espanhol-diz-que-time-da-premier-league-e-odiado-por-rivais-por-ter-origem-judaica-e-revolta-clube

As obras do novo White Hart Lane, estádio do Tottenham, estavam previstas para se encerrarem antes da temporada que vem, que se inicia em agosto de 2018. Porém, como informa o jornal britânico Mirror, o time britânico não deve voltar a atuar tão cedo em casa, já que a construção provavelmente não se concluirá no prazo estipulado.
As previsões mais otimistas dentro do clube estariam apontando para que a nova casa do time londrino esteja pronta até o dia 10 de setembro de 2018, o que seria um mês após o início de temporada. Enquanto isto, Harry Kane e companhia continuarão mandando suas partidas no Estádio de Wembley.
O Tottenham entra em campo neste meio de semana, quarta-feira, em duelo importante da fase de grupos da Champions League. A equipe vai ao Santiago Bernabéu enfrentar o Real Madrid, em duelo que coloca frente a frente os dois primeiros colocados do Grupo H, ambos com seis pontos ganhos.
http://espn.uol.com.br/noticia/735237_novo-estadio-do-tottenham-nao-deve-ficar-pronto-na-data-prevista

Mile Svilar começou a escrever a sua história no Benfica anteontem à noite, no Estádio Algarve, com a titularidade frente ao Olhanense, que marcou a sua estreia de águia ao peito e, mais importante, o início da sua carreira como sénior. E muito provavelmente o belga de apenas 18 anos não se vai ficar por aqui, devendo, já na próxima quarta-feira, voltar a fazer história. Não só no Benfica como na Liga dos Campeões.
Svilar entrará na história na liga milionária como o mais jovem guarda-redes de sempre a atuar na prova, batendo recorde com 18 anos, que é pertença do seu ídolo das balizas: Iker Casillas.
O agora guarda-redes do FC Porto, detentor do recorde de jogos na Liga dos Campeões e das provas da UEFA, estreou-se na Champions a 15 de setembro de 1999, num Olympiakos-Real Madrid, que terminou empatado a três bolas, tinha então 18 anos, três meses e 26 dias. Se for titular frente à equipa de José Mourinho, Svilar retirará mais de um mês ao recorde de Casillas, tornando-se o guarda-redes mais novo de sempre a estrear-se na competição, com 18 anos, um mês e 22 dias.
http://www.abola.pt/Nnh/Noticias/Ver/697119

A ideia é simples, mas muito boa. Doar 1% do salário e doar para pessoas necessitadas. O projeto, batizado de "Common Goal", foi lançado por Juan Mata há dois meses. Teve boa cobertura da imprensa na Inglaterra. Foi bastante divulgado, recebendo elogios de jornalistas, técnicos, jogadores.
Imaginem se cada jogador doasse 1% do salário? Ainda mais na Premier League, campeonato mais rico do mundo? Por enquanto... nada. No vídeo, a conta de quanto isso daria. Quanto dinheiro seria arrecadado! Até agora, os voluntários vieram de outros cantos do planeta: os alemães Matt Hummels e Serge Gnabry, as americanas Alex Morgan e Megan Rapinoe, e o italiano Giorgio Chiellini.
Não sou das pessoas que colocam a responsabilidade de mudar o mundo nas costas dos jogadores. Se eles ganham bem, fazem por merecer. Se não querem ajudar, se posicionar politicamente, é problema deles. Cada um faz o que quiser da vida. Muitos, aliás, ajudam sem divulgação, o que torna o ato ainda mais bonito. Mas, ao mesmo tempo, torço para que projetos como esse ganhem força, e sirvam de exemplo para todo o mundo. Afinal, eu não ganho tanto quanto um Ibrahimovic, ou um Hazard, mas também posso doar 1% do meu salário.
http://espn.uol.com.br/post/734695_juan-mata-tenta-mudar-o-mundo-cria-projeto-doa-1-do-salario-mas-nao-encontra-muitos-adeptos-46bde2be-c869-4af0-acbe-a1f774c0e65f

Na atual temporada do Campeonato Espanhol, o Barcelona foi agraciado por três gols contra dos adversários.
Isso não é algo incomum na história do time atualmente comandado por Ernesto Valverde.
Na verdade, a equipe catalã já foi recompensada por 117 vezes com gols contra dos rivais em todas as edições de LaLiga. Esse dado foi divulgado pelo jornal Marca, que utilizou um estudo de José Antonio Ortega Ruiz publicado na última edição do Centro de Pesquisa História e Estatística do Futebol Espanhol.
Em segundo lugar está o Real Madrid, com 97, seguido do Athletic Bilbao, com 94. No entanto, os times que mais se beneficiaram em média de gols contra por temporada foram Burgos e Eibar: ambos com quase 1,7 gols por ano.
As equipes mais prejudicadas pela Os golos em seu próprio objetivo são a Real Sociedad, o Atlético de Madri e o Espanyol, com 78, 76 e 75 gols em favor de seus rivais.
O time colchonero acumula uma média de quase um gol contra a cada temporada. No atual Campeonato Espanhol, porém, o time treinado atualmente por Simeone ainda não vazou a própria meta.
http://espn.uol.com.br/noticia/734757_jornal-faz-levantamento-e-mostra-barcelona-e-o-time-mais-beneficiado-com-gols-contra-na-historia-do-espanhol

O que era para ser uma partida normal da Bundesliga entre Hertha Berlim e Schalke 04 ganhou destaque global após uma atitude inesperada: os jogadores e comissão técnica do Hertha se juntaram e se ajoelharam antes da partida. O time decidiu tomar a atitude em apoio aos recentes protestos de jogadores da NFL contra o racismo, solidarizando-se e trazendo o movimento pela primeira vez para o continente Europeu.
Antes da partida começar, o sistema de som anunciou que o clube era “a favor da diversidade e contra a violência” e, por isso, pediu que todos juntassem forças “em favor dos protestos dos nossos companheiros atletas norte americanos para nos posicionar contra a discriminação” e finalizou “por uma Berlim mais tolerante, agora e para sempre”. Como não é costume do Campeonato Alemão a execução do hino nacional, os jogadores e comissão se ajoelharam após o anúncio no sistema de som.
A Bundesliga, através de sua conta oficial no Twitter, elogiou a atitude do time e chamou o gesto de “enorme e importante”.
Salomon Kalou afirmou que a ideia partiu do time todo. “O Hertha sempre se posiciona contra o racismo. Se pudermos lutar contra ele como um time e como a cidade de Berlim, então é algo que queremos fazer”.
Apesar de se inspirar e apoiar o movimento dos jogadores da NFL, o atacante marfinense afirma que, para eles, trata-se de uma luta a qual todos os atletas deveriam se engajar: “o racismo não deveria existir no esporte, seja na NFL, no futebol americano ou no soccer, como eles chamam o futebol lá nos EUA. Não pode existir no esporte e ponto. Para nós, é um bom exemplo para seguir”.
http://espn.uol.com.br/noticia/735224_jogadores-do-hertha-se-ajoelham-em-apoio-aos-protestos-contra-racismo-na-nfl

Agosto de 2015: a Udinese faz 1 a 0, em Turim, e derrota a Juventus. Foi a última vez que a atual hexacampeão italiana perdeu como mandante pelo Campeonato Italiano até este sábado. Uma sequência de 41 partidas derrubada pela Lazio. Uma vitória por 2 a 1 que coroa um começo de temporada em quinta marcha. É a segunda vez que a Lazio vence a Juventus nesta temporada, depois do título da Supercopa Italiana, no começo de agosto. Aquela foi a primeira partida da equipe que, desde então, perdeu apenas uma vez, para o Napoli. Nos outros dez jogos, são nove vitórias e um empate, com direito a golear o Milan por 4 a 1.
http://trivela.uol.com.br/252475-2/

A Lazio venceu a Juventus, neste sábado, derrubando uma invencibilidade de 41 jogos da atual hexacampeã como mandante pelo Campeonato Italiano. Na Bundesliga, ocorreu algo idêntico: em um jogo muito movimentado, o RB Leipzig venceu por 3 a 2 o Borussia Dortmund, que também passou 41 partidas sem perder no Signal Iduna Park em partidas do Campeonato Alemão. A última derrota em casa do Dortmund pela Bundesliga havia sido em abril de 2015, quando perdeu por 1 a 0 para o Bayern de Munique. Além disso, a equipe treinada por Peter Bosz era a última invicta da atual temporada da liga alemã. Liderava a tabela com seis vitórias e um empate em sete rodadas. Manteve-se nos 19 pontos e vê Bayern de Munique (17) e RB Leipzig (16) se aproximarem.
http://trivela.uol.com.br/dortmund-perde-para-o-rb-leipzig-apos-40-jogos-invicto-em-casa-pela-bundesliga/

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 16, 2017 11:35 am

É oficialmente chegada a altura de fazermos o primeiro balanço da temporada e o UEFA.com, olhando para a lista de jogos das 32 equipas na fase de grupos da UEFA Champions League, diz-lhe quem melhor começou a época 2017/18.*

O que descobrimos
• Apenas Paris e Manchester City ainda não perderam em todas as competições.
• Quanto a golos por jogo, o City é o melhor marcador (3,36) e também é o que sofreu menos tentos (5 em 11 jogos).
• O Nápoles teve o melhor começo de campeonato; oito vitórias em oito jornadas da Serie A até agora.
• O Celtic marcou mais golos em 2017/18 do que qualquer outro conjunto da #UCL: 48 (em 19 jogos disputados).
• O total de sete empates do Spartak Moscovo (em 17 jogos) é o maior de entre todas as equipas.
• O Anderlecht é a única equipa da #UCL que sofreu mais golos do que marcou.

*Estatísticas de todas as provas, incluindo campeonato, taças e jogos europeus

Também analisámos os diversos campeonatos nacionais e descobrimos que dez clubes – incluindo alguns que não disputam provas europeias – ainda não perderam um jogo em todas as competições esta temporada:

CRO: Dínamo Zagreb
ENG: Man. City
FRA: Paris
GRE: Atromitos
ISR: Hapoel Haifa
ITA: Inter
KOS: Giljani
MLT: Gzira United
MLT: Floriana
ESP: Valência
http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=2510254.html#sera+manchester+city+equipa+europeia+melhor+forma

Em grande jogo no Estádio Giuseppe Meazza, a Inter de Milão bateu o Milan, por 3 a 2, com três gols do argentino Icardi. Suso e Bonaventura descontaram para o Rossonero, em partida que bateu o recorde de bilheteria no futebol italiano: 4,8 milhões de euros (R$ 18 milhões).
O resultado deixa a Inter de Milão com 22 pontos, na segunda colocação do Campeonato Italiano. A liderança é do Napoli, com 24. O Milan está mal na tabela, em décimo, com apenas 12.
https://www.terra.com.br/esportes/lance/em-grande-jogo-icardi-faz-tres-e-inter-bate-o-milan-em-dia-de-recorde,639cb8966f1f82248c6c367a56ed0fa9x8xiqk18.html

Chamou a atenção quando Timo Werner deixou o gramado ainda no primeiro tempo contra o Besiktas na Champions League. Artilheiro do RB Leipzig e um dos destaques do futebol alemão, o atacante não conseguiu ficar em campo devido a um estresse causado pelo volume excessivo. E um lance neste ano pode ter causado essa extrema sensibilidade em seu ouvido.
O caso ocorreu em julho deste ano. Chile e Alemanha disputavam a final da Copa das Confederações quando aos 15 minutos do segundo tempo, Werner roubou a bola de Marcelo Díaz, driblou Claudio Bravo e deixou seu companheiro Lars Stindl em frente ao gol. Para evitar o gol, Gonzalo Jara deixou o cotovelo no queixo do jogador. Como consequência, o zagueiro foi expulso e Werner teve de ser substituído oito minutos mais tarde.
Hoje, três meses depois do ocorrido, o médico Kurt Mosetter surgiu como uma hipótese para o ocorrido. Segundo ele, o "bloqueio" dos músculos que se conectam com a coluna cervical e o deslocamento da "articulação temporomandibular" podem ter sua origem justamente nesse lance, resultando hipersensibilidade auditiva.
Após alguns dias de tratamento, o diagnóstico de Mosetter parece correto e o atacante pode se recuperar. Ele já não esteve campo contra o Borussia Dortmund, mas estará disponível em breve, ou contra o Porto na Champions League, ou diante do Stuttgart, sendo ambos os confrontos em casa. A ideia do técnico Ralph Hasenhuttl é devolver ritmo de jogo ao jogador antes da partida contra o Bayern de Munique pela Copa da Alemanha.
http://espn.uol.com.br/noticia/735455_cotovelada-de-chileno-pode-ser-a-causa-de-problema-de-audicao-de-destaque-do-leipzig

Leipzig faz parte da história do futebol germânico uma vez que foi nesta cidade que a 28 de janeiro de 1900 86 clubes alemães fundaram a Federação Alemã de Futebol, para três anos depois surgir o primeiro campeão da Bundesliga: o Vfb Leipzig. No entanto, o extinto Vfb Leipzig não tem qualquer ligação ao RB Leipzig, pois o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões foi fundado apenas em 2009 num processo conduzido por Dietrich Mateschitz, proprietário da Red Bull, que adquiriu os direitos desportivos do SSV Markranstadt, um clube da quinta divisão alemã dos arredores de Leipzig.
Depois de adquirir os direitos desportivos do SSV Markranstadt, Dietrich Mateschitz precisou de contornar várias regras do futebol germânico para fundar em 2009 o RB Leipzig, a começar desde logo pelo próprio nome do clube. Ao contrário do que se possa pensar, a sigla 'RB' foi registada como RasenBallsport e não como Red Bull, apesar da existência dos touros da marca de bebidas energéticas no emblema do clube. E a razão é simples: na Alemanha é proibido a existência de clubes com nomes de empresas e que sejam controlados totalmente pelas mesmas embora isso seja eventualmente possível caso uma empresa esteja 20 anos a apoiar diretamente um clube como nos casos do Bayer Leverkusen ou do Wolfsburgo.
Apesar de algumas dificuldades iniciais, a ascenção do RB Leipzig até ao principal escalão do futebol alemão foi meteórica e com alguma polémica à mistura. Logo na época de estreia na 5ª divisão alemã, o RB Leipzig sagrou-se campeão e garantiu o apuramento para o quarto escalão, onde terminaria no quarto lugar na sua época de estreia. Em 2011/2012, o RB Leipzig terminava a quarta divisão em terceiro lugar e só na temporada seguinte sagrar-se-ia campeão da categoria de forma a garantir a passagem à terceira divisão alemã, onde ficaria durante três temporadas antes de alcançar a Bundesliga. Na época de estreia no principal escalão alemão, o RB Leipzig foi a grande sensação da Bundesliga com um inédito segundo lugar e consequente apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões depois de um percurso de nove temporadas e quase 200 milhões de euros gastos em jovens jogadores.
Mas este crescimento artifical de um clube que não tinha qualquer tradição no futebol germânico levou o RB Leipzig a ser apelidado pelos adeptos de outros emblemas como o 'clube mais odiado na Alemanha' devido ao modelo de negócio e de gestão implementado pela multinacional Red Bull. E uma das principais críticas apontadas ao vice-campeão alemão vai para o facto do emblema ter contornado as regras do futebol alemão para conseguir a legitimação da Red Bull no clube. Na Alemanha é permitido que um clube passe ao estatuto de empresa caso os sócios do clube mantenham o voto maioritário (mínimo de 51%), o problema no caso do RB Leipzig é que os votantes são todos funcionários da Red Bull e apesar de haver a possibilidade para novos sócios, a taxa de entrada é altíssima e sujeita a ser rejeitada. Perante este 'elitismo' corporativo, o clube tem sido muito criticado por emblemas da Bundesliga e até houve uma situação em que Borussia Dortmund rejeitou a possibilidade do seu símbolo aparecer nos cachecóis dos jogos com o RB Leipzig.
Independentemente das polémicas, a verdade é que o RB Leipzig conseguiu apresentar resultados com o modelo de gestão da Red Bull de Dietrich Mateschitz. A multinacional já investiu quase 200 milhões de euros no clube da Bundesliga, mas fê-lo seguindo uma política de contratações muito específica e que se afigura como o modelo a seguir no futuro com a contratação de jogadores com idades até aos 24 anos numa clara aposta no crescimento dos jogadores. A aposta em jogadores jovens tem dado resultados concretos com as ascensão de jogadores como Poulson ou Naby Keita no panorama do futebol europeu. A média de idades do atual plantel do RB Leipzig situa-se ligeiramente acima dos 24 anos e conta apenas com dois jogadores acima dos 30 anos.
https://desporto.sapo.pt/futebol/liga-dos-campeoes/artigos/rb-leipzig-da-quinta-divisao-alema-a-liga-dos-campeoes-em-apenas-oito-anos

Virou quase um mantra desde que Diego Simeone desembarcou no Vicente Calderón: o Atlético de Madri tem uma das melhores defesas da Europa, enquanto o Barcelona apresenta o ataque mais vistoso do Velho Continente.
Foi assim na temporada passada, por exemplo. Considerando apenas os cinco campeonatos nacionais e as disputas mais importantes continentais (Champions e Europa League), o Barça teve o melhor ataque, enquanto o Atlético teve a segunda melhor defesa da Europa, atrás apenas da Juventus.
E foi assim em quase todos os confrontos recentes entre os dois, com o Barcelona pressionando muito, e o Atlético se defendendo exemplarmente.
Neste sábado, porém, os dois times se encontram em papéis quase que trocados. Ou ao menos um destes papéis trocado: o Barcelona superou neste começo de temporada o Atlético de Simeone e agora tem a melhor defesa da Europa.
Considerando também os mesmos torneios nacionais e continentais, o Barcelona sofreu apenas dois gols em nove jogos disputados até aqui na temporada, uma média incrível de apenas 0,22 por partida.
Só o Manchester City tem números tão bons – idênticos, na verdade.
Por outro lado, o Atlético piorou. Até agora, são seis gols sofridos também em nove jogos, uma média de 0,67 por jogo. É apenas a 12ª melhor defesa neste começo de temporada, atrás até de times como Leganés, Caen, Hannover e Nantes (que, claro, só disputam os seus torneios nacionais).
Há explicação para isso?
Pelo lado do Barcelona, o time mudou uma peça na defesa: saiu Sergi Roberto e entrou o contratado Semedo. No miolo de zaga, Umtiti se firmou ainda mais no lugar de Mascherano.
Já o Atlético de Madri não vem nem conseguindo manter uma linha defensiva e tem rodado bastante os zagueiros do elenco: Savic, Godín, Giménez e Hernández.
http://espn.uol.com.br/noticia/734912_atletico-de-simeone-que-nada-melhor-defesa-da-europa-hoje-e-do-barcelona

Neste domingo (15 de outubro), o Valencia venceu o Betis por 6 a 3, e o goleiro brasileiro Neto não pôs fim a um recorde. O substituto de Diego Alves no gol do time espanhol defendeu o pênalti cobrado por Sergio León. Sendo assim, nunca dez jogadores diferentes balançaram as redes em uma única partida da La Liga.
Nove atletas distintos marcaram os gols do jogo: Kondogbia, Guedes, Rodrigo, Mina, Zaza e Pereira, marcaram para o Valencia, enquanto Campbell, Sanabria e Tello completaram para o Betis. Dessa maneira, a marca histórica em 87 edições do Campeonato Espanhol não foi quebrada.
Na história da competição, na temporada de 1949/50, o jogo entre Espanyol e Valencia terminou em 6 a 4. Na partida, nove jogadores diferentes fizeram os gols. No ano passado, pelo mesmo placar, Sevilla e Espanyol também ficaram no registro apenas com nove jogadores que marcaram um gol cada.
https://www.foxsports.com.br/news/327106-brasileiro-substituto-de-diego-alves-pega-penalti-e-evita-marca-historica-na-espanha


Última edição por ricardo83 em Seg Out 16, 2017 2:25 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por KAMIKAZE em Seg Out 16, 2017 2:21 pm

PL nesse FDS:

- Que passeio do City;
- Que surpresa a derrota do Chelsea;
- Que jogo chato Liverpool x United



_________________
Why so serious?
avatar
KAMIKAZE
Kevin Feige

Mensagens : 10716
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : Arkham Asylum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Inumano83 em Seg Out 16, 2017 2:27 pm

Muito chato mesmo. O pior é que eu estava esperando muito. Fora algumas defesas do De Gea o jogo foi monótono demais.
Ainda bem que os demais clássicos na Europa compensaram.

_________________
Somos Porto!!!  Carrega Portugal!!!

Euro 2004: Grécia
Euro 2006: Itália
Euro 2008: Espanha
Euro 2010: Espanha
Euro 2012: Espanha
Euro 2014: Alemanha
Euro 2016: Portugal
Euro 2018: França
Liga das Nações 2019: ?
Euro 2020: ?
Liga das Nações 2021: ?
avatar
Inumano83
Lanterna Verde

Mensagens : 5272
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : DF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por KAMIKAZE em Seg Out 16, 2017 2:36 pm

Verdade.
Acompanho a PL, e raramente a La Liga.
Se não tiver passando nada melhor vejo a Bundes.
Jogos da Calcio eu não sou fã não.

Leipzig continua bem né ?
Venceu o Borussia fora.

_________________
Why so serious?
avatar
KAMIKAZE
Kevin Feige

Mensagens : 10716
Data de inscrição : 08/04/2015
Localização : Arkham Asylum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Futebol Europeu (Uefa)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 40 Anterior  1 ... 6 ... 8, 9, 10 ... 24 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum